A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
Adequação do Meio Bucal

Pré-visualização | Página 2 de 2

nem pontas 
diamantadas para a remoção de cárie. 
OBS: 
Ponta → desgasta 
 Broca → corta 
 
● O tamanho da broca dependerá do 
tamanho da cavidade. 
CIV – Cimento de Ionômero de 
Vidro 
 
 
→ É um material provisório 
● Vantagens 
→ Adesividade em estrutura 
→ Liberação de flúor 
→ Biocompatibilidade 
→ Coeficiente de expansão térmica similar 
ao dente 
● Desvantagens 
→ Baixa resistência ao desgaste 
→ Estética inferior- opacidade 
 → Baixa resistência à compreensão/tração 
OBS: caso o material fique dentro da 
cavidade do paciente por muito tempo ele 
pode ficar rebaixado ou quebrar devido a 
sua baixar resistência a tração. 
 
 
● É inserido de uma vez só na cavidade 
(diferente da resina que é inserido 
incremento por incremento) 
 
 
 
 
● Pode ser inserido por dois instrumentos: 
 
→ A espátula suprafil pode servir para 
melhorar a adequação na cavidade 
O ionômero de vidro convencional 
vai ter: 
● Adesão boa 
→ Principalmente quando condiciona essa 
dentina com ácido poliacrilico 
● Vai mineralizar essa dentina 
(remineralizando) por conter trocas iônicas 
● Vai ser inserido em uma única camada 
● Vira um reservatório de flúor (liberação 
de flúor que vai ajudar na remineralização 
do meio) 
● Pode ser feito em isolamento absoluto, 
mas na escavação não precisa 
● Sempre seguir as instruções do fabricante 
●Estética 
→ Em relação a estética ele não é tão bom 
quando comparado com a resina composta, 
pois ele é meio opaco 
● Solubilidade 
→ Pouco solúvel 
→ Tem que ser protegido principalmente 
pelos fluidos bucais nas primeiras 24h para 
que seja criada a presa (24-48h) para que 
ele não venha a se degradar mais rápido 
ainda 
OBS: Pode ser feito um isolamento do 
campo operatório para ajudar a adesividade 
do material. Mas no caso da escavação não 
precisa, pode ser colocado o CIV mesmo 
sem isolamento absoluto. 
Caso Clínico 
 
● Uma cavidade com cárie que foi removida 
utilizando uma cureta de dentina ou uma 
broca em baixa rotação (CARBITE) e depois 
restaura com ionômero de vidro. 
↳ Tenta fechar maior parte da cavidade que 
tinha 
Consistência do Ionômero de Vidro 
● Insere-se como se fosse uma massa única 
 
● Outro material que pode ser utilizado 
como provisório: 
Cimentos a base de óxido de zinco e 
eugenol (IRM) 
● Era muito usado antigamente antes de ter 
o CIV 
● Fácil de ser manipulado e de baixo custo 
● Utilizado em emergência odontológica 
● Usado em pacientes com pulpite por ter 
efeitos anti-inflamatórios e por ser 
antibactericida 
● Desvantagens 
→ Não tem uma estética bonita 
→ Não possui adesividade (ele fica por 
atritamento mecanico ‘’aperta e fica’’) 
→ Não é compativel em resina composta 
→ O eugenol não pode estar em contato 
com a polpa por poder ser tóxico 
→ O eugenol pode ser sedativo e possui 
propriedades mecânicas baixas e alta 
solubilidade 
→ O eugenol diminui a polimerização da 
resina 
Como o flúor atua? 
É importante que ocorra a consccientização 
do paciente para que ele faça uma 
escovação adequada 
● Forma que o paciente pode ter mais 
contato com o flúor: 
→ Água fluoretada 
→ Dentifrício fluoretado 
→ Soluções fluoretadas 
→ Géis e espumas fluoretadas 
→ Vernizes fluoretados 
→ Materiais odontológicos 
● Dentifrício fluoretado 
→ Ele aumenta a concentração de flúor 
cerca de 40x a mais e tenta diminuir a 
desmineralização 
→ Pode formar um reservatório como 
fluoreto de cálcio ou como se transformar 
em flúor apatita gerando mais resistências 
 
 
 
→ Biofilme + açúcar vai fazer com que a 
doença cárie tenha uma progressão maior 
 O biofilme + açúcar ambos são prejudiciais, 
mas com o flúor ele vai dar mais 
resistências. 
 
 
● Esse flúor pode ser aplicado tanto nas 
escolas como nos consultórios odontológicos 
com um cotonete ou utilizar esse modelo 
descartável onde é colocado flúor e o 
paciente morde 
 
● Pode ser colocado também o verniz 
fluoretado que possui uma quantidade muito 
maior de flúor 
↳ Apenas de uso profissional 
→ Muito utilizado em manchas brancas com 
um pincel e é necessário que o paciente 
não escove naquela região enquanto o 
produto está agindo 
↳ Atua na remineralização da mancha 
branca 
 
● Outra maneira utilizada é por meio de 
bochechos semanais ou diários 
 
 
 
Beatriz Marques – S3 
Acabamento e Polimento 
● É importante porque algumas vezes pode 
ser que não foi feito de forma adequada a 
restauração e o material fica com uma 
ponta que acumula biofilme 
→ Redução de nichos retentivos de placas 
 → Remoção de excessos 
 → Facilita a inspeção visual das margens 
OBS: A resina tem seu polimento e o 
amalgama tem seu polimento 
Beatriz Marques – S3