A maior rede de estudos do Brasil

Descreva os mecanismos que promove a sensibilização do mastocito na hipersensibilidade imediata


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

A principal função dos mastócitos é armazenar potentes mediadores químicos da inflamação, como heparina (anticoagulante), histamina (vasodilatador), serotonina, o fator quimiotático dos eosinófilos na anafilaxia (ECF-A, Eosinophil Chimiotactic Factor of Anaphylaxis). 


Os mastócitos secretam também a substância de ação lenta (SRS-A, Slow-Reacting Substance of Anaphylaxis). Além disso, a superfície dos mastócitos contem receptores específicos para imunoglobulina E (IgE) produzida pelos plasmócitos. 

A maior parte das moléculas de IgE fixa-se na superfície dos mastócitos e dos granulócitos basófilos. A liberação de mediadores químicos armazenados nos mastócitos promove reações alérgicas denominadas “reações de sensibilidade imediata”, nas quais atrai os leucócitos até o local e causa também vasodilatação. 


O choque anafilático é um exemplo deste tipo de reação, sendo o mastócito a principal célula responsável por este tipo de reação alérgica. O processo de ativação da degranulação (exocitose) se baseia na sensibilização destas células (mastócitos). 

Esta sensibilização ocorre da seguinte forma: o primeiro contato com o alérgeno (substância irritante que causa a alergia) estimula a produção de IgE específicas que se unem aos receptores de superfície dos mastócitos, pois estes são rico em receptores de IgE. 
No segundo contanto, as IgE ligadas ao mastócito se ligam ao alérgeno e desencadeia a liberação de todos os mediadores inflamatórios. Com isso a histamina causa uma vasodilatação, a heparina é anticoagulante, o ECF-A chama os eosinófilos e o fator quimiotáxico dos neutrófilos chamam os neutrófilos ao local. 


O SRS-A (slow reacting substance of anaphilaxis) tem como efeito produzir contração lenta da musculatura lisa. Esta contração da musculatura lisa é importante quando essa reação anafilática ocorre no pulmão e leva a uma broncoconstrição (asma alérgica).

fonte:https://www.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/biologia/mastocitos/31067

A principal função dos mastócitos é armazenar potentes mediadores químicos da inflamação, como heparina (anticoagulante), histamina (vasodilatador), serotonina, o fator quimiotático dos eosinófilos na anafilaxia (ECF-A, Eosinophil Chimiotactic Factor of Anaphylaxis). 


Os mastócitos secretam também a substância de ação lenta (SRS-A, Slow-Reacting Substance of Anaphylaxis). Além disso, a superfície dos mastócitos contem receptores específicos para imunoglobulina E (IgE) produzida pelos plasmócitos. 

A maior parte das moléculas de IgE fixa-se na superfície dos mastócitos e dos granulócitos basófilos. A liberação de mediadores químicos armazenados nos mastócitos promove reações alérgicas denominadas “reações de sensibilidade imediata”, nas quais atrai os leucócitos até o local e causa também vasodilatação. 


O choque anafilático é um exemplo deste tipo de reação, sendo o mastócito a principal célula responsável por este tipo de reação alérgica. O processo de ativação da degranulação (exocitose) se baseia na sensibilização destas células (mastócitos). 

Esta sensibilização ocorre da seguinte forma: o primeiro contato com o alérgeno (substância irritante que causa a alergia) estimula a produção de IgE específicas que se unem aos receptores de superfície dos mastócitos, pois estes são rico em receptores de IgE. 
No segundo contanto, as IgE ligadas ao mastócito se ligam ao alérgeno e desencadeia a liberação de todos os mediadores inflamatórios. Com isso a histamina causa uma vasodilatação, a heparina é anticoagulante, o ECF-A chama os eosinófilos e o fator quimiotáxico dos neutrófilos chamam os neutrófilos ao local. 


O SRS-A (slow reacting substance of anaphilaxis) tem como efeito produzir contração lenta da musculatura lisa. Esta contração da musculatura lisa é importante quando essa reação anafilática ocorre no pulmão e leva a uma broncoconstrição (asma alérgica).

fonte:https://www.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/biologia/mastocitos/31067

User badge image

Adriele Leandro

Há mais de um mês

A hipersensibilidade imediata é uma reação rápida da musculatura lisa e vascular, mediada por IgE e pelos mastócitos, geralmente seguida por inflamação (reação tardia), que ocorre em alguns indivíduos quando do encontro com certos antígenos estranhos, aos quais foram expostos previamente. As reações de hipersensibilidade imediata são também chamadas de alergia ou atopia.

Geralmente a hipersensibilidade do tipo I se manisfesta por:

  • febre;
  • alergia aos alimentos;
  • asma brônquica;
  •  anafilaxia.

O anticorpo IgE produzido em respostas a um alérgeno se liga aos receptores Fc de alta afinidade dos mastócitos, Esse processo de revestimento dos mastócitos com IgE é chamado de "sensibilização", porque o revestimento com IgE específico para um antígeno torna os mastócitos sensíveis á ativação pelo encontro subsequente com esse antígeno. Os mastócitos estão presentes em todos os tecidos conjuntivos, e os mastócitos do corpo que são ativados pela ligação cruzada da IgE específica do alérgeno em geral dependem da rota de entrada do alérgeno. Os mastócitos são sempre revestidos com IgE ligada a FcԐRI, mesmo em indivíduos normais. O receptor de FcԐ de alta afinidade, denomidado de FcԐRI se liga muito fortemente á porção Fc da cadeia pesada Ԑ(as outras duas cadeias do receptor são de protéinas sinalizadoras).

Uma teoria que explica a ocorrência de sensibilização é a "teoria da higiene", que relaciona a predisposição genética com uma série de fatores como ambientes livre de germes, antibioticoterapia, vacinação e industrialização. Tudo isso seria, de acordo com essa teoria, responsável pela grande ocorrência de alergias em nossos tempos.

 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas