A maior rede de estudos do Brasil

Qual a diferença das teorias motivacionais de MASLOW E HERZBERG?

estou com um pouco de duvida.


3 resposta(s)

User badge image

JUNIOR ADMINISTRADOR

Há mais de um mês

SEMELHANÇAS

* Ambos usam uma escala hierárquica, onde um degrau deve primeiro ser totalmente ou em grande parte concluído antes de avançar para a próxima fase.
* Ambos se baseiam no argumento de que "nós nos comportamos como fazemos, porque estamos a tentar satisfazer as necessidades internas". 
* Ambos especificam os critérios sobre o que motiva as pessoas. No entanto, este é
controverso porque entre pessoas de diferentes culturas há diferentes valores e normas, e, portanto, têm critérios diferentes ou ter critérios que são entendidos como mais importantes por exemplo, os funcionários gregos e japoneses afirmam que as necessidades de segurança e fisiológicas são mais importantes para eles, onde funcionários da Noruega e da Suécia viram essas necessidades como sendo mais importantes.
* A ideia de higiene de Herzberg corresponde ás necessidades de seguranças, fisiológicas de Maslow, isto é, ambos têm o mesmo critério (remuneração base, as condições de trabalho, etc.).
* Além disso, a ideia de motivação de Herzberg corresponde às necessidades de estima e auto-realização de Manslow, ou seja, ambos têm os mesmos critérios (crescimento, reconhecimento, realização, etc.).
* Ambas as teorias são influenciadas por condições ambientais, as atitudes dos empregados e, como resultado, a sua motivação. Estes influenciam o desempenho dos funcionários.

DIFERENÇAS

* Maslow diz que cada fase da pirâmide deve ser totalmente ou em grande parte concluída antes de avançar para o passo seguinte... No entanto, Herzberg sugeriu que havia apenas duas fases (higiene e motivadores) em vez de 5.
* Maslow afirmou que o cumprimento de cada etapa é um motivação, porém Herzberg disse que para preencher as necessidades de higiene só irá resultar num empregado em estado neutro e que a satisfação e motivação só vem a partir da 2 ª etapa (motivador).
SEMELHANÇAS

* Ambos usam uma escala hierárquica, onde um degrau deve primeiro ser totalmente ou em grande parte concluído antes de avançar para a próxima fase.
* Ambos se baseiam no argumento de que "nós nos comportamos como fazemos, porque estamos a tentar satisfazer as necessidades internas". 
* Ambos especificam os critérios sobre o que motiva as pessoas. No entanto, este é
controverso porque entre pessoas de diferentes culturas há diferentes valores e normas, e, portanto, têm critérios diferentes ou ter critérios que são entendidos como mais importantes por exemplo, os funcionários gregos e japoneses afirmam que as necessidades de segurança e fisiológicas são mais importantes para eles, onde funcionários da Noruega e da Suécia viram essas necessidades como sendo mais importantes.
* A ideia de higiene de Herzberg corresponde ás necessidades de seguranças, fisiológicas de Maslow, isto é, ambos têm o mesmo critério (remuneração base, as condições de trabalho, etc.).
* Além disso, a ideia de motivação de Herzberg corresponde às necessidades de estima e auto-realização de Manslow, ou seja, ambos têm os mesmos critérios (crescimento, reconhecimento, realização, etc.).
* Ambas as teorias são influenciadas por condições ambientais, as atitudes dos empregados e, como resultado, a sua motivação. Estes influenciam o desempenho dos funcionários.

DIFERENÇAS

* Maslow diz que cada fase da pirâmide deve ser totalmente ou em grande parte concluída antes de avançar para o passo seguinte... No entanto, Herzberg sugeriu que havia apenas duas fases (higiene e motivadores) em vez de 5.
* Maslow afirmou que o cumprimento de cada etapa é um motivação, porém Herzberg disse que para preencher as necessidades de higiene só irá resultar num empregado em estado neutro e que a satisfação e motivação só vem a partir da 2 ª etapa (motivador).
User badge image

Matheus Leonardo

Há mais de um mês

Maslow

A hierarquia das necessidades de Abraham Maslow, provavelmente recebeu mais atenção dos administradores do que qualquer outra teoria da motivação, já que classifica as necessidades humanas de modo lógico e conveniente, com implicações importantes para os administradores.

Maslow via a motivação humana como uma hierarquia de cinco necessidades, que iam de das necessidades mais básicas a  mais elevadas de auto-realização.

De acordo com Maslow, os indivíduos serão motivados a satisfazer a necessidade que para eles estiver preponderante, ou mais forte, num determinado momento. A preponderância de uma necessidade depende da situação do indivíduo no momento e de suas experiências recentes. Partindo das necessidades físicas, que são as mais básicas, cada necessidade deve ser ao menos parcialmente satisfeita antes do indivíduo desejar satisfazer uma necessidade no próximo nível acima.

Uma conclusão óbvia da teoria de Maslow é que os empregados precisam de um salário suficiente para alimentar, abrigar e proteger a si mesmos e às suas famílias de um modo satisfatório, bem como de um ambiente de trabalho seguro, antes dos administradores tentarem oferecer incentivos destinados a dar-lhes estima, sentimentos de participação ou oportunidades de crescimento. As necessidades de segurança incluem estabilidade no trabalho, estar livre de coação ou de tratamento arbitrário, e regulamentos claramente definidos.

Na organização moderna tanto as necessidades fisiológicas como as de estabilidade são em geral  (mas nem sempre) atendidas satisfatoriamente. O aspecto seguinte na hierarquia é a necessidade de participar e de ser amado. Isso é sentido com mais força dentro da família, mas também afeta o ambiente de trabalho. A não ser que se vejam como parte integrante da organização, os empregados irão sentir-se frustrados por uma necessidade de participação não atendida e provavelmente não responderão às oportunidades e incentivos de ordem mais elevadas.

Maslow descreveu dois tipos de necessidade de estima, o desejo de realização e competência e o desejo de status e reconhecimento. Em termos organizacionais, as pessoas querem ser boas em seus trabalhos; também querem sentir que estão realizando algo importante quando fazem esse trabalho. Como administradores, podendo atender aos dois tipos de necessidade de estima proporcionando trabalhos que desafiem e envolvendo os subordinados no estabelecimento de objetivos e nas decisões.

Herzberg

Herzberg concluiu que a satisfação e a insatisfação no trabalho decorrem de dois conjuntos separados de fatores. Essa teoria foi chamada de teoria dos dois fatores.

Entre os fatores de insatisfação (fatores higiênicos) estavam o salário, as condições de trabalho e a política da empresa, todos eles afetavam o contexto em que o trabalho era realizado. O mais importante desses fatores é a política da empresa, que segundos muitos indivíduos pode ser uma grande causa de ineficiência e ineficácia. Os pontos positivos atribuídos a esses fatores não levavam à satisfação no trabalho, mas meramente à ausência de insatisfação.

Entre os fatores de satisfação (fatores motivantes) estão a realização, o reconhecimento, a responsabilidade, e o progresso, todos eles relacionados ao conteúdo do trabalho e às recompensas ao desempenho profissional.

 

E se você quiser saber mais este arquivo em pdf descreve e mostra mais sobre esse assunto, http://www.aiec.br/plataforma/101101/101/unidade03/downloads/leitura/101u03lc03.pdf

User badge image

Rafael Santos

Há mais de um mês

A principal diferença entre Abraham Maslow e as teorias de Frederick Herzberg é que o primeiro assumiu que todas as necessidades humanas eram motivadores enquanto o último não.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes