A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Farmacoetnologia Exercício

Pré-visualização | Página 1 de 1

Farmacoetnologia Exercício
1.
Já no início do século XIX, é possível observar maior utilização de plantas medicinais e
fitoterápicos, em grande parte devido aos avanços da química, que melhorou a análise, a
identificação e o isolamento de princípios ativos de espécies vegetais.
Nesse sentido, pode-se dizer que o método terapêutico que se utiliza de plantas medicinais para
provocar reação contrária aos sintomas de determinado paciente com objetivo de curá-lo é:
Resposta correta
B.
Alopatia.
Por que esta resposta é a correta?
A alopatia é o método que utiliza medicamentos para provocar efeitos contrários aos de
determinada doença, ou seja, segue o princípio Contraria contrariis curantur, oposto ao Similia
similibus curantur da Homeopatia.
A fisioterapia trata e previne doenças e lesões, empregando técnicas como exercícios e
massoterapia (massagem).
A ortopedia cuida da saúde dos ossos, dos músculos, dos ligamentos e das articulações.
A homeopatia segue o princípio Similia similibus curantur, o qual busca tratar e prevenir doenças
com a administração de medicamentos diluídos que estimulam o sistema imune do organismo.
A cromoterapia é uma prática que utiliza a luz de diferentes cores no tratamento de doenças.
2.
Sabe-se que a natureza sempre despertou no homem grande interesse, não apenas por
oferecer recursos para sua alimentação, para a cura de doenças e sua sobrevivência, como
também por ser sua principal fonte de inspiração e aprendizado.
Sobre tais recursos naturais, mais especificamente com relação aos fitoterápicos, é correto
afirmar que:
Resposta correta
E.
são preparações obtidas de espécies vegetais, cujas substâncias podem prevenir ou tratar
doenças.
Por que esta resposta é a correta?
Drogas vegetais são espécies vegetais (ou suas partes) cujas substâncias têm ação terapêutica
mesmo após sua coleta e secagem.
Plantas medicinais são espécies vegetais que têm substâncias para prevenir ou tratar doenças.
Extratos são preparações de consistência líquida (ou sólida) obtidas a partir de matérias-primas
vegetais usadas para tratar doenças.
Princípios ativos são substâncias cuja ação farmacológica é conhecida e responsável pelo efeito
terapêutico.
 Fitoterápicos são elaborados e obtidos de espécies vegetais, cujas substâncias podem prevenir
ou tratar doenças.
3.
A Etnobiologia pode ser definida como o estudo dos conhecimentos e conceitos desenvolvidos
por qualquer sociedade a respeito da Biologia.
Por outro lado, um importante ramo da Etnobiologia que se ocupa em estudar o complexo
conjunto das relações entre plantas utilizadas como drogas por diferentes sociedades humanas
é conhecido como:
Resposta correta
B.
Etnofarmacologia.
Por que esta resposta é a correta?
A etnobotânica estuda as relações entre pessoas e as plantas.
A etnofarmacologia estuda as relações entre plantas e/ou animais utilizados como drogas ou
medicamentos por sociedades humanas, presentes ou passadas. A etnografia é o estudo
descritivo da cultura dos povos, sua língua, raça, religião, hábitos, bem como as manifestações
materiais de suas atividades.
A etnozoologia estuda o conhecimento e os usos dos animais por populações humanas.
A e tnoecologia estuda o ser humano e suas percepções sob o olhar da ecologia.
4 . A riqueza dos conhecimentos tradicionais sobre a biodiversidade vegetal deve ser
preservada não apenas para fomentar o desenvolvimento de novos medicamentos, mas
também como parte integrante da humanidade.
Nesse sentido, indique a melhor abordagem científica capaz de acessar informações sobre uso
popular e potenciais efeitos terapêuticos de uma espécie vegetal:
Resposta correta
D.
Etnofarmacológica.
Por que esta resposta é a correta?
A abordagem randômica estuda diferentes espécies de plantas ao acaso para triagens
fitoquímicas e farmacológicas.
Também conhecida como quimiotaxonômica, essa abordagem consiste na seleção de espécies
de uma família ou gênero sobre as quais já exista algum conhecimento fitoquímico de, pelo
menos, uma espécie do grupo. Ela é orientada para avaliar a utilização de metabólitos
secundários por animais, ou quaisquer outras substâncias não nutricionais dos vegetais, com o
objetivo de combater certas doenças ou controlá-las.
A abordagem etnofarmacológica permite investigar o uso popular de certas espécies vegetais de
forma mais rápida e com menor custo.
 A etnobotânica estuda as interações de comunidades humanas com o mundo vegetal sob os
pontos de vista antropológico, ecológico e botânico.
5 .Em geral, pesquisas etnofarmacológicas abordam diferentes áreas do conhecimento, dentre
as quais podemos destacar a Botânica, a Química, a Farmacologia e a Medicina, que são
fundamentais para a descoberta de novos agentes biológicos ativos de interesse terapêutico e
com grande potencial econômico e social para a população de um país.
Nesse sentido, marque a alternativa que descreve uma importante questão, a qual não deve ser
negligenciada, apesar de não ser um dos objetivos que se espera alcançar com a realização de
estudos etnofarmacológicos:
Resposta correta
C.
Valorizar o conhecimento popular sobre a biodiversidade do País.
Por que esta resposta é a correta?
Valorizar o conhecimento popular sobre a biodiversidade do País não é um objetivo da
etnofarmacologia, porém devemos utilizar com respeito o conhecimento das comunidades
locais. Além das espécies vegetais, é fundamental bioprospectar espécies animais.
A descoberta de novos fármacos gera inovação nas áreas da Farmácia e da Medicina.
Podemos otimizar o uso de plantas medicinais em associação com fármacos convencionais e
outras tecnologias atuais.
É preciso respeitar o Direito de Propriedade Intelectual dos conhecimentos populares das
comunidades locais.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.