Buscar

A promessa de compra e venda pode ser definida como um ato bilateral, sinalagmático, comutativo, por regra, pré-constituinte da obrigação de vender...

A promessa de compra e venda pode ser definida como um ato bilateral, sinalagmático, comutativo, por regra, pré-constituinte da obrigação de vender. A doutrina identifica a promessa de compra e venda como pré-contrato ou contrato preliminar, em que as partes se obrigam, simplesmente, a fazer, futuramente o contrato principal de compra e venda, postergado ao implemento das condições determinantes naquele. No que diz respeito a promessa de compra e venda, analise as assertivas abaixo:

I. A certeza do negócio ainda se acresce pela translatividade fática do negócio em favor do então informal promitente comprador.

II. No caso em que não se pactuou arrependimento, poderá ser registrada no Cartório de Registro de Imóveis, conferindo ao promitente comprador direito real à aquisição do imóvel e petição judicial de adjudicação do imóvel, se necessário.

III. No caso de promessa de compra e venda, deve levar em consideração a idoneidade registral dos títulos e a legitimidade dos transmitentes.

IV. Quanto à legitimação parte negocial, quem é dono poderá vender, ou prometer vender, e nesse caso, o adquirente ou promitente poderá registrar seu título, sendo este último como proprietário que ainda não é.

Assinale a alternativa correta:

 

Alternativas


Alternativa 1:


I, II e III apenas.


Alternativa 2:


II, III e IV apenas.


Alternativa 3:


I, III e IV apenas.


Alternativa 4:


I, II e IV apenas.


Alternativa 5:


I, II, III e IV.