A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Aividade 1

Pré-visualização | Página 1 de 1

7b38c6f4-91ab-4899-96b8-6cfd8a8cc306
Atividade 1:
Questão: Podemos definir que o comércio exterior é o conjunto das compras e vendas de bens e serviços realizados entre países. Quando um país vende bem ou serviços a outro país, essa transação é denominada exportação. Quando ocorre a compra de bens e serviços de outro país, essa transação é denominada de importação. Considerando essas informações, apresente os três modelos de importação existentes e, ainda, as duas formas de realização de exportação.
O processo de exportação pode ocorrer de duas formas: Direta e Indireta.
A forma direta é quando a própria empresa vende o seu bem ou serviço para compradores de fora do seu país de origem. Desse modo a companhia é responsável por todas as etapas da exportação. Portanto, a empresa é considerada a fabricante, a exportadora e a embarcadora dos produtos/serviços. Desde o processo de fabricação (exceto para serviços), liberação junto à Receita Federal e despacho da mercadoria. É impreterível que a empresa tenha alguém capacitado para realizar os tramites do processo, já que pode ser aplicado multa se os tramites fiscais não forem realizados adequadamente.
A redução de gastos com terceiros, melhor margem de lucro, controle das demandas e internacionalização da marca são algumas das vantagens de escolher esse modo. 
Diferente da Direta, a indireta a empresa não tem nenhuma responsabilidade com os tramites do processo de exportação. Todos os cuidados como contato e negociação com potenciais importadores, transporte para o país importador, pesquisa de mercado, ações de promoção e divulgação dos produtos fica a cargo da empresa nacional que compra seus bens/serviços para revender internacionalmente. Essas empresas são chamadas de intermediários. Esse modo é indicado para quem não tem experiencia em exportação, já que a margem de lucro é inferior a exportação direta. De outro lado, não é necessário o investimento em capacitação de funcionários para a realização do processo.
A importação, diferente da exportação pode ser categorizada em 3 tipos: Importação por conta e ordens de terceiros, importação por encomenda e a importação direta.
No modelo de importação por ordem de terceiros a empresa contrata uma outra empresa que promove, em seu nome, a importação de mercadorias adquiridas. Isso acontece com um contrato firmado, podendo ser negociado mais prestações de serviços além dos tramites fiscais, como a realização de cotação de preços e a intermediação comercial. Nesse modelo são usados dois nomes: Adquirente que é a PJ que decidiu terceirizar a importação, e o Importador que é a empresa contratada pela adquirente e irá fazer. A Responsável por entregar e fazer os processos de importação é a importadora, porém os custos financeiros são de responsabilidade da Adquirente.
A importação por encomenda também contrata uma outra empresa para realizar o processo de importação, mas não tem repasse de valor. Todos os custos são pagos pela empresa contratada. Que depois do processo finalizado revende o bem para a contratante. A desvantagem desse modo é que o custo do bem é de maior valor.
Na importação direta, todas as responsabilidades são da empresa. Ela quem faz o processo comercial, fiscal e financeiro. Esse modo pode ser bem mais barato com os cistos aduaneiros, mas é necessário a contratação de alguém capacitado e experiente para a realização dos processos.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.