A maior rede de estudos do Brasil

f(x) = x2-2x+3 f(x) = -x2+4x Encontre o ponto máximo da função f(x)= -4x2+4x+5. Escolha uma: a. P(1/2,6) b. P(1/2,2) c. P(6,1/2) d. P(0,1/2)


1 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Nessa questão, devemos aplicar nossos conhecimentos sobre Álgebra, mais precisamente, sobre funções quadráticas (ou do segundo grau). Devemos lembrar que a estrutura de uma função do segundo grau é $y=a∗x^2+b∗x+c$, onde $a$, $b$ e $c$ são coeficientes que multiplicam a variável $x$, e $y$ é a imagem da função, isto é, o quanto a função vale para determinado $x$.

A abscissa do vértice de uma função de segundo grau, isto é, o valor de $x$ no vértice (ponto de máximo ou de mínimo) é dado por $x_V=−\dfrac{b}{2∗a}$.

Por fim, lembremos que a imagem do vértice de uma função de segundo grau, isto é, o valor de $y$ no vértice (máximo ou mínimo) é dado por $y_V=−\dfrac{\Delta}{4*a}$, onde $\Delta$(delta) é calculado pela fórmula de Baskhara e vale $\Delta=b^2−4*a*c$.


No caso, temos

$f(x)= -4x^2+4x+5$

$y = a*x^2 + b*x + c$

$y=f(x)$; $a=−4$; $b=4$; $c=5$.


Assim, a abscissa do vértice será:

$x_V=−\dfrac{b}{2∗a} = -\dfrac{4}{2*(-4)} = 0,5$;


Delta será:

$\Delta=b^2−4*a*c = (4)^4-4*(-4)*5 = 64$

E  a imagem do vértice será:

$y_V=−\dfrac{\Delta}{4*a}=−\dfrac{96}{4*(-4)} = 6$


Logo, o vértice será

$P(x_V, y_V) = (0,5;6) = (1/2;6)$.


Portanto, o ponto máximo da função é P(1/2;6), alternativa a).

Nessa questão, devemos aplicar nossos conhecimentos sobre Álgebra, mais precisamente, sobre funções quadráticas (ou do segundo grau). Devemos lembrar que a estrutura de uma função do segundo grau é $y=a∗x^2+b∗x+c$, onde $a$, $b$ e $c$ são coeficientes que multiplicam a variável $x$, e $y$ é a imagem da função, isto é, o quanto a função vale para determinado $x$.

A abscissa do vértice de uma função de segundo grau, isto é, o valor de $x$ no vértice (ponto de máximo ou de mínimo) é dado por $x_V=−\dfrac{b}{2∗a}$.

Por fim, lembremos que a imagem do vértice de uma função de segundo grau, isto é, o valor de $y$ no vértice (máximo ou mínimo) é dado por $y_V=−\dfrac{\Delta}{4*a}$, onde $\Delta$(delta) é calculado pela fórmula de Baskhara e vale $\Delta=b^2−4*a*c$.


No caso, temos

$f(x)= -4x^2+4x+5$

$y = a*x^2 + b*x + c$

$y=f(x)$; $a=−4$; $b=4$; $c=5$.


Assim, a abscissa do vértice será:

$x_V=−\dfrac{b}{2∗a} = -\dfrac{4}{2*(-4)} = 0,5$;


Delta será:

$\Delta=b^2−4*a*c = (4)^4-4*(-4)*5 = 64$

E  a imagem do vértice será:

$y_V=−\dfrac{\Delta}{4*a}=−\dfrac{96}{4*(-4)} = 6$


Logo, o vértice será

$P(x_V, y_V) = (0,5;6) = (1/2;6)$.


Portanto, o ponto máximo da função é P(1/2;6), alternativa a).

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas