A maior rede de estudos do Brasil

e impossivel

Na aula sobre a inclusão do “diferente” em sala de aula, vimos que:

Pedagogia

UNIVESP


7 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

A medição da eficácia educacional varia de país para país e até mesmo de províncias / estados do país. Geralmente, as notas, os resultados do GPA, os resultados dos testes, as taxas de evasão, as estatísticas de ingresso na faculdade e as taxas de conclusão da faculdade são usadas para medir o sucesso educacional.


Estas são medidas da capacidade de desempenho acadêmico de um indivíduo. Ao determinar o que deve ser medido em termos do sucesso educacional de um indivíduo, muitos acadêmicos e acadêmicos sugerem que os GPAs, os resultados dos testes e outras medidas de capacidade de desempenho não são as únicas ferramentas úteis na determinação da eficácia.


Além do desempenho acadêmico, a consecução dos objetivos de aprendizado, a aquisição das habilidades e competências desejadas, a satisfação, a persistência e o desempenho pós-faculdade devem ser todos medidos e contabilizados ao determinar o sucesso educacional dos indivíduos. Os estudiosos argumentam que o desempenho acadêmico é apenas o resultado direto de atingir os objetivos de aprendizagem e adquirir as habilidades e competências desejadas.


Portanto, a igualdade e desigualdade entre os alunos são produzidas pela escola, de acordo com o que e como faz ao ensinar seus alunos.

A medição da eficácia educacional varia de país para país e até mesmo de províncias / estados do país. Geralmente, as notas, os resultados do GPA, os resultados dos testes, as taxas de evasão, as estatísticas de ingresso na faculdade e as taxas de conclusão da faculdade são usadas para medir o sucesso educacional.


Estas são medidas da capacidade de desempenho acadêmico de um indivíduo. Ao determinar o que deve ser medido em termos do sucesso educacional de um indivíduo, muitos acadêmicos e acadêmicos sugerem que os GPAs, os resultados dos testes e outras medidas de capacidade de desempenho não são as únicas ferramentas úteis na determinação da eficácia.


Além do desempenho acadêmico, a consecução dos objetivos de aprendizado, a aquisição das habilidades e competências desejadas, a satisfação, a persistência e o desempenho pós-faculdade devem ser todos medidos e contabilizados ao determinar o sucesso educacional dos indivíduos. Os estudiosos argumentam que o desempenho acadêmico é apenas o resultado direto de atingir os objetivos de aprendizagem e adquirir as habilidades e competências desejadas.


Portanto, a igualdade e desigualdade entre os alunos são produzidas pela escola, de acordo com o que e como faz ao ensinar seus alunos.

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

A medição da eficácia educacional varia de país para país e até mesmo de províncias / estados do país. Geralmente, as notas, os resultados do GPA, os resultados dos testes, as taxas de evasão, as estatísticas de ingresso na faculdade e as taxas de conclusão da faculdade são usadas para medir o sucesso educacional.


Estas são medidas da capacidade de desempenho acadêmico de um indivíduo. Ao determinar o que deve ser medido em termos do sucesso educacional de um indivíduo, muitos acadêmicos e acadêmicos sugerem que os GPAs, os resultados dos testes e outras medidas de capacidade de desempenho não são as únicas ferramentas úteis na determinação da eficácia.


Além do desempenho acadêmico, a consecução dos objetivos de aprendizado, a aquisição das habilidades e competências desejadas, a satisfação, a persistência e o desempenho pós-faculdade devem ser todos medidos e contabilizados ao determinar o sucesso educacional dos indivíduos. Os estudiosos argumentam que o desempenho acadêmico é apenas o resultado direto de atingir os objetivos de aprendizagem e adquirir as habilidades e competências desejadas.


Portanto, a igualdade e desigualdade entre os alunos são produzidas pela escola, de acordo com o que e como faz ao ensinar seus alunos.

User badge image

Jessica Morales Pereira

Há mais de um mês

A igualdade e desigualdade entre os alunos são produzidas pela escola, de acordo com o que e como faz ao ensinar seus alunos.

(videoaula 21)

Quando o professor precisa produzir ou adaptar atividades que sejam compatíveis às limitações físicas e cognitivas desses alunos, continuamos a produzir, na dimensão interna, os limites intransponíveis que ela já sabia que tinha. Ou seja, asseguramos nos limites do seu corpo o que ela pode, o que ela consegue.

User badge image

Joao Ferreira

Há mais de um mês

a igualdade e desigualdade...

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas