A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
_HISTOLOGIA

Pré-visualização | Página 1 de 3

VAN DAMME DA SILVA FERREIRA -T25 A - 1º SEM 2019.2
HISTOLOGIA
MICROSCÓPIO DE LUZ
	Aparelho que permite o aumento de uma imagem a partir de raios de luz que atravessam uma lâmina contendo um fragmento.
 !ALERTA! 
Estudar as funções de cada parte, pode ser questão de prova prática.
PREPARAÇÃO DE LÂMINAS
1- remoção de fragmento
2-Fixação: imersão em formol para estabilizar, endurecer e preservar o fragmento.
3-Desidratação: imersão em álcool.
4-Inclusão: embebido em parafina para ganhar rigidez na geladeira. Em seguida é cortado no micrótomo.
5-Coloração: antes incolores, são geralmente coradas em HE.
6- Montagem: Fechar o material entre uma lâmina e uma lamínula de vidro (resina solidificavel) 
HEMATOXILINA: (azul) corante básico. Se fixa em porções ácidas (núcleo) - células basófilas.
EOSINA: (rosa) - corante ácido - se fica em porções básicas (citoplasma) - células acidófilas.
_________________________________
As CÉLULAS se organizam junto com a matriz extracelular (MEC) para constituir os TECIDOS. Estes, por sua vez, são classificados de acordo com as características de suas células e também pela quantidade de MEC, sendo esses os 4 principais tecidos básicos que compõem o organismo humano:
1- TECIDO EPITELIAL
- Características:
· Células JUSTAPOSTAS (junções intercelulares)
· POUCA matriz extracelular (MEC) (não visível no micro)
· AVASCULAR ( nutrição e oxigenação por difusão
-Algumas funções:
· Revestimento e proteção (pele)
· Absorção de íons (renal e intestinal)
· Percepção de estímulos (neuroepitélio)
· Secreção*[footnoteRef:0] [0: *A secreção pode ocorrer tanto pelas próprias células de revestimento quanto pelas que estão organizadas em glândulas.
] 
· Contração (mioepiteliais)
-Classificação:
· Tecido epitelial de revestimento
· Tecido epitelial glandular
 !ALERTA! 
Geralmente, todos os epitélios estão apoiados sobre tecido conjuntivo denominado LÂMINA PRÓPRIA. Entre eles há uma FINA camada do conjuntivo chamada LÂMINA BASAL. A parte mais espessa dela, vista no micro, é designada MEMBRANA BASAL.
ESPECIALIZAÇÕES DE MEMBRANA
	OS HEMIDESMOSSOMOS são as especializações da membrana que prendem a célula epitelial à lâmina basal. 
	As laterais são:
1. ZÔNULA DE OCLUSÃO
Circunda a célula inteira, sendo mais apicais, a fim de promover vedação.
2. ZÔNULA DE ADESÃO:
Se segue logo abaixo à de oclusão e promove a aderência entre células adjacentes.
3. INTERDIGITAÇÕES: 
São dobras das membranas que se encaixam nas dobras das membranas de células adjacentes.
4. DESMOSSOMOS: 
Estrutura em forma de disco que funciona como um botão ao aderir à célula adjacente.
5. JUNÇÕES COMUNICANTES:
São proteínas canais que tornam possível o intercâmbio de moléculas hidrossolúveis pequenas.
 	As apicais são:
1. MICROVILOS:
 São pequenas projeções do citoplasma em forma de dedos que formam a chamada borda em escova. No interior de cada microvilo há filamentos de actina. Exercem intensa absorção (intestino delgado)
2. ESTEREOCÍLIOS: 
São prolongamentos longos e imóveis (na verdade, são microvilos maiores e ramificados para aumentar ainda mais a absorção). Não são os verdadeiros cílios, que são móveis. Apenas homens possuem, pois estão presentes em células do epidídimo e do ducto deferente.
3. CÍLIOS: 
São prolongamentos dotados de motilidade que exibem um rápido movimento de vaivém coordenado para possibilitar que uma corrente seja impelida em uma direção. O ATP é a fonte de energia para esse movimento.
4. 	FLAGELOS: 
No corpo humano são encontrados somente em espermatozoides. Sua estrutura é semelhante à dos cílios, porém, mais longa e limitada a um por célula.
· TECIDO EPITELIAL DE REVESTIMENTO
	Cobrem a superfície externa do corpo, revestem cavidades internas, lúmen dos vasos sanguíneos, dos órgãos ocos e dos tubos de diversos calibres.
-Quanto ao número de camadas podem ser:
· SIMPLES - 1 camada de células
· ESTRATIFICADO - 2 ou mais camadas de células. Sua nomenclatura se dá A PARTIR DO TIPO MAIS SUPERFICIAL 
· PSEUDO-ESTRATIFICADO[footnoteRef:1] - Uma única camada, PORÉM, há células com diferentes alturas e todas apoiadas na LB[footnoteRef:2]. Além de núcleos em posições variáveis.( nariz, brônquios e epidídimo) [1: (CILÍNDRICO CILIADO)- ] [2: Lâmina Basal] 
-Quanto ao formato das células:
· PAVIMENTOSO - altura menor que largura. Células achatadas e núcleo alongado ou elípticos
. 
· CÚBICO - altura similar a largura. Em formato de cubo e núcleo arredondado e central.
· COLUNAR/PRISMÁTICO/ CILÍNDRICO - Células alongadas com altura maior que largura
· TRANSIÇÃO - Formato varia com o estado de distensão ou relaxamento. É o estratificado que reveste o sistema urinário (bexiga, ureter, uretra). Cheia - cúbico/vazia - achatadas.
- CÉLULAS CALICIFORMES 
	São glândulas exócrinas unicelulares e formato de cálice, encontradas entremeadas ao longo de epitélios simples cilíndricos e de epitélios pseudoestratificados cilíndricos. São cilíndricas modificadas, que sintetizam e secretam muco rico em carboidrato e se localizam, geralmente, entre as outras células do epitélio, principalmente, no revestimento do trato respiratório e digestório. (NÃO SE CORA EM HE E FICA PARECENDO UMA BOLHA BRANCA ao ver no microscópio) 
 !ALERTA!
O tipo estratificado pavimentoso precisa também ser classificado em queratinizado ou não.
· TECIDO EPITELIAL GLANDULAR
	Possuem células que produzem secreções que podem se acumular temporariamente sob a forma de grânulos. Podem ser unicelulares (como as caliciformes) ou pluricelulares ( como a tireoide). As pluricelulares são formadas a partir de invaginações do tecido epitelial que invadem o tecido conjuntivo subjacente.
· GLÂNDULAS EXÓCRINAS
	Possuem duas porções: a secretora, que produz a secreção, e os ductos excretores, por meio dos quais mantém sua conexão com o epitélio do qual se originaram, que transportam a secreção para fora do corpo (sebáceas, mamárias, sudoríparas e lacrimais) ou para o interior de cavidades (salivares).
-Quanto ao ducto:
SIMPLES: (não se ramifica)
COMPOSTO: (ramificado)
-Quanto ao formato da porção secretora:
TUBULAR: (em tubos)
 SIMPLES
 RAMIFICADA
ENOVELADA: (enrolada)
ACINOSA ou ALVEOLAR 
 (em formato de ácino)
-Quanto à natureza de secreção:
MUCOSA - muco viscoso protéico rico em açúcar (mucinoênio). Citoplasma fortemente corado por HE. Núcleo achatado na região basal.
(ex. glândula salivar)
SEROSA - secreção aquosa rica em proteína (basófila). Citoplasma fortemente corado pelo HE. Núcleo arredondado na região basal.
(ex. céls. caliciformes do intestino, parótida, pâncreas)
MISTA - contém ambas as glândulas.
( ex. gl. submentais) 
· Ácinos são um conjunto de células que se assemelha a muitos lóbulos "bagos"
· Geralmente, os ácinos são serosos e os túbulos são mucosos, mas isso não exclui o fato de ocorrer o inverso.
· Os ácinos podem vir acompanhados de semiluas, que contribuem para a mistura de secreções. Nela há células MIOEPITELIAIS que, ao contraírem, aceleram sua secreção.
· A região inicial dos ductos são ductos intercalares. A final ductos estriados.
· Quanto ao modo de eliminação da secreção:
MERÓCRINA - Somente a secreção é eliminada (salivar)
APÓCRINA - parte do citoplasma é liberado junto com a secreção. (mamária)
HOLÓCRINA - A célula inteira é eliminada (são substituídas depois) junto com a secreção. (sebácea)
· GLÂNDULAS ENDÓCRINAS
	São as que não apresentam ductos. Suas secreções são o hormônios (sinalizadores químicos), que são lançados no sangue 9 (capilares) e transportadas para o seu local de ação ou lançadas na MEC e difundidas para as outras células.
(hipófise, tireoide, paratireoide e adrenais)
-Quanto à disposição das células (secreção):
· CORDONAL: Células dispostas em “cordões”ao redor dos capilares, a secreção vai para o sangue.
· FOLICULAR OU VESICULAR: Organização em forma de folículo arredondado e armazena em seu interior a secreção (SOMENTE A TIREOIDE)
-Quanto à forma de sinalização (secreção)
· ENDÓCRINA - secreção pela