A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
50 pág.
Técnico em Secretaria Escolar Subsequente EAD

Pré-visualização | Página 4 de 11

Básica. Por uma política de valorização dos 
trabalhadores em educação. Em cena os funcionários de escola . Brasília, set. 2004. 
BRASIL. Ministério Educação. Secretaria de Educação Básica. Funcionários de Escola: 
cidadãos, educadores, profissionais e gestores/elab orador: João Antônio Cabral 
Monlevade- Brasília: Universidade de Brasília, Centro de Educação a Distância, 2005. [ Links ] 
FREIRE, Paulo. Ação cultural para a liberdade . 6ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982. 
_____. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à práti ca educativa . 15ª ed. São 
Paulo: Paz e Terra, 2000a. 
_____. Pedagogia do oprimido. 12ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983. 
 
 
 
3 - Homem, Pensamento e Cultura: abordagens 
filosófica e antropológica 
 
CARGA HORÁRIA: 60 horas 
EMENTA: 
Processo de construção da cidadania. Filosofia como instrumento de reflexão e prática. 
Ética, moral e política. O ambiente físico e social. Relações homem-natureza. Aspectos e 
valores culturais. Linguagem e comunicação. 
OBJETIVOS: 
Promover a apropriação e criação de condições teórico-práticas, numa abordagem filosófica e 
antropológica sobre o homem, o pensamento e a cultura, possibilitando a construção da 
identidade de educador profissional. 
Bibliografia Básica: 
BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. São Paulo: Imprensa Oficial, 1999. 
 [ Links ] 
BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação: 9394/96 . Rio de Janeiro: Ed. Esplanada, 
1998. [ Links ] 
BRASIL. Lei 9424 de 24.12.96. Dispõe sobre o Fundo de Manutenção e Desenvolviment o 
do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistéri o. Diário Oficial da União, Brasília, 
DF, 26 dez. 1996. [ Links ] 
BRASIL. Ministério Educação. Secretaria de Educação Básica. Homem, pensamento e 
cultura : abordagens filosófica e antropológica : f ormação técnica /elaboração:Dante 
Bessa. Brasília: Universidade de Brasília, Centro de Educação a Distância, 2005. [ Links ] 
 
Bibliografia Complementar 
17 
 
 
 
BRASIL. MEC. Secretaria da Educação Básica. Programa Nacional de Fortalecimento dos 
Conselhos Escolares. Conselhos Escolares : uma estratégia de gestão democrática da 
Educação pública. Brasília, Nov. 2004. 
 
FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à práti ca educativa . 15ª ed. 
São Paulo: Paz e Terra, 2000a. 
 
_____ ; SHOR, Ira. Medo e ousadia: o cotidiano do professor. Trad. Adriana Lopez. 2ª ed. 
Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987. 
 
LARAIA, Roque de Barros. Cultura: um conceito antropológico. 12ed. Rio de Janeiro: Jorge 
Zahar, 1999. 
 
MONLEVADE, João Antônio Cabral de. Funcionários de Escolas pública: educadores 
profissionais ou servidores descartáveis? Brasília: IDEA, 1996. 
 
 
 
4- Relações Interpessoais: abordagem psicológica 
 
CARGA HORÁRIA: 60 horas 
 
EMENTA: Processo de desenvolvimento humano: infância, adolescência, fase adulta e 
velhice. Relações e práticas pedagógicas educativas na escola. Relações interpessoais na 
perspectiva da construção coletiva na educação. Desenvolvimento afetivo e cognitivo. 
OBJETIVOS: 
Propor uma reflexão teórica sobre os aspectos do desenvolvimento psicológico e o papel da 
escola na formação do sujeito. 
Bibliografia Básica: 
BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. São Paulo: Imprensa Oficial, 1999. 
 [ Links ] 
BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação: 9394/96 . Rio de Janeiro: Ed. Esplanada, 
1998. [ Links ] 
BRASIL. Lei 9424 de 24.12.96. Dispõe sobre o Fundo de Manutenção e Desenvolviment o 
do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistéri o. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 
26 dez. 1996. [ Links ] 
BRASIL. Ministério Educação. Secretaria de Educação Básica. Relações interpessoais : 
abordagem psicológica / Regina Lúcia Sucupira Pedrosa. Brasília: Universidade de Brasília, 
Centro de Educação a Distância, 2005. [ Links ] 
 
18 
 
 
 
Bibliografia Complementar 
FREIRE, Paulo. Ação e cultura para a liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1976. 
_____. Pedagogia do oprimido . 12ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983. 
_____. Pedagogia dos sonhos possíveis . São Paulo: UNESP,2001. 
WALLON, H. Objectivos e métodos da psicologia . Lisboa: Estampa, 1975. 
 
_____. Psicologia e educação da criança . Lisboa: Estampa, 1979. 
 
 
5- Educação, Sociedade e Trabalho: abordagem 
sociológica da educação 
 
CARGA HORÁRIA: 60 horas 
 
EMENTA: 
A sociologia como resposta intelectual às transformações sociais resultantes da Revolução 
Industrial, do Industrialismo e da Revolução Francesa. Elementos e características do 
Funcionalismo e do Materialismo Dialético. Educação na perspectiva conservadora: o 
registro conservador de Émile Durkhein e a influência do pensamento liberal de John Dewey 
e da Teoria do Capital Humano. Educação na perspectiva crítica: educação como 
reprodutora da estrutura de classes ou como espaço de transformação social. 
Reestruturação capitalista, reformas do Estado e o mundo do trabalho: o desenvolvimento 
das relações de trabalho na história da humanidade. A reestruturação do modo de produção 
capitalista. As reformas do Estado, o papel da escola e o compromisso social dos 
trabalhadores da educação. 
OBJETIVOS: 
Analisar Educação, Sociedade e Trabalho a partir de uma abordagem sociológica da educação. 
Bibliografia Básica: 
BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. São Paulo: Imprensa 
Oficial, 1999. [ Links ] 
BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação: 9394/96. Rio de Janeiro: Ed. 
Esplanada, 1998. [ Links ] 
BRASIL. Lei 9424 de 24.12.96. Dispõe sobre o Fundo de Manutenção e 
Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valoriza ção do Magistério . Diário 
Oficial da União, Brasília, DF, 26 dez. 1996. [ Links ] 
BRASIL. Ministério Educação. Secretaria de Educação Básica. Educação , 
sociedade e trabalho : abordagem sociológica da educação/ elaboração: Ricardo 
Gonçalves Pacheco e Erasmo Fortes Mendonça. Brasília: Universidade de Brasília, 
Centro de Educação a Distância, 2005. [ Links ] 
Bibliografia Complementar 
19 
 
 
 
COSTA, Maria Cristina Castilho. Sociologia : introdução à ciência da sociedade. São Paulo: 
Moderna, 1987. 
 
COTRIN, Gilberto. História e consciência do mundo . 11. ed. V 2 .São Paulo: Saraiva, 1997. 
 
CUNHA, Luiz Antônio. Educação e desenvolvimento no Brasil . Rio de Janeiro: Francisco 
Alves, 1975. 
 
PACHECO, Ricardo G. e Mendonça, Erasto Fortes. Bolsa-Escola e Renda Minha. Educação 
e renda mínima na visão das mães. Brasília-DF. Dissertação de mestrado. UnB, 2005. 
 
D’ÁVILA, José Luiz Piotto. A crítica da escola capitalista em debate. Petrópolis-RJ, Ijuí: 
Fundação de Integração, Desenvolvimento e Educação no Noroeste do Estado, 1985. 
 
 
6- Gestão da Educação Escolar CARGA HORÁRIA: 60 horas 
EMENTA: 
Administração e gestão da educação: concepções, escolas e abordagens. A gestão da 
educação: fundamentos e legislação. Reforma do Estado brasileiro e a gestão escolar. Gestão, 
descentralização e autonomia. Gestão democrática: fundamentos, processos e mecanismos de 
participação e de decisão coletivos. 
OBJETIVOS: 
Possibilitar a compreensão das diferentes concepções, abordagens e relações da gestão na 
educação escolar. 
Bibliogr afia Básica: 
BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil . São Paulo: Imprensa Oficial, 1999. 
 [ Links ] 
BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação: 9394/96 . Rio de Janeiro: Ed. Esplanada, 
1998. [ Links ] 
BRASIL. Lei 9424 de 24.12.96. Dispõe sobre o Fundo de Manutenção e Desenvolviment o 
do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistéri o. Diário Oficial da União, Brasília, 
DF, 26 dez. 1996. [ Links ] 
BRASIL. Ministério Educação. Secretaria de Educação Básica. Gestão da educação escolar / 
elaboração: Luiz Fernandes Dourado Brasília: Universidade de Brasília, Centro de 
Educação a Distância, 2005. [ Links ]

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.