A maior rede de estudos do Brasil

Direito Tributario

Em quantos anos prescreve o direito de cobrar o crédito tributário?


6 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

DLRV Advogados Verified user icon

Há mais de um mês

A prescrição extingue o direito, pertencente ao credor, da ação de cobrança do crédito tributário, pelo decurso do prazo de 5 anos, contado da data da sua constituição definitiva (artigo 174 do CTN).

"Art. 174. A ação para a cobrança do crédito tributário prescreve em cinco anos, contados da data da sua constituição definitiva."

A prescrição é um instituto de extinção do crédito tributário, onde a inércia do Fisco durante um determinado lapso temporal implica a perda do direito de ajuizamento da ação de execução fiscal.

 A contagem desse prazo prescricional se interrompe: pelo despacho do juiz que ordenar a citação em execução fiscal, pelo protesto judicial, por qualquer ato judicial que constitua em mora o devedor ou por qualquer ato inequívoco ainda que extrajudicial, que importe em reconhecimento do débito pelo devedor.

A prescrição extingue o direito, pertencente ao credor, da ação de cobrança do crédito tributário, pelo decurso do prazo de 5 anos, contado da data da sua constituição definitiva (artigo 174 do CTN).

"Art. 174. A ação para a cobrança do crédito tributário prescreve em cinco anos, contados da data da sua constituição definitiva."

A prescrição é um instituto de extinção do crédito tributário, onde a inércia do Fisco durante um determinado lapso temporal implica a perda do direito de ajuizamento da ação de execução fiscal.

 A contagem desse prazo prescricional se interrompe: pelo despacho do juiz que ordenar a citação em execução fiscal, pelo protesto judicial, por qualquer ato judicial que constitua em mora o devedor ou por qualquer ato inequívoco ainda que extrajudicial, que importe em reconhecimento do débito pelo devedor.

User badge image

Stefan Secchinato

Há mais de um mês

Credito tributario prescreve em cinco anos, contados da data da sua constituição definida.

aplicaveis à união, estados e municipios.

Porem, se interrompe:

I - pelo despacho do juiz que ordenar a citação em execução fiscal; (Redação dada pela Lcp nº 118, de 2005)

II - pelo protesto judicial;

III - por qualquer ato judicial que constitua em mora o devedor;

IV - por qualquer ato inequívoco ainda que extrajudicial, que importe em reconhecimento do débito pelo devedor

CTN - Lei nº 5.172 de 25 de Outubro de 1966

 

User badge image

nathalia alcantara

Há mais de um mês

o âmbito do Direito Tributário, o instituto da prescrição representa a perda do direito de ação de Execução Fiscal no prazo de cinco anos, computados a partir da constituição definitiva do crédito tributário. Esta é uma das causas extintiva do crédito tributário, resta assim regulada pelo artigo 174, do Código Tributário Nacional, in verbis:

“Art. 174. A ação para a cobrança do crédito tributário prescreve em cinco anos, contados da data da sua constituição definitiva. Parágrafo único. A prescrição se interrompe: I – pela citação pessoal feita ao devedor; I – pelo despacho do juiz que ordenar a citação em execução fiscal; II – pelo protesto judicial; III – por qualquer ato judicial que constitua em mora o devedor; IV – por qualquer ato inequívoco ainda que extrajudicial, que importe em reconhecimento do débito pelo devedor.”

User badge image

Mari Farias

Há mais de um mês

O art. 173, CTN trata exclusivamente sobre a decadência do crédito tributário, ou seja, ele deve "nascer" dentro do prazo de cinco anos através do ato do lançamento

Diante disso, não se relaciona com o art. 174, CTN, que trata somente da prescrição, ou seja, a autoridade tributária tem o prazo de 5 anos, após a constituição definitiva do crédito tributário de cobrar tributo não pago por meio da via judicial.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas