A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Anatomia e cinesiologia da mão e punho

Pré-visualização | Página 1 de 1

anatomia e cinesiologia da mão e punho
 A articulação do punho é uma das articulações mais complexas. 
É composta de suas articulações: RADIOCARPAL formada pelo rádio e pelos ossos carpais escafoide, semilunar e piramidal, é do tipo Sinovial Elipsóidea, em que a parte côncava do rádio se articula com a parte convexa dos ossos carpais. 
Essa articulação realiza os movimentos de flexão e extensão, como também de adução e abdução, caracterizando como movimentos biaxias, eles juntos formam o movimento de circundução. 
A ulna não faz parte da articulação RADIOCARPAL por causa do disco articular existente nessa região, assim como o osso pisiforme. 
A articulação MEDIOCARPAL que fica entre as fileiras dos ossos carpais, possuem um formato irregular, sendo classificada como uma articulação plana. 
Além dessas, tem –se também a articulação CARPOMETACARPAL, que está entre os ossos do carpo e do metacarpo que possuem uma função mais direta sobre toda a movimentação da mão.
MOVIMENTOS 
O punho realiza os movimentos de flexão a 90° e extensão a 70° no plano sagital. E adução 35° e abdução a 25° que acontece no plano frontal.
Nos demais movimentos a sensação de estiramento dos tecidos moles já na abdução, a uma sensação de limitação por contato ósseo entre o processo estiloide do rádio e o osso escafoide.
LIGAMENTOS 
Existe 04 ligamentos na articulação radiocarpal, que fornecem maior sustentação ao punho, que são: o ligamento colateral radial do carpo, lig colateral ulnar do carpo ( fornecem suporte lateral).
Lig radiocarpal palmar é um ligamento resistente e espesso, que limita a extensão do punho. É um dos ligamentos mais importantes pois a maior parte das atividades do punho ocorre em extensão. Além disso, é um ligamento mais propenso a sofrer estiramento ou entorse. 
Lig radiocarpal dorsal, é um ligamento que limita o grau de flexão da mão. Não é um ligamento tão forte quanto o ligamento radiocarpal palmar, pois as forças atuantes sobre a flexão de punho são bem menores do que as que atuam na extensão. 
A capsula articular que possui a articulação radiocarpal, esta envola pelas ligamentos colaterais e radiocarpais. O disco articular está na parte distal da ulna e se articular com os ossos piramidal e semilunar. Como já sabemos, essa estrutura articular atua como um absorvedor de impacto e preenche toda aquela região pós ulna. 
A aponeurose palmar é fina e triangula, sobre os tendões dos músculos extrínsecos e fornece proteção. 
MUSCULOS 
Na cadeia anterior rem-se: flexor ulnar do carpo, flexor radial do carpo e palmar longo
Na cadeira posterior tem-se: extensor radial longo do carpo, extensor radial curto do carpo e extensor ulnar do carpo. 
Considerações acerca dos músculos: 1. Os musc flexores se inserem no epicôndilo medial e os extensores no epicôndilo lateral. 2. O ponto de inserção dos musc do punho é um osso metacarpal, exceto palmar longo. 3. Os nomes dos músculos descrevem sua função 
INERVAÇÃO 
De modo geral, apesar das divergências entre os autores sobre a inervação segmentar, o restante é bem direto: o nervo radial inerva os músculos posteriores, o medial inerva os músculos anteriores na região tenar, e o nervo ulnar inerva os músculos da região hipotênar da mão. 
MÃO
A mão esta localizada na parte distal do MMSS, e é formada pelos ossos metacarpais e pelas falanges. Segundo Lippert, é a parte mais funcional do MMSS, pois utilizamos-as em vaarias tarefas, as demais articulações auxiliam a mão para que ela possam funcionar em diversas posições. 
ARTICULAÇÃO DO POLEGAR 
Possui três articulações: artc. Capometacarpal carpofalangica e interfalangica. 
CMC: sinovial selar, duas faces articulares. Possibilita maior mobilidade do que as articulações CMC dos outros dedos, e também proporciona estabilidade. Ela torna possível os movimentos de flexão, extensão, abdução, adução e também de oposição e reposição. O movimento de oposição ocorre com a unão dos movimentos de flexão e abdução, com uma rotação, a reposição é a falta a posição anatômica. 
As articulações MCF e IF são uniaxiais, pois permitem apenas flexão e extensão, são do tipo sinovial gínglimo. 
ARTICULAÇÃO DO 2° AO 5° DEDO
Cada dedo possui 4 articulações, que são: CMC, MCF, IFP, IFM, IFD.
CMC: são sinoviais do tipo planas (irregulares), e proporciona maior estabilidade do que mobilidade apesar o quinto dedo realizar um pequeno grau de oposição do quinto dedo 
MCF: sinovial elipsoidea, biaxial. Fazem os movimentos de flexão, extensão, hiperextensão, abdução e adução.
Além das articulações interfalangianas, quem permitem apenas os movimentos de flexão e extensão. São do tipo gínglimo. 
LIGAMENTOS 
Retinaculo dos músculos flexores, são faixas fibrosas que tem como principal função manter os tendões flexores do punho impedindo o afastamento durante o movimento. É formado pelo ligamento carpal palmar, e o carpal transverso. 
Retinaculo dos músculos extensores, que mantem os tendões dos músculos extensores próximos durante o movimento. 
ARCOS PALMARES 
Arco palmar próxima 
Arco palamar distal 
Arco longitudinal 
 FUNÇÃO DA MÃO
A mão apresenta várias funções, dentre elas as de pegar ou de preensão, ou seja, possui a capacidade de segurar ou manipular objetos.