A maior rede de estudos do Brasil

cidadania

Reflita um instante sobre a noção de cidadãos passivos. Segundo esse princípio, é possível afirmar que os poderosos de cada sociedade, quase sempre, converteram os cidadãos num rebanho de ovelhinhas pacatas, pastando, lado a lado, sem queixa, mesmo na escassez de pasto.

Segundo essa metáfora é correto afirmar que:

 

a passividade de um cidadão não chega a prejudicar a ordem e equilíbrio social porque a sociedade só se configura enquanto multidão.

a condição de passividade no cidadão deve justificar-se pela necessidade que tem do “pasto, mesmo quando escasso.

o exercício da cidadania está condicionado ao sentir-se prejudicado pelos excessos do poder público.

as chamadas Organizações Não Governamentais encarnam completamente a chamada passividade social.

a postura do cidadão deve ser ativa: cobrando, propondo e pressionando o poder público. 


1 resposta(s)

User badge image

magno

Há mais de um mês

a condição de passividade no cidadão deve justicar-se pela necessidade que tem do pasto, mesmo quando escasso.
a condição de passividade no cidadão deve justicar-se pela necessidade que tem do pasto, mesmo quando escasso.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes