Exercico de Linguagem (Cor na Publicidade)
1 pág.

Exercico de Linguagem (Cor na Publicidade)

Disciplina:teoria da comunicaÇÃo i123 materiais14.082 seguidores
Pré-visualização1 página
pasta 10

PUC-RIO – DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

Teoria da Comunicação I – COM 1106 – Prof. Maria Inês Gurjão

	EXERCÍCIO 6 (Vale 1,0)
	data de entrega: 19 de novembro de 2008

	NOME: Rodrigo salvador

As linguagens não-verbais são muito usadas na comunicação social. Escolha uma das linguagens analisadas e uma área de atuação profissional na comunicação social e preencha o quadro abaixo. (Vale 0,8)

	Linguagem: Cor
	Área de atuação escolhida: Publicidade

	Características da linguagem escolhida (0,3)
	O ser humano sempre foi fascinado pelas cores. Desde o tempos mais primordiais eles já se pintavam e gostavam de colorir suas roupas e casas. A linguagem da cor pode ser defenida por uma palavra: intensidade. Cores mais fortes têm conexões com sentimentos poderosos, quando cores mais suaves são associadas a momentos mais calmos. Também, diferentes culturas usam certas cores para representar sentimentos e valores. Por exemplo, o branco representa pureza e o preto representa respeito.
O uso das cores estabelece alguns constumes e distingüe diversos grupos dentro da sociedade. Em um enterro, é usual usar cores escuras, de preferência o preto, exatamente porque ele mostra respeito. Também, cores são associadas a distintos grupos. O vermelho, por exemplo, pode representar os comunistas como também a facção criminosa chamada “Comando Vermelho”, que dominava a favela da Rocinha.

Em conclusão, as cores despertam emoções, estabelecem paradigmas e suas representações variam em cada cultura. O domínio linguagem das cores pode ajudar pessoas a mudarem a imagem que outros têm dela, causar determinados impactos ou sensações em um público desejado e aprimorar sua comunicação com outros.

	Importância da linguagem escolhida
na área de atuação escolhida (0,3)
	
A psicologia ajudou muito os publicitários, já que ela descobre elementos comunicacionais que podem ajudar a transmitir uma mensagem, chamar atenção e facilitar a leitura. Um desses elementos cruciais é a cor. Cores vibrantes como laranja são usadas para chamar atenção dos clientes. Dependendo do produto ou da empresa, a cor do texto ou das imagens/desenhos/logos será diferente. Produtos de crianças como o suco “Kapo” fazem anúncios super coloridos ao mesmo tempo em que bancos como o HSBC usam poucas cores, especialmente o branco e vermelho, que são as mesmas cores de seu logo. Ou seja, produtos são reconhecidos e associados à cores usadas em seus anúncios e campanhas.
A combinação das cores na publicidade é essencial. Estamos atravessando uma tendência de uma publicidade mais clean, exatamente porque ela foca mais na imagem no que nos textos e deixa mais espaços brancos no papel. Isso mostra exatamente como o branco é associado à pureza. Também, é preciso entender que a combinação da cores pode ser usada a favor ou contra um anúncio. Um excesso de cores ou a ilegibilidade de um texto devido à cor da fonte e do fundo, pode ser péssimo para uma peça publicitária.

	Exemplos concretos do uso da linguagem escolhida na área de atuação escolhida (0,2 cada)
	Nas primeiras versões do Papai Noel, ele usava cores morrons e verdes em suas roupas. Contudo, a Coca-Cola fez uma enorme campanha publicitária a partir da década de 1930 com o “bom velhinho” usando uma roupa vermelha e branca, que são as cores da Coca-Cola. Até hoje o Papai Noel é associado à empresa de refrigerantes.

	
	Na Veja Edição Especial com a capa do Barrack Obama, o anúncio da última página da revista usa cores e é bem interessante. O anúncio é da Bohemia Oaken, que é uma cerveja maturada com carvalho e que vem em uma caixa de madeira. Por isso, o anúncio usa muito a cor “marrom”, que é a cor da madeira, e o “dourado”, uma vez que é uma cerveja exclusiva e sofisticada com somente 4.000 kits fabricados.