A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Hemograma

Pré-visualização | Página 1 de 1

Maria Eduarda Alencar Santos 3 periodo - UNL 
Maria Eduarda Alencar Santos 3 periodo - UNL 
Hemograma e Bioquímica do 
Sangue 
 
Conceito hemograma 
© É o exame utilizado para avaliar as três principais linhagens de 
células do sangue: hemácias, leucócitos e plaquetas 
 
Importante 
© “Hemograma” é diferente de “exame de sangue” 
© Quando se pede um exame de sangue deve-se especificar o que 
deve ser avaliado, por exemplo colesterol, teste para HIV, 
pesquisa de drogas ou dosagem de glicose 
© Já o hemograma é exclusivamente sobre as células sanguíneas 
 
Hemograma – sangue 
 
© Exame que avalia as células sanguíneas do paciente 
© É colhido com anticoagulante (EDTA) ou mistura de Paul-Heller 
para evitar a coagulação 
© Recomenda-se 24 h sem pratica de exercícios físicos e 48 h sem 
consumo de bebida alcoólica 
 
© Serve para ajudar no diagnostico e acompanhamento de 
doenças com anemia, infecções bacterianas ou virais, leucemias, 
dentre outras 
 
Quando solicitar 
© Paciente com cansaço, fraqueza, palidez cutâneo mucosa 
© Sangramento 
© Aparecimento de manchas roxas 
© Suspeita de infecções 
© Uso de imunossupressores 
 
 
 
Maria Eduarda Alencar Santos 3 periodo - UNL 
Maria Eduarda Alencar Santos 3 periodo - UNL 
Eritrograma 
 
© Realiza a contagem de hemácias, também chamados de 
eritrócitos ou glóbulos vermelhos 
© Por meio dele, por exemplo, é possível avaliar se o paciente tem 
anemia 
© Os fatores analisados são: hemácias em milhões, hemoglobina, 
hematócrito, Vol. Glob. Médio (VGM), Hem. Glob. Média (HGM), 
C.H Glob. Média (CHGM), RDW 
 
© A contagem de hemácias, hemoglobina e hematócrito são 
analisados em conjunto 
© Quando baixos, são indicativos de anemia; quando altos, de 
policitemia (excesso de hemácias circulantes) 
 
Hematócrito 
© O hematócrito é o percentual do sangue que é ocupado pelas 
hemácias 
© Em uma contagem de 45%, por exemplo, significa que 45% é do 
sangue é composto por hemácias e os 55% restante por água e 
outras substâncias diluídas 
© Quando seu percentual encontra-se muito elevado o sangue fica 
muito espesso atrapalhando o fluxo e favorecendo a formação 
de coágulos 
© Enquanto seu percentual baixo prejudica o transporte de oxigênio 
 
© A hemoglobina é uma molécula que fica dentro da hemácia 
sendo a responsável pelo transporte de maior parte do oxigênio 
 
Volume globular médio (VGM) 
© Também conhecido como volume corpuscular médio (VCM) 
© Mede o tamanho das hemácias 
 
© Elas podem ser classificadas em: 
1. Macrocíticas (hemácias grandes) 
2. Microcíticas (hemácias pequenas) 
3. Normocíticas (de tamanho normal) 
 
© Podendo portanto classificar os tipos de anemia 
 
Maria Eduarda Alencar Santos 3 periodo - UNL 
Maria Eduarda Alencar Santos 3 periodo - UNL 
© Hemácias macrociticas podem ser em decorrência de anemia 
por carência de ácido fólico ou por alcoolismo (sem anemia), por 
exemplo 
© Hemácias microciticas podem ser em decorrência de anemia por 
falta de ferro, por exemplo 
 
Concentração de hemoglobina corpuscular média (CHCM) 
© Também conhecida como “concentração de hemoglobina 
globular média” (CHGM) 
© Ela avalia a concentração de hemoglobina dentro da hemácia 
 
Hemoglobina corpuscular média (HCM) 
© Também conhecida como “hemoglobina globular média” (HGM) 
© Representa o peso da hemoglobina dentro das hemácias 
 
Obs.: tanto o CHCM quanto o HCM indicam a quantidade de 
hemoglobinas nas hemácias 
 
Obs2.: hipercrômicas = muitas hemoglobinas nas hemácias / 
hipocrômicas = poucas hemoglobinas nas hemácias 
 
RDW 
© É um índice que avalia a diferença de tamanho entre as 
hemácias 
© Quando elevado significa muitas hemácias de tamanhos 
diferentes circulantes 
© Podendo comumente indicar problemas em sua morfologia 
© Um exemplo disso é o RDW de um paciente com anemia 
 
Leucograma 
 
© Realiza a contagem de leucócitos, também chamados de células 
brancas 
© Esse agrupamento de células faz parte do sistema imune, eles vão 
identificar e atacar o microorganismo patógeno 
 
© Leucocitose = leucócitos aumentados (podendo indicar processo 
infeccioso ou mesmo leucemia) 
© Leucopenia = leucócitos diminuídos (podendo indicar lesões na 
medula óssea por diversos fatores) 
 
Maria Eduarda Alencar Santos 3 periodo - UNL 
Maria Eduarda Alencar Santos 3 periodo - UNL 
Neutrófilos 
© É o tipo de leucócito mais abundante em circulação 
© Geralmente muito presente em infecções bacterianas, por isso 
torna-se um indicativo 
© Seu tempo de vida varia entre 1 e 2 dias, por isso quando o 
processo infeccioso é controlado e a medula deixa de ser 
estimulada, seus níveis de concentração voltam rapidamente ao 
normal 
 
© Neutrofilia = aumento do número de neutrófilos 
© Neutropenia = redução do número de neutrófilos 
 
Segmentados e bastões 
© Bastões são neutrófilos jovens, recém formados e inexperientes 
© Em casos de infecções seu número circulante é elevado, o que 
chama-se de “desvio a esquerda” 
 
© Segmentados são neutrófilos maduros 
© Eles permanecem em maior quantidade quando o individuo está 
saudável 
 
Linfócitos 
© É a principal linha de defesa contra infecções por vírus e contra o 
surgimento de tumores, além de produzir os anticorpos 
© Em caso de infecção viral, seu número aumenta a ponto de 
ultrapassar o de neutrófilos circulantes 
 
© Linfocitose = aumento do número de linfócitos 
© Linfopenia = diminuição do número de linfócitos 
 
Obs.: existem também os linfócitos atípicos que são um grupo de 
linfócitos com morfologia diferente. Pode ser estimulado por doenças 
autoimunes, por exemplo, síndrome de Guillain-Barrè 
 
Monócitos 
© Agem tanto em processos infecciosos virais quanto bacterianos 
© No sistema imune vão agir se transformando em macrófagos 
© Em tuberculose, por exemplo, encontram-se bastante elevados 
 
Maria Eduarda Alencar Santos 3 periodo - UNL 
Maria Eduarda Alencar Santos 3 periodo - UNL 
Eosinófilos 
© Agem combatendo parasitas e estão intimamente relacionados 
com as alergias 
© Seu aumento pode indicar uma reação alérgica 
 
© Eosinofilia = aumento de eosinófilos 
© Eosinopenia = diminuição de eosinófilos 
 
Basófilos 
© É o tipo de leucócito menos abundante 
© Geralmente envolvido com processo alérgicos e estados de 
inflamação crônica 
 
Plaquetograma 
 
© Realiza a contagem de plaquetas 
 
Plaquetas 
© São responsáveis por dar inicio ao processo de coagulação 
quando necessário 
© O valor normal é entre 150.000 e 450.000 mas até valores próximos 
a 50.000 o organismo é capaz de cumprir sua função 
 
© Trombocitopenia = redução do número de plaquetas, abaixo do 
mínimo 
© Trombocitose = aumento do numero de plaquetas, acima do 
máximo esperado 
 
Termos importantes 
 
© Quando temos redução de apenas uma linhagem, pode ser 
anemia, leucopenia ou trombocitopenia. Claro que dependendo 
de qual célula estiver baixa 
© Já quando temos redução em duas linhagens, chama-se 
bicitopenia 
© Enquanto redução nas três linhagens é pancitopenia 
 
Obs.: o plasma é a parte liquida do sangue, nele encontra-se albumina 
e fibrinogênio