A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
22 pág.
SEQUÊNCIA DIDÁTICA ANIMAIS

Pré-visualização | Página 1 de 5

Poucas experiências são tão significativas, para as pessoas, quanto uma visita ao Zoológico 
de São Paulo. Apreciar a diversidade da fauna cria um vínculo poderoso e universal com a 
natureza. Localizado em uma área de Mata Atlântica original com mais de 9.000 m2, o Zoológico 
de São Paulo é o maior do Brasil e o maior da América Latina. Com área verde para visitação e 
estudos do meio ambiente. Possui mais de 3.000 animais várias espécies: mamíferos, aves e 
répteis. O parque aloja as nascentes do histórico riacho do Ipiranga e a mata abriga animais 
nativos de vida livre, formando uma fauna paralela. Seu grande mérito está no tratamento dado aos 
animais que vivem em recintos e terrários amplos semelhantes ao habitat natural, melhorando a 
qualidade e expectativa de vida dos mesmos. Dentre esses animais destacamos a hipopótamo 
Tetéia, o animal mais antigo do zoo. O tigre siberiano Trigo que foi criado pelos biólogos na 
mamadeira e os animais que não podem faltar em nenhum zoo do mundo, são eles leões, zebras, 
elefantes, girafas e rinocerontes. 
O zoológico de São Paulo tem contribuído de maneira excepcional para o estudo e a 
preservação do meio ambiente através de projetos de conscientização 
como o projeto: Bicho legal realizados com crianças. 
Agora registre as repostas no seu caderno 
1)Qual é o animal mais velho do zoológico? Qual o nome dele ? 
 
 2)E qual o nome do tigre siberiano, que foi criado na mamadeira 
quando era apenas um filhotinho? 
 
3) No texto , ficou evidente que tem animais que não podem faltar em 
um zoológico. Quais são esses animais e qual deles você mais 
gosta? 
 
Como é bom estar aqui com vocês mais uma semana! 
E nessa semana vamos viver uma aventura que é o bicho! 
Porque vamos mergulhar no universo animal. O que você acha 
de visitarmos um zoológico? Passear pela África, conhecer um 
pouco da diversidade animal do planeta e descobrir 
como preservar a vida animal. Então se prepare! Pois a partir 
de agora o bicho vai pegar... 
Vamos lá? 
Você já visitou um zoológico? Sabia que aqui no Brasil temos um 
dos maiores da América Latina? Você gostaria de conhecê-lo 
comigo? Chiiii!... Esqueci que você não pode sair de casa né? 
Que tal uma visita virtual? Leia com a ajuda de um adulto o texto a 
seguir: 
 
Muitos dos animais que encontramos no zoológico são de origem africana, 
ou seja, fazem parte da fauna da grande África. 
Vamos descobrir quais são? 
E um pouco de seus hábitos? 
 
Agora leia o texto abaixo. 
 
Animais Selvagens da África: Características 
e Alimentação. 
 
Sendo o terceiro maior continente do 
mundo, a África possui também uma vasta 
variedade de animais selvagens e espécies 
exóticas. A África também é considerada o 
―berço da humanidade‖, pois os mais antigos 
fósseis de hominídeos que tinham cerca de 
cinco milhões de anos foram encontrados no 
local. Quanto aos animais, os mais comuns de 
serem encontrados no local são: 
Girafa: 
É muito curiosa, esperta e tímida, tendo cerca de 5 metros de altura e pesando mais de uma 
tonelada. A girafa é um animal herbívoro e tem um estranho e curioso amor pelas crianças. 
Leão: 
É um animal que vive em grupos, formado sempre por um macho dominante e muitas fêmeas e 
crias. Essa unidade dá ao leão mais destreza e imponência em seus ataques. No grupo, a 
responsabilidade de caçar é das fêmeas, que têm preferência pelas zebras. 
Elefante: 
O elefante é o maior animal terrestre do mundo e mesmo com todo esse tamanho, são herbívoros, 
onde os elefantes africanos são os maiores do mundo. Durante um tempo esse mamífero foi 
caçado irregularmente por causa de suas presas de marfim. Os elefantes têm uma média de vida 
parecida com a dos seres humanos, chegando até 60 anos. A tromba do elefante é órgão tão 
característico do elefante é bem conhecido por ser uma espécie de ―nariz‖ do bicho, mas ele vai um 
pouco, além disso. Na verdade, se fossemos estabelecer um paralelo, a tromba é para o elefante 
como nosso nariz e também lábio superior, tendo ainda prolongamentos que funcionam como 
dedinhos auxiliares, já que possibilita a ele pegar objetos no chão. 
Leopardo: 
Ele se parece muito com o leão, mas se diferencia por ter pintas espalhadas pelo corpo e não ter a 
característica juba. Os leopardos têm hábitos noturnos e são solitários, diferente dos leões que 
vivem em grupos. Também são carnívoros.O leopardo além de ser um animal muito lindo é 
também um dos quatro grandes gatos do gênero conhecido como ―phantera‖. O nome cientifico do 
leopardo é Phantera pardus e também é conhecido como onça em Angola. Um animal desses 
pode medir de 1 a quase 2 metros. O seu peso varia entre uma marca de 30kg a 70kg. 
 
 
 
Os animais considerados herbívoros se alimentam de frutos e plantas existentes na 
natureza, muitos deles são capazes de produzir seu próprio alimento. Toda a definição existente de 
animais herbívoros mostra que eles dependem de outros seres para ter o que é necessário para a 
sobrevivência. A maioria dos animais herbívoros conta com dentes que são totalmente adaptados 
para triturar tecidos vegetais que normalmente são mais largos, como dentes de cavalo por 
exemplo. 
 
Puxa vida! Você percebeu que os animais se alimentam de formas diferentes? 
 
 Há os que se alimentam de outros animais como o leão, a hiena, o tigre etc. , que são 
chamados de animais carnívoros. 
 Os animais que se alimentam de plantas como o elefante, a girafa e a zebra : são chamados de 
animais herbívoros 
 Mas existem também aqueles animais que se alimentam tanto de plantas como de animais. 
 Esses são chamados de onívoros 
 
 
Agora é com você! Registre no seu caderno. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
De acordo com as informações 
acima, classifique as ilustrações abaixo em 
herbívoro, carnívoro ou onívoro! 
Mostre que você é fera! 
 
 
 
 
 
Agora imagina a confusão quando os visitantes do zoo 
resolvem alimentar os animais com comida de gente, como 
pipoca, doces e balas... Será que isso é certo? 
 Leia o texto abaixo: 
 
Texto 1 
Riscos de dar comida aos animais no zoológico 
Vamos pensar em animais selvagens que nunca passaram pelo processo de domesticação. 
Nesse caso, a comida humana para eles é completamente estranha, mas atraente, pois muitas 
vezes usamos condimentos e muitos ingredientes como sal e açucares. Nossa comida é uma 
mistura completamente nova de aromas para os animais. Portanto, é muito comum que eles 
mostrem curiosidade e se sintam atraídos para experimentar os lanches que oferecemos. 
No entanto, o hábito de alimentá-los tem os seguintes riscos: 
Muitos animais podem reagir negativamente à presença humana ao se sentirem ameaçados. 
Então, aproximar-se para oferecer-lhes comida é um perigo potencial para ambos. 
E, além disso, o consumo de alimentos inadequados pode favorecer o desenvolvimento de 
doenças, como obesidade, diabetes ou hipertensão, entre outras. 
A incorporação de novos alimentos na dieta animal pode gerar uma rejeição da dieta 
diária. Por fim, isso prejudicará a nutrição do animal e, consequentemente, seu estado de saúde. 
Muitos alimentos humanos podem gerar alergias, problemas digestivos e até envenenamento em 
animais. 
 
 
Texto 2 
 
Na história em quadrinhos da Magali, 
o cuidador dos animais passou o 
maior sufoco tentando ensinar isso 
aos visitantes do zoo. Mas no final 
vocês não imaginam o susto que ele 
passou... imagina que a gulosa da 
Magali estava pedindo comida para 
os animais??? 
Isso mesmo ela estava pedindo 
comida para os macaquinhos!!! 
Essa Magali não toma jeito né? 
No zoológico, todos nós 
animais temos uma dieta 
alimentar adequada para 
nossa espécie, para termos 
uma vida saudável. 
 
Agora com base nos dois textos responda as perguntas no seu caderno. 
 
1) Em que lugar acontece a história ― Não alimente os animais‖ ? 
 
2) Na sua opinião de acordo com a história, por que não devemos 
alimentar os animais?