EXERCÍCIOS COM BOLAS
13 pág.

EXERCÍCIOS COM BOLAS

Disciplina:Tópicos Regionais em Fisioterapia440 materiais531 seguidores
Pré-visualização3 páginas
EXERCÍCIOS COM BOLAS
GYMNASTIC BALL

	INTRODUÇÃO
As bolas que encontramos no mercado são de vários diâmetros de forma a serem adaptadas aos pacientes.
O tamanho ideal da bola é a que possibilite que o paciente sentado sobre ela mantenha os pés apoiados no chão e flexão de joelho de 90º.
Os exercícios devem ser realizados em tatame, longe de equipamentos, com os pacientes usando roupas confortáveis e sem sapatos.
 

	SÉRIE NEUROLÓGICA (segundo Domenica Hasler)

	

	Exercício 1: COWBOY
	

	Posição inicial: paciente sentado no centro da bola. Tronco reto, joelhos em ângulo reto, tornozelos em ângulo reto e mãos apoiadas na coxa.
	

	Objetivo: estimular a reação automática de extensão do tronco em seu eixo vertical.
	

	Ação: empurrar o corpo a partir dos pés, provocando a ação do quadríceps.
	

	Reação: compressão e descompressão da coluna vertebral.
	

	

	Exercício 2: Flexão Lateral do Tronco - Hulla-Hulla
	

	Posição inicial: igual ao cowboy, mas com as mãos entrelaçadas no alto ou atrás da cabeça, contanto que os ombros estejam em rotação externa.
	

	Objetivo: provocar flexão lateral do tronco, estimulando reações de equilíbrio. Provocar movimentos da pélvis associada com a coluna vertebral.
	

	Ação: Paciente empurra a bola gentilmente com os pés para a direita e esquerda.
	

	Reação: quando a bola move-se para a D as CF acompanham (cabeça, tronco e pés permanecem onde estavam). Ocorrerá: flexão lateral da coluna para a D (concavidade D) - adução de CF D - abdução de CF E. A rotação externa de EU favorece a extensão do tronco. O exercício simula os movimentos realizados na marcha. (Inclinação do tronco e suporte do peso do corpo para o mesmo lado. Adução do lado da concavidade).
	

	

	Exercício 3: SALAMANDRA
	

	Posição inicial: em decúbito ventral sobre a bola, mãos apoiadas no solo, em linha reta, em direção ao ombro, pés em flexão dorsal apoiados no solo, coxo-femural em flexão, abdução e rotação externa.
	

	Objetivo: mobilização automática da coluna vertebral em flexão lateral, estimulando reação de equilíbrio.
	

	Ação: paciente retira do chão o pé e a mão esquerda, alternando para a direita.
	

	Reação: Flexão lateral com reação de equilíbrio.
	

	

	Exercício 4
	
trabalho de flexão lateral coluna mais rotação interna e externa de CF

	Posição inicial: mesma do exercício 1 (Cowboy).
	

	Objetivo: Flexão Lateral Tronco.
	

	Ação: faz-se a flexão lateral do tronco, colocando-se uma das mãos no chão, enquanto o outro braço fica totalmente abduzido.
	

	Reação: Flexão Lateral Tronco e rotação interna e externa de coxo-femural, conforme a lateralização esquerda ou direita que estará sendo feita.
	

	

	Exercício 5: HULLA-HULLA - Flexo-extensão
	

	Posição inicial: mesma do exercício 1 (cowboy) mas com os braços pendentes (CF ligeiramente mais abduzidas que em cowboy).
	

	Objetivo: mobilizar a coluna lombar em flexo-extensão.
	

	Ação: puxar a bola em direção aos calcanhares e afastá-la automaticamente.
	

	Reação: provocar uma retroversão ao aproximar a bola dos pés e uma anteroversão ao afastá-la. Há um estiramento do Tendão de Aquiles (ao aproximar da bola).
	

	

	Exercício 6: CAMA DE FAQUIR
	

	Posição inicial: mesma do exercício 1 (Cowboy) mas com as mãos entrelaçadas à frente.
	

	Objetivo: trabalhar a musculatura da coluna dorsal e musculatura abdominal.
	

	Ação: levar a coluna vertebral do eixo vertical para o horizontal com passos para a frente.
	

	Reação: o mesmo do objetivo.
	

	

	Exercício 7: CARANGUEJO
	

	Posição inicial: paciente em decúbito ventral sobre a bola, mãos apoiadas no chão à altura das escápulo-umerais.
	

	Objetivo: movimentação automática dos rotadores da coluna vertebral.
	

	Ação: alterna-se a retirada de apoio de cada membro, um de cada vez - membro superior esquerdo, direito - membro inferior direito e esquerdo.
	

	

	Exercício 8: BALANÇO
	
Trabalho do AM de TT e Punho.

	Posição inicial: mesma do exercício 7.
	

	Objetivo: função de suporte sobre membros superiores e membros inferiores.
	

	Ação: 1ª fase - retira-se os pés do chão, empurrando-se a bola para a frente. 2ª fase - trazer a bola para trás e sentar sobre os joelhos agarrando a bola com os braços.
	

	Reação: tem-se uma descompressão (ao levar a bola para a frente) da coluna, estabilização da articulação do ombro e fortalecimento da musculatura de membros superiores e uma compressão (ao levar a bola para trás) da coluna e trabalho de flexão de joelho e flexão plantar de Tíbio-Társica.
	

	OBS.: Dependendo das intenções dos exercícios:
I) podemos trabalhar cotovelo em extensão para fortalecer tríceps e flexão para bíceps;
II) podemos trabalhar, na 1ª fase, a flexão plantar ou dorsal de tíbio-társica;
III) podemos trabalhar os glúteos quando da 1ª fase; e
IV) temos uma flexão da coluna quando ficamos em flexão de cotovelo e uma extensão da coluna quando em extensão de cotovelo.

	

	Exercício 9: FIGURA DO GALEÃO
	

	Posição inicial: paciente sobre a bola, com apoio sobre os joelhos, pés em flexão dorsal, tronco, cotovelo, mãos e queixo apoiados na bola.
	

	Objetivo: extensão de tronco provocando equilíbrio.
	

	Ação: paciente com uso dos pés empurra a bola para a frente, fazendo com isso a extensão do tronco.
	

	Reação: podemos observar também o trabalho dos glúteos. Fazendo-se o exercício com os membros superiores estendidos sobre a bola, implica-se em trabalho de tríceps e automaticamente extensão de tronco. Trabalho do quadríceps idêntico à posição ereta.
	

	

	Exercício 10
	

	Posição inicial: sentado sobre os calcanhares, a bola descansa sobre as coxas e é segura com as mãos.
	

	Objetivo: provocar extensão de coxo-femural e joelho em uma situação instável de equilíbrio.
	

	Ação:
1ª fase: levar a coluna do eixo vertical para o horizontal.
Provocar reação de suporte nos membros superiores (haverá estabilização automática de escápulo-umeral devido a situação instável de equilíbrio).
2ª fase: as mãos permanecem no solo, mas empurra a bola para trás tanto quanto possível, ocorrerá heperextensão da coluna lombar, coxo-femural e joelhos: as escápulo-umerais ficarão fletidas.
	

	

	Exercício 11: COQUETEL DE FESTA
	
Bandeja e bola para a direita, perna esquerda suporte.

	Posição inicial: como em cowboy (exercício 1), mas os antebraços em supino como se segurassem uma bandeija.
	

	Objetivo: produzir reação de suporte automática em um membro inferior e ativar principalmente o vasto medial além dos rotadores de coxo-femural em um padrão típico da marcha
	

	Ação: ao inclinar-se para frente e rodar a bola para direita, esta gira diagonalmente para tráz. A perna direita perde então o contato com o solo. A perna esquerda assume a função de suporte.
	

	Reação: ao inclinar-se para frente e rodar a bola para a direita, esta gira diagonalmente para trás. A perna direita perde então o contato com o solo. A perna esquerda assume a função de suporte.
	

	

	Exercício 12
	
Move perna esquerda, perna direita na bola faz adução mais rotação interna

	Posição inicial: DD, perna descansa sobre a bola.
	

	Objetivo: produzir mobilização automática e estabilização da abdução com rotação externa e adução com rotação interna de coxo-femural.
	

	Ação: a perna direita é suportada no centro da bola, a perna esquerda é levemente fletida na altura do joelho e mantida verticalmente.
-Perna esquerda move-se em direção à direita.
-Perna esquerda move-se de volta à esquerda
	

	Reação: o movimento da perna esquerda faz a bola girar para esquerda.
-Adução e rotação interna da perna direita ocorrerá quando a perna esquerda move-se em direção à direita (fazendo a bola mover-se para da esquerda).
	

	

	Exercício 13
	

	Posição inicial: paciente em DD com membros inferiores sobre a bola, joelhos em flexão.
	

	Objetivo: estabilização automática de coxo-femural em abdução, adução e rotação interna e externa.
Estabilização automática da coluna em posição neutra.
	

	Ação: pressionar os calcanhares sobre a bola.
	

	

	Exercício 14
	
ext. automática de CF mais estabilização