A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Interações Medicamentos x Alimentos

Pré-visualização | Página 1 de 1

Interações Medicamentos x Alimentos
Definição : Reações físicas, químicas e fisiológicas entre um medicamentos e
alimento
As interações se tornam clinicamente relevantes quando :
1) alterar a resposta terapêuticas e/ou
2) Compromete o estado nutricional do paciente
Relação entre medicamentos e nutrientes e bi direcional ; podem afeitar o nutrientes
e estado nutricional
Quando as consequências são sobre medicamentos , podem se resultar em
alterações na farmacocinética (absorção, digestão e excreção) ) e isso resulta na
alteração plasmáticas do mesmos. Podendo ter alteração no efeito farmacológico
Por outro lado o medicamento pode ter efeito no nutriente e estado nutricional,
podendo afetar absorção, digestão podendo afetar o estado nutricional do paciente.
O medicamento pode estimular via anorexígena e orexígenas. E por isso que
pacientes podem relatar que emagreceu/engordou sobre uso de determinado
medicamento.. E isso pode ser um efeito adverso ou efeito intencional.
Não tem um fármaco seguro com evidências que estimulem o apetite. E isso seria
importante na caquexia. A ingestão de alimentos pode ser afetada por efeitos
adversos de medicamentos, alguns alteram paladar e alfato. Alguns podem deixar
gosto metálico, algumas náuseas, enjoo, e lesões na boca e tudo isso altera o
apetite.
Podem ter efeitos adversos que resultem em diarreia (acelera velocidade de
trânsito, diminui de contato e reduz absorção nutrientes) , podem ter interações
físico-química, alteração de pH. Tudo isso, pode ser feito adverso do medicamento
ou efeito farmacológico desejado. Tratamento obesidade existe medicamento que
inibe a lipase gástrica e pancreática e com isso tem menor absorção de gordura. So
que com isso vem uma diminuição das vitaminas Lipossolúveis
Existem medicamentos que altera o metabolismos das vitaminas do complexo B ,
ácido fólico, piridoxina. Alguns medicamentos podem aumentar ou diminuir excreção
renal de íons como lítio e outros eletrolitos(mag, calcio, potassio). Potássio devemos
ficar atento com utilização diuréticos
Pacientes mais suscetíveis a essas interações são pacientes que sam varios
medicamentos. E muitos ja sao idosos
Pacientes com estado nutricional alterado, tanto obesidade como desnutrição tornas
suscetíveis a essa interação. Sondas. E etilistas crônicos. efeitos do álcool aumenta
suscetibilidade a interações (interações farmacocinética e farmacodinâmica)
Existem também medicamento que devemos ficar atentos no qual tem uma janela
terapêutica estreita ou seja concentração mínima para ter um resposta desejada e
muito próxima da concentração mínima para desenvolvimento toxicidade. Qualquer
flutuação na concentração plasmática pode resultar ou efeito subterapêutico(nao
funcionou) ou toxicidade.
INTERAÇÕES FARMACODINAMICA
Podem ser sinérgicas : quando os efeitos dos nutrientes e medicamentos se domam
Ou
Antagônicas : um neutraliza o efeito do outro. tendo diminuição da eficácia do
medicamento
Sinérgicas : efeito aditivo
Cafeina c/ metilfenidato (ritalina) : podem potencializar os feitos adversos gerando
tremor, nervosismo e insônia. Porque os 2 aumentam a concentração de dopamina
no SNC. Farmacodinâmica sinérgica pq os dois medicamentos irao fazer as
mesmas coisas
antagônica :
A cafeína também pode provocar interação farmacodinâmica antagônica, isso
acontece quando e administrado com benzodiazepínicos (tratamento ansiedade e
insônia). Administração cafeína neutraliza os efeitos ansiolíticos dos mesmos. E isso
foi demostrado em humanos com dose de 300 mg cafeina. Uma lata de red bull 80
mg de cafeína, a mesma quantidade de 100 mil litros de café
O álcool é um depressor do SNC e quando são ingeridos por pessoas em
tratamentos com medicamento com ação depressora podem causar depressão
grave do SNC podendo resultar na perda de consciência e depressão respiratória.
Ingestão de álcool por aqueles que estejam fazendo uso desses medicamentos não
é recomendado pq resulta numa interação farmacodinâmica sinérgica que pode ter
consequência grave