A maior rede de estudos do Brasil

Como Hedley Bull compara o sistema internacional a uma sociedade?

Introdução aS R.I


1 resposta(s)

User badge image

Sthefany

Há mais de um mês

O principal é: Ele descreve a politica internacional por meio de uma sociedade de estados, a sociedade internacional, porque os estados não estao empenhados em uma simples luta, existem limites impostos por regras e instituições mantidas em comum, existe uma ordem internacional (ele compara com a ordem da vida social).
A politica internacional não expressa nem um completo conflito de interesses, nem uma completa identidade de interesses. Lembra um jogo distributivo, mas em partes produtivo. A atividade internacional que melhor tipifica a sociedade internacional é o comércio - intercambio economico e social. A diferença é que os soberanos, os estados, constituem a verdadeira realidade da politica internacional: os membros imediatos são os estados e não os individuos. 

Em suma: Todos os estados estao limitados pelas regras e instituições da sociedade que formam.  Os estados devem obedecer as regras de prudencia e conveniencia, mas também aos imperativos de lei e moralidade. Mas esses imperativos não pretendem a derrubada do sistema de estados, mas sim aceitação das exigencias da coexistencia e cooperação dentro de uma sociedade de estados.

O principal é: Ele descreve a politica internacional por meio de uma sociedade de estados, a sociedade internacional, porque os estados não estao empenhados em uma simples luta, existem limites impostos por regras e instituições mantidas em comum, existe uma ordem internacional (ele compara com a ordem da vida social).
A politica internacional não expressa nem um completo conflito de interesses, nem uma completa identidade de interesses. Lembra um jogo distributivo, mas em partes produtivo. A atividade internacional que melhor tipifica a sociedade internacional é o comércio - intercambio economico e social. A diferença é que os soberanos, os estados, constituem a verdadeira realidade da politica internacional: os membros imediatos são os estados e não os individuos. 

Em suma: Todos os estados estao limitados pelas regras e instituições da sociedade que formam.  Os estados devem obedecer as regras de prudencia e conveniencia, mas também aos imperativos de lei e moralidade. Mas esses imperativos não pretendem a derrubada do sistema de estados, mas sim aceitação das exigencias da coexistencia e cooperação dentro de uma sociedade de estados.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes