A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
25 pág.
Redação UECE

Pré-visualização | Página 5 de 8

uma das mais internacionais de todas as empresas portuguesas, com operações em 
dezenas de países, de todos os continentes. Há mais de um século que está presente neste 
setor de atividade, tendo contribuído decisivamente para a divulgação mundial da cortiça. 
Enfrentamos com êxito as apostas que fomos fazendo e que nos permitiram 
alcançar a destacada posição que atualmente detemos no mercado mundial. De uma 
GÊNEROS TEXTUAIS 
 
 17 OSG.: 076466/13 
 
simples unidade familiar de produção de rolhas para vinhos, passamos à liderança de todo 
o sector da cortiça (sem detenção de floresta), desenvolvendo novos produtos e aplicações 
de cortiça, integrando o processo produtivo, garantindo a valorização econômica da 
cortiça sem produção de resíduos, investigando e inovando, rumo ao reforço da qualidade 
e da diversidade da oferta. 
A emergência de um novo paradigma – a viabilidade das atividades 
desenvolvidas numa perspectiva que integre simultaneamente as vertentes econômica, 
social e ambiental – tem determinado a importância crescente do contributo de cada 
agente, seja empresa seja consumidor, na construção de um mundo melhor. Neste sentido, 
surge, como fator distintivo no consumo responsável, a característica ecológica do 
produto, o que potencia o reconhecimento das vantagens comparativas dos produtos da 
CORTICEIRA AMORIM. 
Nesta área, a CORTICEIRA AMORIM, (...) num processo de transformação 
integrado, que praticamente não gera desperdício, tem pautado a sua atividade pela adoção 
e reforço de práticas de desenvolvimento sustentável. 
A confiança da CORTICEIRA AMORIM no futuro mantém-se. A crescente 
exigência dos mercados por produtos naturais de qualidade reforça essa confiança. E é 
com essa confiança que encaramos os novos desafios, na prossecução, simultânea, da 
prosperidade econômica, da justiça social e da qualidade do ambiente. 
 
António Rios de Amorim 
Presidente do Conselho de Administração 
CORTICEIRA AMORIM S.A. 
Disponível em http://www.amorim.com 
 
Obs.: No caso desse exemplo, o nome do remetente aparece, mas, em concursos vestibulares, não deve haver 
identificação. 
 
 
 
 
 
10. NOTÍCIA 
 
É um texto narrativo que apresenta um fato. Normalmente, há pessoas 
envolvidas; o tempo e o lugar do fato; como e por que ocorreu tal fato. Tem, como 
propósito comunicativo, informar. A linguagem é objetiva e impessoal. 
 
• Estrutura 
1. Título - que sintetiza o fato. 
2. Introdução - que identifica o fato. 
3. Parágrafos que narram todos os aspectos do fato. Há uma progressão temática: o 
que, quem, onde, quando, como, por que e para que. 
4. Fechamento: encerra o texto com mais algumas informações sobre o fato. 
Proposta IX 
Imagine que você é o aniversariante do mês. Redija uma mensagem de 
acolhimento, aos seus colegas de classe que forem à festa. 
GÊNEROS TEXTUAIS 
 
 18 OSG.: 076466/13 
 
• Exemplo 
 
Vereadores cobram ação nos terminais de Fortaleza 
O vereador Casimiro Neto apresentou, ontem, no plenário da Câmara Municipal 
de Fortaleza, um levantamento sobre os terminais de ônibus da Capital cearense. Ele não 
foi o único a levar para a tribuna a questão dos terminais. O vereador Carlos Dutra 
(PROS) questionou a segurança nos terminais. 
De acordo com Casimiro Neto, cerca de 850 mil passageiros utilizam diariamente 
os sete terminais fechados, através de 218 linhas de ônibus regulares. Segundo ele, são 25 
empresas operantes com uma frota de 1.776 ônibus. O vereador deixa claro ser 
responsabilidade da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) o controle, a 
regulação e a fiscalização dos sistemas de transportes coletivos da cidade que 
compreendem ônibus, táxi e moto-táxi. 
Segundo o vereador, o primeiro ponto na análise desses equipamentos que ele 
observou, foi sobre as condições de trabalho das pessoas que atuam nos terminais, 
afirmando ser “lastimável”. Conforme o parlamentar, motoristas, cobradores, porteiros, 
guardas municipais, zeladores, fiscais, além dos funcionários da praça de alimentação 
estão submetidos a riscos à saúde, causados pela exposição ao barulho. Além disso, há a 
poluição do ar e o sério problema da insegurança. 
“Hoje percebemos que existem grandes transtornos, especialmente nos horários 
de pico. Pessoas treinadas, educadas, uniformizadas, aptas a ajudar poderiam facilitar o 
acesso dos usuários, organizar as filas, orientar as pessoas e melhorar as condições de 
acesso”, argumentou. 
De acordo com o vereador, seria interessante também que representantes da 
Etufor fossem até a Câmara de Fortaleza, para apresentar as ações que estão sendo 
implementadas nos terminais, bem como aquelas que ainda vão ser postas em prática. “Ao 
mesmo tempo, solicitamos ao senhor prefeito que invista mais na estrutura física desses 
terminais, melhorando a acessibilidade, disponibilizando mais fiscais, oferecendo 
segurança e orientando os direitos e deveres de cada um”, pontuou. 
Disponível em http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=1333277 
 
OBS: Em situação real, as notícias têm título, que sintetiza a ideia geral do texto. Em alguns concursos vestibulares, no entanto, 
esse item não tem sido exigido. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Proposta X 
Redija uma notícia, cuja manchete é 
Caos no trânsito de Fortaleza 
GÊNEROS TEXTUAIS 
 
 19 OSG.: 076466/13 
 
11. RECEITA 
 
É um tipo de texto instrucional, injuntivo, que se caracteriza pela apresentação de 
uma série de procedimentos a serem seguidos. As receitas, em situação real, apresentam 
certo padrão: 
 
• Estrutura 
1. Título – identifica o assunto 
2. Ingredientes – informa quais os ingredientes devem ser utilizados. 
3. Modo de preparo – informa a sequência de ações, para construir a receita. 
4. Os verbos devem estar no imperativo. 
 
Obs.: 
I. Em situação de vestibular, todas essas etapas devem formar um texto, ou seja, tudo deve ser organizado de maneira 
coerente, com os respectivos elementos coesivos. Não deve haver listas ou frases soltas. 
II. Por ser apenas uma simulação, a receita também pode ser construída, sem que haja uma separação entre as partes 
que a compõem. 
 
• Exemplo 
Receita para passar no vestibular 
 
A receita para passar no vestibular é uma só: planejar a vida e cumprir, fielmente, 
o planejamento. 
Primeiramente, tenha consciência de que você não é de ferro; de que precisa 
estudar muito, mas de que também deve reservar um tempo para sua vida pessoal. 
Comece construindo uma tabela, dentro de cujas colunas você vai colocar 
exatamente o que vai fazer, hora a hora, em cada dia da semana. Cuidado: não exagere. 
Lembre-se de que você precisa fazer muitas outras atividades, além de estudar, como, por 
exemplo, conversar; ler; assistir a uma novela ou a um filme; ir ao Atlântico; rezar; ficar 
sozinho; pensar naquela pessoa, etc. 
Organizada a tabela, reserve um tempo para ler, principalmente jornais e revistas, 
pois essa atitude, quase sempre, salva você, na hora da prova de Redação. E, por falar em 
Redação, escreva uma por semana, pelo menos, e mostre-a ao seu professor de 
laboratório, para os devidos acertos. 
Reserve, também, um tempo para as disciplinas nas quais você tem mais 
dificuldades. Nos dias em que elas serão ministradas, redobre sua atenção e pergunte: 
pergunte tudo, ao professor. Se possível, peça a ajuda dele, fora do tempo de aula, mesmo 
sabendo que a vida de um professor é muito corrida. Apesar disso, ele também gosta de 
ser procurado, porque se sente eleito, por você. 
Por fim, siga a sua rotina com afinco, mas, se notar que está cansado, atenda ao 
pedido do seu corpo e ao da sua mente: descanse; tire uma manhã de domingo para ir à 
praia, ou ao cinema, ou ao encontro daquela pessoa. Tudo isso fará muito bem ao seu 
corpo e ao seu coração. 
Não se esqueça de