A maior rede de estudos do Brasil

em que sentido se pode dizer que a gramatica normativa se opõe à língua falada gerar comportamento de discriminação linguistica

Leitura e Produção de Textos

Ursa Maior Centro Educacao Pedagogia Moderna Pg Unidade Ii


1 resposta(s)

User badge image

Priscila Raquel

Há mais de um mês

No sentido de que nem sempre precisamos falar cultamente, as vezes
falamos de acordo com o cotidiano, gerando comportamentos de discriminação
linguística mas que no âmbito de transmitir algo ou algum relato não se pensa mais na
gramatica normativa mas sim no que é eficaz.; por conta de existirem diversas etnias e dialetos numa cultura com diferentes pronuncias e habitos, e isso acaba gerando
comportamentos de discriminação linguísticas a diferença entre a gramatica normativa
e a gramatica descritiva e importante para que possamos repensar a nossa maneira de
estudar o idioma, precisamos ter certos padrões mas sem cair com as exigências da
escola ou na vida normal por exemplo a língua padrão. 

No sentido de que nem sempre precisamos falar cultamente, as vezes
falamos de acordo com o cotidiano, gerando comportamentos de discriminação
linguística mas que no âmbito de transmitir algo ou algum relato não se pensa mais na
gramatica normativa mas sim no que é eficaz.; por conta de existirem diversas etnias e dialetos numa cultura com diferentes pronuncias e habitos, e isso acaba gerando
comportamentos de discriminação linguísticas a diferença entre a gramatica normativa
e a gramatica descritiva e importante para que possamos repensar a nossa maneira de
estudar o idioma, precisamos ter certos padrões mas sem cair com as exigências da
escola ou na vida normal por exemplo a língua padrão. 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes