A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
24 pág.
Incubatório

Pré-visualização | Página 1 de 2

Incubatórios
Ana Beatriz Mendes
Julia Carrah
Karisia Fernandes
Wesley Araripe
Introdução
No desenvolvimento da cadeia produtiva avícola, o processo de incubação artificial representa um dos mais expressivos e importantes avanços.
São nos incubatórios comerciais que são gerados, anualmente, milhares de pintos para serem alojados nos galpões de criação de frangos de corte no Brasil e no mundo. 
 Brasil um dos maiores exportadores.
Nos últimos anos as pesquisas científicas vêm demonstrando que os fatores relacionados ao processo de incubação influenciam diretamente o desempenho e o crescimento dos frangos de corte.
2
O que é o incubatório?
O incubatório é uma edificação construída de maneira planejada para recebimento dos ovos fertilizados produzidos em granjas de reprodutoras com o intuito de manter um fluxo contínuo de ovos, materiais, ar, equipamentos e pessoas. 
Principal objetivo: 
Transformar biologicamente ovos férteis em pintos com custo, prazo e qualidade desejados, minimizando a incidência de anormalidades e contaminação.
Incubadoras deve proporcionar o controle de fatores físicos como temperatura, umidade relativa, fluxo de O2 e CO2 e viragem dos ovos. 
3
Uma característica bem definida na instalação é a ausência de degraus, ou seja, há o nivelamento dos pisos entre os diferentes compartimentos construídos para facilitar o deslocamento dos ovos e pintinhos em carrinhos apropriados.
Como deve ser esse incubatório
4
As paredes, pisos e tetos devem ser lisas e em tons claros, preferencialmente branco gelo, e os cantos das paredes arredondados, construídos com material que permita a limpeza adequada, lavação sob pressão e desinfecções de rotina.
Como deve ser esse incubatório
5
Incubadoras de estágio único e múltiplo:
 As de estágio único são carregadas uma única vez durante o ciclo de incubação, logo, comportam embriões em mesmo estágio de desenvolvimento;
Estágio múltiplo são carregadas duas ou três vezes por semana, comportando embriões de diferentes fases de desenvolvimento;
Nas incubadoras de estágio único é possível ajustar a temperatura, umidade e ventilação devido aos embriões estarem na mesma fase de desenvolvimento, teoricamente resultando em maior eclodibilidade e pintos de maior qualidade.
Como deve ser esse incubatório
6
Depois de preaquecidos, os ovos são incubados. O período total de incubação de ovos de galinhas é de 21 dias, e os ovos passam 18 dias na incubadora e 3 dias no nascedouro.
Essa responsabilidade não depende somente dos incubatórios, pois os resultados adquiridos pelo processo de incubação artificial são influenciados pela qualidade do ovo incubável.
Incubadoras
7
Manejo do ovo incubável
Coleta de ovos: é uma etapa fundamental do manejo de ovos incubáveis. Pelo menos sete coletas de ovos diariamente.
Sanidade: Relacionada tanto ao trato reprodutivo da ave quanto ao ambiente de postura.
Ambiente: os ninhos devem ser escuros e com boa ventilação, devendo ser fechados à noite.
Higiene no manuseio: É necessário realizar a desinfecção das mãos antes da coleta.
Classificação: Qualidade e tamanho.
8
Principais causas das falhas dos nascimentos(no armazenamento)
Umidade: Abaixo de 70% ocorre desidratação;
Tempo: A prolongação afeta a qualidade interna do ovo, pois há liberação de CO2;
Viragem: E falta desse processo favorece adesões anormais;
Transporte de ovos: O transporte dos ovos da granja para o incubatório deve ser feito nos horários mais frescos do dia.
9
Principais causas das falhas dos nascimentos(na incubação)
Temperatura: a temperatura ideal está entre 37,5 e 38ºC. Oscilações podem provocar deficiências na formação embrionária;
Umidade: Ideal entre 50 e 65%, fora desse índice, os pintos podem nascer desidratados;
Ventilação: O baixo teor de oxigênio resulta em pintos com lesões pulmonares e cardíacas precoces;
Viragem: A ausência ocasiona o atraso da formação de fluido do alantoide e do âmnio que auxiliam no crescimento do embrião;
10
Condições adequadas a esse ambiente:
As condições físicas ideais para o sucesso no crescimento de qualquer embrião de frango são:
 Temperatura correta 
 Umidade correta
 Troca de gases adequada e ventilação
 Viragem frequente dos ovos
11
Condições adequadas a esse ambiente:
TEMPERATURA
A temperatura determina o grau de velocidade do metabolismo do embrião e, consequentemente, seu grau de desenvolvimento.
0 a 6 dias = 19 e 21 °C
7 a 10 dias = 18 e 19 °C
Acima de 11 dias = abaixo de 17ºC
Depois de 14 dias = 13 e 14°C
Máquinas devem estar corretamente carregadas!
12
Julia (J) - A temperatura determina o grau de velocidade do metabolismo do embrião e,
conseqüentemente, seu grau de desenvolvimento.
Julia (J) - Em máquinas de múltiplos estágios, a temperatura deve ser mantida constante. A
temperatura ideal, tanto para nascimento quanto para a qualidade do pinto, depende
do modelo de máquina. Temperaturas acima ou abaixo do recomendado pelo
fabricante implicam aumento ou diminuição da velocidade do desenvolvimento e,
conseqüentemente, a redução de nascimentos
Julia (J) - Em máquinas de estágio único, a temperatura pode ser alterada a fim de alterar
o crescimento do embrião e estimular o aumento de produção de calor animal,
começando com temperaturas mais altas e reduzindo em diferentes etapas até a
transferência.
Julia (J) - Uma grande variação na temperatura pode ocorrer quando uma máquina de múltiplo
estágio não é carregada de forma equilibrada ou uniforme. Máquinas parcialmente
carregadas acabam não atingindo a temperatura desejada, prolongando assim o
tempo de incubação, enquanto que máquinas sobrecarregadas podem ocasionar
superaquecimento. Em ambos os casos, os efeitos serão desfavoráveis, tanto para o
nascimento quanto para a qualidade do pinto.
Condições adequadas a esse ambiente:
Ventilação
O ar que entra na maquina é pré umidificado
Temperatura do ar = 24-27 ºC (76-80 ºF)
CO2 menor que 0,4%
13
Incubadores extraem ar fresco da própria sala
Esse ar fresco fornece a umidade e o oxigênio necessários para manter a correta umidade relativa
O ar que sai da maquina remove o excesso de dióxido de carbono e de calor produzido pelos ovos
Condições adequadas a esse ambiente:
Umidade
o ovo perde umidade através dos poros da casca
um ovo deve ter perdido 12% do seu peso no 18º dia de incubação.
umidade relativa deve estar entre 70 a 90%
14
Condições adequadas a esse ambiente:
Viragem dos ovos
Prevenir a aderência do embrião à membrana da casca do ovo
 *principalmente durante a primeira semana da incubação
Desenvolvimento das membranas embrionárias.
Circulação do ar  redução da temperatura
15
Eclosão
Nascimento de ovos férteis
Número de pintinhos de primeira qualidade nascidos 
Total de ovos colocados na máquina
X 100
16
Índice geral que caracteriza o desempenho da granja produtora de ovos e do incubatório.
O nascimento é influenciado por vários fatores: são de responsabilidade do granjeiro e outros são de responsabilidade do incubatório
Fertilidade: fator inteiramente influenciado pela granja; o incubatório não consegue modificar a fertilidade do ovo
Eclodibilidade
Nascimento de ovos férteis
Avaliação mais específica do incubatório
Leva em consideração tanto a fertilidade do lote como também o nascimento
 Nascimento% x 100%
 Fertilidade %
Ovoscopia: ovos claros/inférteis; 10º dia de incubação ou na transferência da incubadora para o nascedouro
Quebragem dos ovos não eclodidos para avaliação da mortalidade embrionária
 Precoce (1 a 5 dias)
Intermediária (6 a 15 dias) 
 Tardia (16 a 21 dias, de incubação).
17
Nascimento de ovos férteis
Os lotes devem atingir no mínimo 96,7% de fertilidade e 93,5% de nascimento dos ovos férteis;
 A porcentagem padrão de fertilidade e a eclodibilidade dependem da idade das matrizes;
Vantagens: Separar os problemas de fertilidade dos problemas do incubatório; permitir focar no problema; fornecer um guia para a resolução de problemas;
18
Fatores