A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Planejamento Urbano e Ambiental

Pré-visualização | Página 1 de 1

Planejamento Urbano e Ambiental
 
 
Data: 28/01/2021
Aluno (a): ÍTALA MARA DE CAMARGO DOMIT
Avaliação Pratica 
INSTRUÇÕES:
· Esta Avaliação contém 1 (uma) questão, totalizando 10 (dez) pontos;
· Baixe o arquivo disponível com a Atividade Pratica;
· Você deve preencher dos dados no Cabeçalho para sua identificação: 
· Nome / Data de entrega.
· As respostas devem ser digitadas abaixo de cada pergunta;
· Ao terminar grave o arquivo com o nome Atividade Prática;
· Quando solicitado 
· Envio o arquivo pelo sistema no local indicado;
· Em caso de dúvidas consulte o seu Tutor.
Sua função dentro da rede é de fundamental importância para o bom desenvolvimento de uma região, país, etc. Imagine uma rede de centros urbanos interligando-se por suas características de funcionalidade e elabore um exemplo dessa relação em um fluxograma com seu respectivo texto explicativo.
Você pode utilizar os tipos de cidade dispostos a seguir:
• cidade dormitório
• cidade portuária
• cidade universitária
• cidade industrial
• cidade turística
• cidade-satélite
A Rede Urbana é o conjunto articulado de cidades e grandes centros urbanos, que se integram em escalas mundial, regional e local por meio de fluxos de serviços, mercadorias, capitais, informações e recursos humanos. Essa rede estrutura-se por meio de uma hierarquia, em que as cidades menores costumam ser relativamente dependentes das cidades maiores e economicamente mais desenvolvidas.
Integrados na rede urbana, os centros funcionam de maneira a articular a distribuição de mercadorias, a circulação de pessoas e oferta de bens e serviços.
A rede urbana é assentada no território, onde atua como um reflexo do desenvolvimento econômico, político e cultural em um determinado momento da história. São os impactos desses fatores que influenciam na configuração do território.
As metrópoles são grandes cidades que têm grande poder de influência econômica sobre outras cidades que se encontram relativamente próximas. Essas cidades, geralmente, oferecem uma grande variedade de mercadorias para consumo e serviços.
Em alguns casos, o crescimento de algumas cidades é tão intenso que elas “encostam” umas nas outras, em um processo chamado de conurbação. Quando duas ou mais cidades se conurbam ou quando o grau de influência e de dependência entre duas cidades vizinhas é muito alto, formam-se as regiões metropolitanas.
As regiões metropolitanas também são chamadas de “áreas metropolitanas” e caracterizam-se por terem uma cidade principal e outras cidades menores que são influenciadas pela cidade maior. Essas cidades menores geralmente são formadas por populações que trabalham, estudam ou se deslocam com frequência para a cidade principal. Por esse motivo, muitas dessas cidades menores são chamadas cidades-dormitórios.
As cidades-dormitório são por norma vistas como espaços menorizados e na dependência de outro espaço maior. A partir desta premissa, o residente de uma cidade-dormitório passa ele próprio a ser também visto como um urbano de condição menor.
Em geral, o termo cidade-dormitório costuma ser relacionado a algumas características como baixo dinamismo econômico, elevado crescimento populacional, e expansão urbana em assentamentos precários de população de baixa renda
Mas a característica que realmente marca uma cidade-dormitório é o fato que nela os seus habitantes saem para trabalhar em outra cidade, voltando apenas para dormir, sendo, portanto, a mobilidade pendular um elemento característico importante para o melhor entendimento desse objeto de estudo. Pessoas que trabalham ou estudam em municípios diferentes daqueles em que vivem. 
São cidades essencialmente utilizadas como local de residência enquanto as demais atividades cotidianas, sobretudo o trabalho, são realizadas em outros municípios. 
Dentre as características sociais, destacamos a renda per capita, os níveis de pobreza, o analfabetismo, e o Índice de Desenvolvimento Humano.
Os deslocamentos motorizados nas cidades frequentemente ocorrem por meio de veículos particulares e pelo transporte público.
Diante das transformações ocorridas nas cidades nas últimas décadas, observa-se que o crescimento urbano deu lugar à acomodação da população no próprio tecido urbano, como é o caso do movimento pendular, os deslocamentos intraurbanos diários e frequentes em função de estudo e trabalho. Frequentemente estes deslocamentos – que têm origem nas cidades dormitório e vão em direção às cidades polo – ocorrem por meio do transporte público, que apresenta-se muitas vezes como única opção, principalmente para a população de baixa renda. Grande parte da população desloca-se diariamente para realizar suas atividades de trabalho, estudo, serviços e lazer, por meio do transporte público e de veículos particulares.
Em termos da dimensão ambiental, as cidades-dormitório são mencionadas porque são associadas às áreas com pouca infraestrutura urbana, sobretudo àquelas relacionadas ao saneamento básico, abastecimento de água, transporte entre outros, onde as taxas de crescimento demográfico são elevadas, principalmente no que se refere ao crescimento populacional de baixa renda.
Em termos dos riscos ambientais destaca que as áreas de maior crescimento populacional são justamente as áreas de risco ambiental, pobres e periféricas.
Já na metrópoles os problemas ambientais que afetam a qualidade de vida da população são bastante comuns como a ocupação de áreas frágeis e/ou protegidas, desmatamento, poluição do ar (causada principalmente por veículos automotores e indústrias), poluição sonora e contaminação dos cursos d`água (principalmente por esgoto residencial e industrial).
Observando o fluxograma, podemos ter uma visão, da diferença que existe entre uma cidade dormitório e uma metrópole, o que ocasiona a necessidade de deslocamento, por meio de transportes, entre uma cidade a outra. 
CIDADE DORMITÓRIO
TRANSPORTE
METRÓPOLE
RESTAURANTES
LOJAS
ESCOLAS
SUPERMERCADOS
TABELIONATOS
ASSOCIAÇÕES
CARTÓRIOS
ACADEMIAS
UNIVERSIDADES
PRAÇAS
HOSPITAIS
POSTO DE SAÚDE
INDÚSTRIAS
MINI MERCADOS
BANCOS
FARMÁCIAS
ACADEMIA
CLUBES
PARQUES
REDE DE 
FARMÁCIAS
PARQUES
CINEMA
FONTES:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Cidade_dormit%C3%B3rio
https://pt.wikipedia.org/wiki/Metr%C3%B3pole/
file:///C:/Users/USER/Downloads/290-75-PB%20(4).pdf/
Planejamento Urbano e Ambiental
Primeiros Socorros