A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
AV DIREITO EMPRESARIAL E DO CONSUMIDOR

Pré-visualização | Página 1 de 2

1. Ref.: 3991715 Pontos: 0,00 / 1,00
João e Maria firmaram sociedade empresária para explorar a prestação de serviços da
educação infantil. Ao longo do desenvolvimento desta atividade, João estava passando por
alguns problemas financeiros domésticos, em razão de dívidas contraídas anteriormente. Ele
vislumbrou a possibilidade de pegar novos empréstimos em nome da sociedade, sem a ciência
de Maria, para poder arcar com as suas dívidas. Ao final do processo, João estava com as
dívidas quitadas e a sociedade não tinha verba para o pagamento de seus funcionários. Diante
desta situação, assinale a alternativa correta: 
 Os credores poderão solicitar a desconsideração da personalidade jurídica para alcançar
os bens pessoais dos sócios. 
Os credores poderão solicitar a dissolução da sociedade. 
Os credores não terão como receber estes valores em razão do patrimônio da pessoal
jurídica ser autônomo em relação às dívidas pessoais de seus sócios. 
 Os credores poderão solicitar a desconsideração da personalidade jurídica apenas em
face de João, que foi beneficiado com a confusão patrimonial. 
Os credores poderão solicitar a transferência das cotas da sociedade para seus
respectivos nomes 
 2. Ref.: 3991710 Pontos: 1,00 / 1,00
A globalização econômica inseriu o Brasil na rota de investimentos de grandes empresas
estrangeiras para a exploração de atividade empresária no país. Em relação ao
estabelecimento de sociedades estrangeiras podemos dizer que: 
Só poderá fazê-lo por estabelecimentos subordinados, mesmo que sem autorização do
Poder Executivo. 
 A sociedade estrangeira autorizada a funcionar no Brasil pode nacionalizar-se, com
autorização do Poder Executivo e mediante transferência de sua sede para o Brasil. 
Ainda que autorizada o funcionamento da sociedade no Brasil, a mesma não está sujeita
à legislação nacional e sim à legislação de seu país de origem. 
A sociedade estrangeira autorizada a funcionar no Brasil pode ter seu representante legal
no exterior, desde que ele venha ao país semestralmente para resolver os assuntos
administrativos. 
A sociedade estrangeira não pode se estabelecer em território nacional, em decorrência
da Lei de Liberdade Econômica. 
 
ENSINEME: DIREITO DO CONSUMIDOR 
 
 3. Ref.: 3992023 Pontos: 0,00 / 1,00
O prazo para reclamar sobre vício aparente de produto durável é de: 
Nenhuma das outras alternativas;
90 (noventa) dias a contar de quando ficar evidenciado o vício.
 90 (noventa) dias a contar da aquisição do produto.
 90 (noventa) dias a contar da entrega do produto.
30 (trinta) dias a contar da entrega do produto.
javascript:alert('C%C3%B3digo da quest%C3%A3o: 3991715.');
javascript:alert('C%C3%B3digo da quest%C3%A3o: 3991710.');
javascript:alert('C%C3%B3digo da quest%C3%A3o: 3992023.');
 
ENSINEME: EXERCÍCIO, IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA E OBRIGAÇÕES DO EMPRESÁRIO 
 
 4. Ref.: 3991631 Pontos: 1,00 / 1,00
A Fazenda Municipal solicitou ao empresário Cleber a exibição de livro empresarial durante
procedimento rotineiro de fiscalização tributária. De acordo com o conteúdo estudado e as
disposições legais que tratam do sigilo dos livros empresariais, é correto afirmar que:
Apenas por meio de pedido de exibição judicial é lícito às autoridades fazendárias
proceder ao exame da escrituração, e exclusivamente em parte, extraindo-se o que
interessar ao litígio.
O sigilo dos livros empresariais pode ser oposto ao exame da escrituração, em parte ou
por inteiro, às autoridades fazendárias, no exercício da fiscalização do pagamento de
impostos. 
Apenas por meio de pedido de exibição judicial é lícito às autoridades
fazendárias proceder ao exame da escrituração, em parte ou por inteiro.
 O sigilo dos livros empresariais não pode ser oposto ao exame da escrituração, em parte
ou por inteiro, às autoridades fazendárias, no exercício da fiscalização do pagamento de
impostos. 
 
Nenhuma autoridade administrativa, em caso algum e sob qualquer pretexto, poderá
fazer ou ordenar diligência para verificar se o empresário observa, ou não, em seus livros
e fichas, as formalidades prescritas em lei. 
 5. Ref.: 3991629 Pontos: 0,00 / 1,00
Analise as afirmativas abaixo. 
I- O empresário e a sociedade empresária são obrigados a conservar em boa guarda toda a
escrituração, correspondência e mais papéis relativos à sua atividade, enquanto não ocorrer
prescrição ou decadência no tocante aos atos neles consignados. 
II- O empresário e a sociedade empresária são obrigados a conservar em boa guarda toda a
escrituração, correspondência e mais papéis concernentes à sua atividade pelo prazo de cinco
anos da data de cada documento. 
III- O empresário e a sociedade empresária são obrigados a conservar em boa guarda toda a
escrituração pelo prazo de dez anos do encerramento de cada livro, mas não são obrigados a
conservar a correspondência e mais papéis concernentes à sua atividade. 
Está(ão) correta(s) a(s) afirmativa(s): 
II 
II e III
 III
I e II
 I 
 
ENSINEME: NOÇÕES BÁSICAS DE SOCIEDADE LIMITADA E SOCIEDADE ANÔNIMA 
 
 6. Ref.: 3991668 Pontos: 1,00 / 1,00
Na sociedade limitada existem direitos que são conferidos por lei aos sócios e devem ser
javascript:alert('C%C3%B3digo da quest%C3%A3o: 3991631.');
javascript:alert('C%C3%B3digo da quest%C3%A3o: 3991629.');
javascript:alert('C%C3%B3digo da quest%C3%A3o: 3991668.');
respeitados pelo contrato. Na relação desses direitos, assinale a única alternativa que não
apresenta um direito essencial.
 direito de veto às deliberações que modifiquem o contrato. 
direito de preferência nos aumentos de capital. 
exame de livros e documentos da sociedade.
participação nos lucros sociais. 
exigir prestação de contas dos administradores. 
 7. Ref.: 3991684 Pontos: 1,00 / 1,00
Na hipótese de subscrição de ações para integralização em bens será necessário que os
acionistas escolham em assembleia específica _________________ para avaliação dos bens. 
Assinale a única alternativa que completa corretamente a lacuna do texto acima. 
3 (três) peritos ou 3 (três) acionistas
3 (três) acionistas
 3 (três) peritos ou empresa especializada
3 (três) peritos
empresa especializada 
 
ENSINEME: RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS E FALÊNCIA 
 
 8. Ref.: 3991885 Pontos: 0,00 / 1,00
Após o decurso de 5 anos contados do encerramento da falência, se o falido não tiver sido
condenado por prática de crime falimentar, ele poderá _________________. 
Assinale a única alternativa que completa corretamente a lacuna do texto acima. 
 requerer a dissolução de sua empresa
requerer recuperação judicial
requerer a declaração de sua insolvência
 requerer a extinção de suas obrigações
requerer recuperação extrajudicial 
 
ENSINEME: TÍTULOS DE CRÉDITO E CONTRATOS EMPRESARIAIS 
 
 9. Ref.: 3991872 Pontos: 1,00 / 1,00
Considerando-se os usos e sua utilização na interpretação dos contratos empresariais, assinale
a única alternativa correta: 
Os usos não devem ser utilizados como critério interpretativo dos contratos empresariais
em virtude do princípio da supremacia da ordem pública. 
Nos contratos de mandato, depósito, comissão e corretagem é proibida a utilização dos
usos para suprir lacunas de lei. 
 A interpretação dos contratos empresariais deve ser realizada em correspondência
javascript:alert('C%C3%B3digo da quest%C3%A3o: 3991684.');
javascript:alert('C%C3%B3digo da quest%C3%A3o: 3991885.');
javascript:alert('C%C3%B3digo da quest%C3%A3o: 3991872.');
com os usos, costumes e práticas do mercado relativas ao tipo de negócio. 
A interpretação do contrato empresarial deve se pautar apenas pelos usos, rejeitando o
recurso à boa-fé objetiva. 
A interpretação dos contratos empresariais deve adotar apenas como critério as regras
corporativas dos empresários, pois são as únicas aptas a suprir as lacunas da lei. 
 10. Ref.: 3991875 Pontos: 0,00 / 1,00
João tem 15 anos e foi autorizado judicialmente a prosseguir a empresa iniciada por seu
falecido pai, com a representação de sua mãe. João celebrou um contrato empresarial sozinho,
sem que sua mãe

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.