A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
ANTICOAGULANTES, ANTIPLAQUETÁRIOS E FIBRINOLÍTICOS- FARMACOLOGIA

Pré-visualização | Página 2 de 2

inibe a enzima PDE, a qual degrada AMP cíclico. Logo, o aumento do AMP 
cíclico reduz a agregação plaquetária, pois a enzima que degrada o AMP agora está 
inibida, deixando caminho livre. Consequentemente reduz agregação plaquetária e 
também faz vasodilatação. 
● Ticlopidina- ​inibe o receptor de ADP, logo, há aumento de AMP cíclico, diminuindo a 
agregação plaquetária. 
● Inibidores da glicoproteína GPIIb/IIIa- ​Tirofibana, Eptifibatiba, Abciximabe. Esses 
receptores servem como receptores para o fibrinogênio, FvW. 
● Via fibrinolítica- plasminogênio é convertido em plasmina, que degrada a fibrina em 
fragmentos. TPA e a Estreptoquinase, sao capazes de aumentar a conversao da fibrina. 
 
 
BEATRIZ GURGEL - UFMS - MEDICINA UFMS CPTL 
ANTICOAGULANTES, ANTIPLAQUETÁRIOS E FIBRINOLÍTICOS