A maior rede de estudos do Brasil

o funcionalismo atribui à educação quatro funções específicas: acadêmica, distributiva, econômica e política. Explique a função acadêmica da educação.

HistóriaUNINTER

2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

O Funcionalismo é uma teoria sociológica que procura explicar fenômenos sociais realizando o papel das instituições na sociedade. Se uma determinada mudança social promove um equilíbrio harmonioso, é considerado funcional. Ou seja, este ramo da sociologia tem o intuito de explicar as relações existentes entre os elementos que se relacionam uns com os outros na sociedade promovendo alterações ou não nela. Se este elemento social permitir a continuação da estrutura da sociedade ele é chamado de funcional. No entanto, se este elemento promover o oposto a essa harmonia e continuação do sistema da sociedade, então é disfuncional e não tem nenhum efeito se não é funcional.

Emile Durkheim foi o principal representante do funcionalismo.


A função acadêmica possui três aspectos principais: propiciar aos alunos modelos de comportamentos que os socializem, reproduzir a cultura da geração antiga às novas gerações e desenvolver nos alunos habilidades cognitivas.


Falando um pouco sobre as demais funções, a função distributiva é aquela em que a escola tem o objetivo de possibilitar mecanismos de desenvolvimento aos alunos criando status sócio-econômico e status educativo.

A função econômica é a de capacitar os alunos para o mercado de trabalho de uma forma que eles se preparem para enfrentar as dificuldades dessa realidade que enfrentarão, e também possibilita um avanço na produtividade de seu trabalho.

Já a função política instiga capacidades de: convivência social dentro da própria sala de aula que serão utilizados também na vida extra-sala-de-aula, democracia e produz elites na sociedade que serão capazes de conduzir o rumo da própria nação.

O Funcionalismo é uma teoria sociológica que procura explicar fenômenos sociais realizando o papel das instituições na sociedade. Se uma determinada mudança social promove um equilíbrio harmonioso, é considerado funcional. Ou seja, este ramo da sociologia tem o intuito de explicar as relações existentes entre os elementos que se relacionam uns com os outros na sociedade promovendo alterações ou não nela. Se este elemento social permitir a continuação da estrutura da sociedade ele é chamado de funcional. No entanto, se este elemento promover o oposto a essa harmonia e continuação do sistema da sociedade, então é disfuncional e não tem nenhum efeito se não é funcional.

Emile Durkheim foi o principal representante do funcionalismo.


A função acadêmica possui três aspectos principais: propiciar aos alunos modelos de comportamentos que os socializem, reproduzir a cultura da geração antiga às novas gerações e desenvolver nos alunos habilidades cognitivas.


Falando um pouco sobre as demais funções, a função distributiva é aquela em que a escola tem o objetivo de possibilitar mecanismos de desenvolvimento aos alunos criando status sócio-econômico e status educativo.

A função econômica é a de capacitar os alunos para o mercado de trabalho de uma forma que eles se preparem para enfrentar as dificuldades dessa realidade que enfrentarão, e também possibilita um avanço na produtividade de seu trabalho.

Já a função política instiga capacidades de: convivência social dentro da própria sala de aula que serão utilizados também na vida extra-sala-de-aula, democracia e produz elites na sociedade que serão capazes de conduzir o rumo da própria nação.

User badge image

Marquismael

Há mais de um mês

Na análise de Torres, citado no livro-base, o funcionalismo educacional de Durkheim estabelece uma função econômica na educação. Algo que se traduz contemporaneamente na teoria do capital humano. Essa perspectiva estabelece uma clara relação entre educação e a esfera produtiva da sociedade. Acredita-se que, quanto maior a escolaridade, maior a produtividade do trabalhador, o que resulta em uma maior igualdade na distribuição de renda na sociedade (p. 35).

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas