Buscar

TEXTOS DE ANÁLISE PESSOAL

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 16 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 6, do total de 16 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 9, do total de 16 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

Leitura e Produção de 
Textos Acadêmicos
e Didáticos
Textos de Análise Pessoal
Responsável pelo Conteúdo:
Profa. Dra. Edda Curi
Revisão Textual:
Profa. Ms. Selma Aparecida Cesarin
5
Textos de Análise Pessoal
Nesta unidade, trabalharemos os seguintes tópicos:
• Resenha ou Resumo?
• Resenha: Diferentes usos e desenvolvimento
Fonte: iStock/Getty Im
ages
 · Compreender a importância dos Textos de Análise Pessoal.
6
Unidade: 
Contextualização
Antes de explorar o material da Unidade Textos de Análise Pessoal, é importante mobilizar 
os conhecimentos prévios que você possui a respeito do gênero resenha. 
Esses conhecimentos servem como ponto de partida para a reconstrução de saberes 
incorporados ao longo da sua formação.
A partir dos questionamentos a seguir, você poderá refletir e responder o que já sabe a 
respeito do assunto:
 · Afinal, o que é uma resenha?;
 · Como podemos identificar que um texto se trata de uma resenha?;
 · Qual a finalidade da resenha?
7
Resenha ou Resumo?
No trecho de Machado et al. (2007), podemos identificar dois gêneros acadêmicos.
Inúmeros tipos de textos se caracterizam por apresentar informações 
selecionadas e resumidas sobre o conteúdo de outro texto. Outros, além de 
apresentar essas informações, também apresentam comentários e avaliações 
(MACHADO ET AL., 2007, p.15).
A partir do pequeno fragmento, distinguimos dois tipos de textos que muitas vezes são 
confundidos entre si. 
Vejamos o quadro com a identificação e definição de cada um:
Inúmeros tipos de textos se 
caracterizam por apresentar 
informações selecionadas e 
resumidas sobre o conteúdo de 
outro texto.
Resumo: a frase destacada 
caracteriza a defi nição de resumo.
Outros, além de apresentar essas 
informações, também apresentam 
comentários e avaliações.
Resenha: a frase em destaque 
mostra que a resenha, além de 
apresentar as informações resumidas 
de um texto, é complementada por 
uma análise pessoal do leitor.
Resenha: a frase em destaque mostra que a resenha, além de apresentar as informações 
resumidas de um texto, é complementada por uma análise pessoal do leitor.
A resenha, como Texto de Análise Pessoal, possibilita identifi car se aquele que escreve 
apresenta domínio e profundidade sobre o assunto lido. Podemos avaliar se no texto são 
empregadas comparações, julgamentos de valor, se há concordâncias e discordâncias. 
Todas essas revelam se há maturidade intelectual e cultural ou, até mesmo, se o texto foi 
lido e compreendido plenamente pelo leitor.
8
Unidade: 
Resenha: diferentes usos e desenvolvimento
A resenha pode ser utilizada para relatar qualquer acontecimento da realidade, não só no 
âmbito acadêmico, o que caracteriza sua funcionalidade social de veicular informação e formar 
opinião do público a respeito de um filme, uma peça teatral, uma reportagem e um livro, entre 
outros. Esta se caracteriza como uma variante não acadêmica.
Vejamos, a seguir, um exemplo de resenha comum nos veículos de informação:
“[...] É sensacional! Méritos para o estreante, roteirista e diretor Sylvain 
Chomet, que criou um universo charmoso e criativo, no qual opta por espelhar-
se no cinema mudo apresentando uma mistura de raros diálogos, canções 
e movimentos. Além da simples história que exibe uma trama cativante e 
envolvente, o encanto certamente está no gráfico em 2D, devido aos divertidos 
traços caricaturados das feições humanas e dos ambientes com cores leves. 
[...]” (MORGAN, Ricardo. As Bicicletas de BelleVille. In: MACHADO, Ana 
Rachel; LOUSADA, Eliane; ABREU-TARDELLI, Lilia Santos. Resenha. São 
Paulo: Parábola Editorial, 2004. p.17)
O exemplo se refere à resenha de um filme. Observamos que algumas palavras como 
“sensacional, charmoso, criativo, cativante e envolvente” nos indicam a opinião do resenhista 
sobre a trama. Apesar de sucinto, o texto contempla os seguintes aspectos:
 · Resumo prévio, para situar o leitor sobre o contexto (nome do diretor do filme, cinema 
mudo);
 · Descrição das informações mais importantes (trama e produção gráfica do filme em 2D);
 · Posicionamento crítico a respeito do objeto resenhado ao longo do texto.
Seja a resenha de um livro, filme ou artigo científico, o texto deve seguir a mesma estrutura.
Vejamos a resenha do livro Amanhecer abaixo:
Stephenie Meyer, autora dos três livros anteriores da saga Crepúsculo (Crepúsculo, Lua 
Nova e Eclipse), no quarto livro, que traz o desfecho da série, tem a importante missão de 
atender à expectativa de milhões de leitores que anseiam pelo final da história de amor entre 
o vampiro Edward Cullen e sua namorada humana, Bella Swan. Em Amanhecer, chega o 
momento de Bella tomar sua decisão mais importante, tornar-se imortal ou permanecer 
humana. Mas a trama se desenrola de tal forma que não caberá a ela tomar essa decisão, e 
sim a Edward, que precisará da autorização de Jacob, até então, seu rival (...) O nascimento 
de Renesmee muda completamente o rumo da história. O foco da narrativa deixa de ser a 
decisão de Bella, em se tornar ou não imortal, presente nos três primeiros livros, e passa 
a ser a luta pela salvação da família Cullen e dos seus amigos lobos. 
Amanhecer consegue ser mais envolvente que os três primeiros livros da saga dos vampiros, 
pois surpreende o leitor a cada capítulo, com acontecimentos impossíveis de prever [...]
Leila Claudete Schmitz
Fonte: http://veja.abril.com.br/blog/meus-livros/resenhas-finalistas/leila-claudete-schmitz 
9
Num primeiro momento, identificamos que o resenhista preocupou-se em situar o leitor 
sobre o autor, a obra em questão e os livros que completam a coleção da série, assim como 
os personagens principais. 
Em seguida, expõe a problemática, que é o verdadeiro fio condutor da trama e, posteriormente, 
um breve resumo da história. O último parágrafo destina-se à análise pessoal acerca do livro, 
a partir de uma crítica positiva e comparativa às demais obras da coleção, revelando-nos 
domínio e conhecimento satisfatório a respeito do autor e de suas produções.
Conforme os exemplos de resenhas apresentados, apesar de ser um gênero textual 
necessariamente breve, devemos ser cautelosos para não desenvolvermos um texto superficial; 
ambos mostram as principais características do objeto compreendido, ou seja, sobre o livro 
ou filme.
Ressaltamos, ainda, que a produção de uma resenha depende diretamente da sua finalidade 
e do público a ser atingido. A resenha a ser postada numa coluna esportiva é diferente daquela 
destinada aos estudos científicos num periódico, por exemplo.
Machado et al. (2004) apresentam os seguintes elementos que devem constituir a sequência 
estrutural de uma resenha:
 · Informações sobre o contexto e o tema do livro;
 · Objetivos da obra;
 · Descrição estrutural da obra: capítulo ou agrupamento de capítulos;
 · Apreciação do resenhista sobre a obra;
 · Conclusão.
Tipos de Resenha
Para Machado et al. (2004), a resenha se caracteriza por apresentar movimentos básicos de 
descrever, resumir e comentar sobre a obra. Portanto, a resenha, além de veicular informações 
na mídia, é uma ferramenta indispensável para o estudo acadêmico. Ela auxilia na organização 
e na seleção de conteúdos durante uma pesquisa em um tempo relativamente pequeno.
A leitura e a produção de resenhas cumprem papéis significativos na Academia. Podem 
servir para o pesquisador como: um meio de registrar o conteúdo de obras científicas de acordo 
com o seu contexto histórico; manter-se atualizado como um guia para leitura e aquisição de 
livros e, por fim, como um exercício para a escrita, em especial para a compreensão leitora, 
de síntese e de avaliação crítica, assumindo função didática na formação.
 Entre os diferentes tipos de resenhas, encontramos as resenhas da esfera acadêmica, que 
se subdividem em:
10
Unidade: 
Esfera Acadêmica
Resenha Descritiva
Resenha Crítica
Resenha Temática
Veja no link abaixo qual a diferença e estrutura de cada tipo de resenha da esfera acadêmica:
http://www.slideshare.net/megainfoin/resenha-acadmica-5148388Neste caso, Machado et al. (2004) apontam-nos que as resenhas da esfera acadêmica 
cumprem seu papel educacional especificamente na sala de aula, na formação dos alunos e 
no âmbito de pesquisa para o corpo discente e docente.
Geralmente, as resenhas acadêmicas são publicadas em periódicos cujo público é composto, 
em sua maioria, por leitores interessados em determinadas áreas de conhecimento. Podem 
ser produzidos tanto por professores, graduandos, mestrandos, doutorandos e membros de 
grupos de pesquisa formados na Academia.
• A leitura e a produção de resenhas contribuem para o desenvolvimento crítico, tão 
importante para a formação acadêmica;
• A resenha é um tipo de texto que possibilita ao educador avaliar se a fonte de pesquisa 
(artigo, livro, filme etc.) foi lida e compreendida pelo universitário;
• Os textos de análise pessoal cumprem o papel social de veicular informação e formar 
opiniões sobre determinados assuntos; 
• Os tipos de resenhas referem-se às variantes acadêmicas (periódicos, anais de 
congresso, cadernos de resumos etc.) e não acadêmicas (revistas, jornais, sinopses 
de filmes etc.);
• A produção de uma resenha depende diretamente da sua finalidade e do público a 
ser atingido;
• Na variante acadêmica, a leitura e a produção de resenhas auxiliam na organização 
e na seleção de conteúdos durante uma pesquisa.
11
Material Complementar
Sites:
Você perceberá que, apesar de ser uma fonte teórica direcionada à produção de resenhas 
da variante não acadêmica, o texto traz contribuições importantes sobre a linguagem, a 
estrutura e o que deve ser evitado quando se produz uma resenha:
Literatura nos jornais: a crítica literária dos rodapés às resenhas, Claudia Nina. São Paulo, 
2007. Fonte: Biblioteca Google. Ler capítulo 2 – p. 41-61.
http://books.google.com.br
12
Unidade: 
Referências
MACHADO, Anna Rachel (Coord.) et al. Planejar gêneros acadêmicos: escrita científi ca, 
texto acadêmico, diário de pesquisa, metodologia. São Paulo: Parábola Editorial, 2005.
______. Resenha. São Paulo: Parábola Editorial, 2004.
______. Trabalhos de pesquisa: diários de leitura para revisão bibliográfi ca. São 
Paulo: Parábola Editorial, 2007.
13
Anotações
.
14
Unidade:

Continue navegando