A maior rede de estudos do Brasil

Para que ser balanço hídrico?

EnfermagemFASE

3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Na hidrologia, uma equação de balanço de água pode ser usada para descrever o fluxo de água dentro e fora de um sistema. Um sistema pode ser um dos vários domínios hidrológicos, como uma coluna de solo ou uma bacia de drenagem.

O balanço da água pode também referir os modos em que um organismo mantem a água em condições secas ou quentes. É frequentemente discutido em referência a plantas ou artrópodes, que têm uma variedade de mecanismos de retenção de água, incluindo um revestimento ceroso lipídico que tem permeabilidade limitada.

Além disso, é utilizado na concepção de sistemas de drenagem subsuperficiais que podem ser horizontais. Para estimar a exigência de drenagem, o uso de um balanço hídrico hidrogeológico e ummodelo de lençol freático pode ser instrumental.

Na hidrologia, uma equação de balanço de água pode ser usada para descrever o fluxo de água dentro e fora de um sistema. Um sistema pode ser um dos vários domínios hidrológicos, como uma coluna de solo ou uma bacia de drenagem.

O balanço da água pode também referir os modos em que um organismo mantem a água em condições secas ou quentes. É frequentemente discutido em referência a plantas ou artrópodes, que têm uma variedade de mecanismos de retenção de água, incluindo um revestimento ceroso lipídico que tem permeabilidade limitada.

Além disso, é utilizado na concepção de sistemas de drenagem subsuperficiais que podem ser horizontais. Para estimar a exigência de drenagem, o uso de um balanço hídrico hidrogeológico e ummodelo de lençol freático pode ser instrumental.

User badge image

Kássio

Há mais de um mês

O balanço hídrico é um instrumento que quantifica e mensura a quantidade de líquidos ingeridos, injetados e administrado por meio da soroterapia e excretados (em urina, fezes, vômitos e há formas de mensuração da sudorese). Ele serve para avaliar a evolução do edema e da hidratação do paciente. É bastante utilizado em ambulatórios de transplantes renais e setores de internação em que o paciente apresenta superhidratação ou desidratação. Também pode ser utilizado em setores de pré e pós operatório. Este cuidado é uma forma de prevenir edema ocasionado por hepatopatologias, consequências neurológicas graves ocasionadas pela desidratação e também eventos cardiovasculares ocasionados pela superidratação. Ele é calculado da seguinte forma:

(Quantidade de líquidos ingeridos, injetados e administrado por soroterapia) menos (quantidade de líquidos excretado em urina, fezes e sudorese). Se resultado for positivo, demonstra que o paciente não está excretando todo líquido que foi ingerido, indicando o acúmulo, ganho de peso, formação de edema. Se negativo, indica que o paciente está perdendo líquido, ocasionando às vezes a desidratação. Ressalto que, quando digo hidratação ou desidratação não digo apenas de água, mas sim de todos os minerais que compõe o volume líquido no organismo. Nessa forma também avalio a terapia que foi adotada está tendo efeito positivamente, se estou conseguindo repor líquido ou diminuir o edema.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas