A maior rede de estudos do Brasil

Qual as características básicas da proteína em meio aquoso?

Bioquímica I

FACULDADE SÃO MIGUEL


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Nas últimas duas décadas, proteínas e peptídeos se tornaram uma classe importante de drogas terapêuticas potentes. No entanto, a sua susceptibilidade à degradação química e física apresenta um desafio para os cientistas de formulação, para o desenvolvimento de preparações farmacêuticas estáveis. Isto é em parte devido às propriedades físico-químicas e biológicas únicas das proteínas e drogas peptídicas


As tecnologias de DNA recombinante e anticorpos monoclonais estão proporcionando excelentes oportunidades para novos desenvolvimentos farmacêuticos e novas abordagens para o diagnóstico, tratamento e prevenção de doenças. A biologia molecular nos deu agora as ferramentas para expandir a gama de medicamentos baseados em peptídeos e proteínas, para combater doenças mal controladas. Tais drogas incluem vacinas sintéticas, que prometem oferecer proteção contra agentes cancerígenos e tóxicos. Já existem dezenas de produtos protéicos no mercado e centenas em desenvolvimento pré-clínico e clínico.


Estes incluem nanoaprótimios bioaderentes orais de Insulina, Polifosforilcolina e β lactopolissacarídeo quitosana globulina micro-partículas biodegradáveis ​​orais, albumina de soro bovino microgrânulos orais de metal íon carboximetil reticulado guár goma, Recombinante humano fator de estimulação de colônias de granulócitos oral gastro intestinal muco sistema adesivo remendo. 

Nas últimas duas décadas, proteínas e peptídeos se tornaram uma classe importante de drogas terapêuticas potentes. No entanto, a sua susceptibilidade à degradação química e física apresenta um desafio para os cientistas de formulação, para o desenvolvimento de preparações farmacêuticas estáveis. Isto é em parte devido às propriedades físico-químicas e biológicas únicas das proteínas e drogas peptídicas


As tecnologias de DNA recombinante e anticorpos monoclonais estão proporcionando excelentes oportunidades para novos desenvolvimentos farmacêuticos e novas abordagens para o diagnóstico, tratamento e prevenção de doenças. A biologia molecular nos deu agora as ferramentas para expandir a gama de medicamentos baseados em peptídeos e proteínas, para combater doenças mal controladas. Tais drogas incluem vacinas sintéticas, que prometem oferecer proteção contra agentes cancerígenos e tóxicos. Já existem dezenas de produtos protéicos no mercado e centenas em desenvolvimento pré-clínico e clínico.


Estes incluem nanoaprótimios bioaderentes orais de Insulina, Polifosforilcolina e β lactopolissacarídeo quitosana globulina micro-partículas biodegradáveis ​​orais, albumina de soro bovino microgrânulos orais de metal íon carboximetil reticulado guár goma, Recombinante humano fator de estimulação de colônias de granulócitos oral gastro intestinal muco sistema adesivo remendo. 

User badge image

Aurilene Cajado

Há mais de um mês

As proteínas como estão inseridas na célula portanto, um ambiente polar segue alguns processos a nível de organização tridimensional a título de exemplificação os aminoácidos com cadeias laterais apolares tedem a ficar no interior na molécula a fim de evitar o meio aquoso. proteínas que apresentam esse resíduos apolares na superficie  podem ser acessoradas por proteinas que auxiliam no enovelamento proteico correto como as chaperonas ou sao degradadas por proteases. Outro fator relevante está reacionados a enfermidades ocasionadas pelo aglomerado de proteinas mal dobradas como a doença de Parkinson onde há o acúmulo de proteinas sincleina.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas