Buscar

Muito se tem discutido acerca do ensino de gramática nas escolas. Ao realizar essas discussões, os linguistas apresentam, geralmente, uma distinção...

Muito se tem discutido acerca do ensino de gramática nas escolas. Ao realizar essas discussões, os linguistas apresentam, geralmente, uma distinção entre três tipos de gramática: prescritiva/normativa, descritiva e internalizada. Salientam que há uma relação de hierarquia entre forma de ensino, concepção de gramática e concepção de linguagem adotadas, por isso, ao basear sua prática num tipo de gramática, o professor revela, mesmo que não se dê conta disso, a sua crença sobre o que é e para que serve a linguagem.


Sobre as concepções de gramática, analise os itens a seguir.


I. A gramática normativa (ou prescritiva) se prende a conceitos e regras e defende a norma culta, ou seja, o português correto, sendo seu objetivo o falar e escrever bem. Tudo o que foge a esta norma culta representa um erro.

II. A gramática descritiva apresenta um conjunto de regras que são seguidas e preocupa-se, centralmente, em tornar conhecidas as regras de fato utilizadas pelos falantes, ou seja, sua preocupação é descrever e/ou explicar as línguas tais como elas são faladas, sem preocupação em apontar erros, reconhecendo que existe uma variação da língua, a qual deve ser respeitada e analisada.

III. A gramática internalizada relaciona-se ao conhecimento implícito da língua que o falante possui. Nessa concepção, saber gramática depende da ativação e do amadurecimento progressivo de hipóteses sobre o que é a linguagem e quais seus princípios e regras. Nela, o que pode ocorrer é uma inadequação da variedade linguística em um dado momento de interação comunicativa, mas não o erro linguístico.


A partir da análise feita, pode-se dizer que a prática pautada no ensino descritivo revela que o professor entende a linguagem como

A) 

expressão da norma padrão, sendo a língua vista como invariável, sendo considerado erro tudo que não segue o preconizado pela norma padrão.

B) 

instrumento de dominação, sendo a língua constituinte responsável por distinguir aqueles que podem exercer poderio sobre os que não dominam as regras da norma padrão.

C) 

expressão do pensamento, considerando a língua uma instituição individual, monológica, sendo apenas a exteriorização do pensamento, traduzido por meio das palavras.

D) 

processo de interação, considerando a língua como forma de interação do indivíduo falante num contexto comunicativo em que está inserido.

E) 

instrumento de comunicação, sendo a língua vista fora de seu contexto de utilização, como um sistema de códigos que deve ser aprendido por seus falantes para que possam se comunicar.


💡 1 Resposta

User badge image

Ed Verified user icon

De acordo com a análise feita, pode-se dizer que a prática pautada no ensino descritivo revela que o professor entende a linguagem como um processo de interação, considerando a língua como forma de interação do indivíduo falante num contexto comunicativo em que está inserido. Portanto, a alternativa correta é a letra D.

0
Dislike0

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis


✏️ Responder

SetasNegritoItálicoSublinhadoTachadoCitaçãoCódigoLista numeradaLista com marcadoresSubscritoSobrescritoDiminuir recuoAumentar recuoCor da fonteCor de fundoAlinhamentoLimparInserir linkImagemFórmula

Para escrever sua resposta aqui, entre ou crie uma conta.

User badge image

Perguntas relacionadas

Materiais relacionados

Materiais recentes

Perguntas Recentes