A maior rede de estudos do Brasil

explique se é possível coautoria no infanticídio

explique se é possível coautoria no infanticídio


2 resposta(s)

User badge image

Paola Stefanello

Há mais de um mês

eu imagino que sim... por mais que a mãe seja a autora direta do crime, a coautoria poderia ser feita pelo pai ou qualquer outra pessoa que ajudasse essa mae ... muitas vezes em estado puerperal, a cometer o ato de infanticídio. uma vez que o autor direto do crime é sempre a mãe. isso ?! ( olha que nao pesquei p responder)kkk
eu imagino que sim... por mais que a mãe seja a autora direta do crime, a coautoria poderia ser feita pelo pai ou qualquer outra pessoa que ajudasse essa mae ... muitas vezes em estado puerperal, a cometer o ato de infanticídio. uma vez que o autor direto do crime é sempre a mãe. isso ?! ( olha que nao pesquei p responder)kkk
User badge image

Diego

Há mais de um mês

Felipe, vamos começar por partes, já que é um tema bastante discutido =)

Primeiramente o próprio Art. 123(infanticidio) não preve a coautoria, porém conforme a doutrina majoritária(Damásio de Jesus, Mirabette, Bitencourt e até mesmo Nelson Hungria) entende-se que é possível se utilizar da Parte Geral do Còdigo Penal, mais especificamente o art. 30, que menciona que não há comunicação das condições e circunstâncias de carater pessoal, salvo quando elementares do crime. Levando em conta que o estado puerperal e a condição de mãe da vítima se caracterizam como carater pessoal, logo, haverá possibilidade de comunicação com os comparsas. Ressalto que, a mãe necessita ter realizado um ato executório para matar o próprio filho e que todos os elementares do crime em relação a mãe estejam presentes, sendo assim, se um terceiro tomar parte no ato executório junto com a mãe, haverá a coautoria.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes