A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
Ansiedade infantil

Pré-visualização | Página 3 de 3

casos de depressão que exigem a associação de 
outras classes de medicamentos – os ansiolíticos e os antipsicóticos, por exemplo – para 
obter o efeito necessário. 
 Os efeitos colaterais dos medicamentos, costumam aparecer de imediato, o que 
leva muitas pessoas a desistirem do tratamento, pois acham que estão piorando. De 
acordo com o Dr. Ricardo Moreno, alguns sintomas que podem aparecer são boca seca, 
A oscilação hormonal por exemplo, 
causa sintomas depressivos que devem 
durar pelo menos 2 semanas ou mais, a 
deficiência de algumas substâncias no 
organismo também podem afetar a 
saúde mental, embora o mais comum 
sejam fatores emocionais que levam ao 
estado depressivo. 
 
intestino preso, ansiedade, tremores, inquietação, náuseas e, às vezes, vômitos. Para 
ter um resultado positivo, vale passar pelo desconforto do início. Devido à recorrência, 
algumas pessoas podem tomar remédios por mais tempo a título de prevenção, mas o 
acompanhamento psicológico em conjunto é fundamental. 
 
 
 Algumas sugestões de coisas simples que você pode fazer: 
- Falar das suas emoções com amigos e parentes; não há nada pior do que sofrer sozinho 
sem ter com quem conversar, por mais que seja um passo difícil, mas fale com alguém 
sobre o que está sentindo; identifique as pessoas de sua confiança, com quem você se 
sente à vontade para falar. 
- Determinar tarefas simples que você pode fazer no dia a dia; qualquer atividade que 
tire o foco do problema como arrumar o armário ou levar o lixo para fora; fazer algumas 
atividades que vão aumentar sua autoestima, como cuidar de si mesmo, cuidar da 
imagem, tomar um bom banho demorado. 
- Fazer algo agradável como mexer com plantas ou passear com o cachorro, tomar sol, 
ter pensamentos positivos e praticar técnicas de relaxamento e meditação. 
- Fazer acompanhamento psicológico (mais importante) que facilita ao paciente 
identificar as situações que o levaram à depressão, passando a desenvolver seus 
próprios métodos para o enfrentamento da doença. 
 É necessário que as pessoas aprendam a entender e lidar com as próprias 
emoções, principalmente nesse novo cenário que estamos vivendo; é preciso respeitar 
seus sentimentos, mas fazer algo por si, buscando ajuda terapêutica; hoje temos a 
modalidade online de atendimento psicológico que permite que o paciente em 
isolamento ou que não possa sair de casa por razões diversas, tenha um 
acompanhamento. O atendimento online, seja nas plataformas zoom, skipe ou chamada 
de vídeo do WhatsApp é seguro e garante o sigilo profissional como atendimento de 
qualidade e de forma confiável, previsto pelo CFP (Conselho Federal de Psicologia), 
Resolução 4/2020. 
 
Não existe uma receita certa 
para melhorar a condição 
depressiva, até porque 
depende da reação de cada 
um diante do problema que 
está enfrentando. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Patricia Raquel de Freitas Nunes 
Graduada em Psicologia Clínica pela Faculdade IESB, pós-graduanda em 
Psicologia do Trânsito pela Faculdade Prominas. Já atuou como 
orientadora profissional na Secretaria de Trabalho, ministrando palestras 
e fazendo recrutamento e seleção de pessoal. Atualmente, compõe o 
quadro de profissionais de psicologia clínica, com foco na abordagem 
analítico-comportamental da Clínica IITS. 
Referências 
 
Como o isolamento social impacta quem sofre de depressão. Disponível em 
https://revistagalileu.globo.com/Sociedade/Comportamento/noticia/2020/06/como-o-
isolamento-social-impacta-quem-sofre-com-ansiedade-ou-depressao.html. Acesso em 
30 de junho de 2020. 
 
Como superar a depressão. Disponível em https://blog.psicologiaviva.com.br/superar-
a-depressao/. Acesso em 30 de junho de 2020. 
 
Conselho Federal de Psicologia. Disponível em https://site.cfp.org.br/. Acesso em 07 de 
julho de 2020. 
 
Depressão e ansiedade não são a mesma coisa. Disponível em 
https://drauziovarella.uol.com.br/doencas-e-sintomas/depressao/. Acesso em 29 de 
junho de 2020. 
 
Depressão tem cura? Saiba como sair da depressão. Disponível em 
https://blog.psicologiaviva.com.br/depressao-tem-cura/. Acesso em 01 de julho de 
2020. 
 
Depressão, o que você precisa saber. Disponível em: 
https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=5372:depre
ssao-o-que-voce-precisa-saber&Itemid=822. Acesso em 28 de junho de 2020. 
 
Dicionário Online de Português. Disponível em https://www.dicio.com.br/. Acesso em 
28 de junho de 2020. 
 
Diferença entre tristeza e depressão. Disponível em 
https://drauziovarella.uol.com.br/entrevistas-2/depressao-entrevista/. Acesso em 29 de 
junho de 2020. 
Família é peça fundamental no tratamento da depressão. Disponível em: 
http://www.abrata.org.br/familia-e-peca-fundamental-no-tratamento-da-
depressao/#:~:text=Os%20cuidadores%2C%20sejam%20eles%20familiares,resist%C
3%AAncia%20a%20procurar%20ajuda%20sozinha. Acesso em 29 de junho de 2020. 
 
FERRARI, Juliana Spinelli. "Preguiça: doença ou condição?"; Brasil Escola. Disponível 
em: https://brasilescola.uol.com.br/psicologia/preguica.htm. Acesso em 28 de junho de 
2020. 
 
https://revistagalileu.globo.com/Sociedade/Comportamento/noticia/2020/06/como-o-isolamento-social-impacta-quem-sofre-com-ansiedade-ou-depressao.html
https://revistagalileu.globo.com/Sociedade/Comportamento/noticia/2020/06/como-o-isolamento-social-impacta-quem-sofre-com-ansiedade-ou-depressao.html
https://blog.psicologiaviva.com.br/superar-a-depressao/
https://blog.psicologiaviva.com.br/superar-a-depressao/
https://site.cfp.org.br/
https://drauziovarella.uol.com.br/doencas-e-sintomas/depressao/
https://blog.psicologiaviva.com.br/depressao-tem-cura/
https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=5372:depressao-o-que-voce-precisa-saber&Itemid=822
https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=5372:depressao-o-que-voce-precisa-saber&Itemid=822
https://www.dicio.com.br/
https://drauziovarella.uol.com.br/entrevistas-2/depressao-entrevista/
http://www.abrata.org.br/familia-e-peca-fundamental-no-tratamento-da-depressao/#:~:text=Os%20cuidadores%2C%20sejam%20eles%20familiares,resist%C3%AAncia%20a%20procurar%20ajuda%20sozinha.
http://www.abrata.org.br/familia-e-peca-fundamental-no-tratamento-da-depressao/#:~:text=Os%20cuidadores%2C%20sejam%20eles%20familiares,resist%C3%AAncia%20a%20procurar%20ajuda%20sozinha.
http://www.abrata.org.br/familia-e-peca-fundamental-no-tratamento-da-depressao/#:~:text=Os%20cuidadores%2C%20sejam%20eles%20familiares,resist%C3%AAncia%20a%20procurar%20ajuda%20sozinha.
https://brasilescola.uol.com.br/psicologia/preguica.htm
Need Color – documentário de Jim Carrey. Disponível em 
https://www.youtube.com/watch?v=21CEOlBq2YI. Aceso em 04 de julho de 2020. 
 
O impacto da Depressão. Disponível em http://www.abrata.org.br/o-impacto-da-
depressao/. Acesso em 06 de julho de 2020. 
 
O que causa a depressão? Gatilhos e os mistérios sobre a doença. Disponível em 
https://www.medley.com.br/podecontar/quero-ajudar/gatilhos-da-depressao. Acesso 
em 30 de junho de 2020. 
 
 
https://www.youtube.com/watch?v=21CEOlBq2YI
http://www.abrata.org.br/o-impacto-da-depressao/
http://www.abrata.org.br/o-impacto-da-depressao/
https://www.medley.com.br/podecontar/quero-ajudar/gatilhos-da-depressao

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.