A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
97 pág.
A VIOLÊNCIA DE GÊNERO NA MÍDIA ONLINE - Uma análise do caso Isabela Miranda nos portais G1 e R7 (TCC)

Pré-visualização | Página 1 de 25

1 
 
 
 CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA – IPA 
CURSO DE JORNALISMO 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Thayna Iglesias Rocha 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
A VIOLÊNCIA DE GÊNERO NA MÍDIA ONLINE: 
Uma análise do caso Isabela Miranda nos portais G1 e R7 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Porto Alegre 
2019 
2 
 
 
THAYNA IGLESIAS ROCHA 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
A VIOLÊNCIA DE GÊNERO NA MÍDIA ONLINE 
Uma análise do caso Isabela Miranda nos portais G1 e R7 
 
 
 
 
 
 
 
 
Trabalho de Conclusão de Curso apresentado 
ao Curso de Jornalismo do Centro 
Universitário Metodista – IPA como requisito 
parcial para obtenção do grau de Bacharela 
em Jornalismo. 
 
 Orientadora: Profa. Dra. Valéria Deluca Soares de Carvalho 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Porto Alegre 
2019 
3 
 
 
THAYNA IGLESIAS ROCHA 
 
 
 
 
 
 
 
A VIOLÊNCIA DE GÊNERO NA MÍDIA ONLINE 
Uma análise do caso Isabela Miranda nos portais G1 e R7 
 
 
 
 
 
 
Este Trabalho de Conclusão de Curso foi julgado e aprovado para a obtenção do grau 
de Bacharel no Curso de JORNALISMO do Centro Universitário Metodista – IPA. 
 
 
 
 
Porto Alegre, Julho de 2019. 
 
 
 
 
Profa. Dr. Fabio Ramos Berti 
Coordenador do Curso 
 
 
 
 
 
Apresentada à banca examinadora integrada pelos professores(as): 
 
 
 
 
 
 
 
 
Prof. Profa. Dra. Valéria Deluca Soares de Carvalho 
Centro Universitário Metodista –IPA 
 
 
 
 
 
 
 Profa. Dra. Sandra Bitencourt Prof. Me. Maria Lúcia Patta Melão 
Centro Universitário Metodista – IPA Centro Universitário Metodista – IPA 
 
 
4 
 
 
AGRADECIMENTOS 
 
Agradeço à minha mãe, meus avós e toda a minha família, que sempre me 
incentivou a estudar e me ensinou o valor do conhecimento, me dando todo o suporte 
para alcançá-lo. 
Agradeço ao meu namorado, que me acompanhou desde o início e esteve 
presente nos momentos mais importantes e difíceis dessa jornada, nunca me 
deixando desistir. 
E a todas as mulheres que encontrei ao longo desse caminho e que, de alguma 
forma, me ensinaram sobre feminismo, empatia e sororidade. Mulheres que 
compartilharam suas histórias, seus conhecimentos e suas opiniões, para que eu 
pudesse falar sobre os assuntos que me moveram até aqui. 
Obrigada! 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
5 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
As rosas da resistência nascem no asfalto. 
A gente recebe rosas, mas vamos estar com o 
punho cerrado falando de nossa existência contra 
os mandos e desmandos que afetam nossas vidas. 
Marielle Franco 
 
 
6 
 
 
RESUMO 
 
A pesquisa tem o objetivo de analisar de que forma a mídia online apresenta a 
cultura do estupro e a culpabilização da vítima, considerando a cobertura do caso 
envolvendo a violência sexual e o feminicídio de Isabela Miranda, em março de 2019. 
A pesquisa é descritiva e exploratória, utilizando o método da Análise de Conteúdo 
para explorar os significados nas narrativas das quatro notícias selecionadas, dos 
sites G1 e R7. Os resultados alcançados mostram que a cultura do estupro e a 
culpabilização da vítima se manifestam com base em séculos de construções sociais 
que afetam toda a população, incluindo jornalistas e instituições de comunicação. E 
que são percebidas nas notícias por meio de recursos textuais e narrativos como a 
omissão, o destaque ou a priorização de informações. 
 
Palavras-chave: Culpabilização. Cultura do Estupro. Webjornalismo. Teorias 
Construcionistas. Portais G1 e R7. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
7 
 
 
ABSTRACT 
 
The research aims to analyze how the online media presents the culture of rape 
and victim blaming, considering the coverage of the case involving the sexual violence 
and feminicide of Isabela Miranda, in March 2019. The research is descriptive and 
exploratory, using the Content Analysis method to explore the meanings in the 
narratives of the four news stories selected from the G1 and R7 sites. The results show 
that the rape culture and victim blaming are manifested on the basis of centuries of 
social constructions that affect the entire population, including journalists and media 
outlets. And are perceived in the news through textual and narrative resources such 
as omission, highlight or prioritization of information. 
 
Keywords: Victim Blaming. Rape Culture. Web Journalism. Constructionist Theorys. 
G1 e R7 Sites. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
8 
 
 
SUMÁRIO 
 
1 INTRODUÇÃO ....................................................................................................... 10 
1.1 PROBLEMA DE PESQUISA ............................................................................ 14 
1.2 OBJETIVOS DA PESQUISA ............................................................................ 14 
1.2.1 Objetivo geral ........................................................................................... 14 
1.2.2 Objetivos específicos .............................................................................. 15 
1.3 JUSTIFICATIVA DA PESQUISA ...................................................................... 15 
2 REFERENCIAL TEÓRICO ..................................................................................... 17 
2.1 GÊNERO, VIOLÊNCIA E DOMINAÇÃO MASCULINA .................................... 17 
2.2 HISTÓRIA DO MOVIMENTO FEMINISTA ....................................................... 25 
2.3 POLÍTICAS DE PROTEÇÃO À MULHER E LEGISLAÇÃO BRASILEIRA ....... 32 
2.4 CULPABILIZAÇÃO DA VÍTIMA E CULTURA DO ESTUPRO .......................... 36 
2.5 NEWSMAKING E TEORIAS CONSTRUCIONISTAS ...................................... 40 
3 PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS............................................................... 50 
3.1 CARACTERIZAÇÃO DA PESQUISA ............................................................... 50 
3.2 DELIMITAÇÃO DA PESQUISA ........................................................................ 51 
3.3 TÉCNICAS E INSTRUMENTOS DE COLETA DE DADOS ............................. 53 
3.4 TÉCNICAS DE ANÁLISE DOS DADOS .......................................................... 53 
4 RESULTADOS E DISCUSSÃO DA PESQUISA ................................................... 55 
4.1 APRESENTAÇÃO DAS NOTÍCIAS ................................................................. 55 
4.1.1 Notícia 1 - Mulher passa mal, é abusada pelo cunhado e torturada pelo 
namorado (R7) .................................................................................................. 56 
4.1.2 Notícia 2 - Mulher morre em SP após ter o corpo queimado pelo 
namorado (G1) .................................................................................................. 58 
4.1.3 Notícia 3 - Jovem queimada pelo namorado se declarava 
constantemente nas redes sociais: 'minha sorte grande' (R7)..................... 64 
9 
 
 
4.1.4 Notícia 4 - Mãe passa mal no enterro da filha que morreu queimada pelo 
namorado em SP (G1) ...................................................................................... 70 
4.2 ANÁLISE DO CONTEÚDO .............................................................................. 75 
4.2.1 Categoria 1: Representação dos Gêneros na Sociedade ..................... 76 
4.2.2 Categoria 2: A Legislação na Notícia ..................................................... 80 
4.2.3 Categoria 3: A Notícia na Web ................................................................ 81 
4.2.4 Categoria 4: A Narrativa .......................................................................... 83 
4.3 INFERÊNCIAS DA PESQUISADORA ............................................................. 87 
5 CONCLUSÃO E SUGESTÕES .............................................................................. 90 
REFERÊNCIAS ......................................................................................................... 92