A maior rede de estudos do Brasil

Aviso prévio

A rescisão do contrato de trabalho por parte do empregado, por motivo de novo emprego, o isenta do cumprimento e do pagamento do aviso prévio? O novo demprego poderia ser considerado um justo motivo?   


4 resposta(s)

User badge image

Michele Campos Silva

Há mais de um mês

No meu entendimento não, pois é uma quebra de contrato da mesma forma. A não ser que o funcionário combinasse isso com o empregador e o mesmo o dispensasse de cumprir o aviso prévio, caso contrário não há nada que o o dispense de cumprir o aviso prévio, mesmo já tendo em vista um novo emprego.

No meu entendimento não, pois é uma quebra de contrato da mesma forma. A não ser que o funcionário combinasse isso com o empregador e o mesmo o dispensasse de cumprir o aviso prévio, caso contrário não há nada que o o dispense de cumprir o aviso prévio, mesmo já tendo em vista um novo emprego.

User badge image

Marcel Medeiros

Há mais de um mês

Pois é Michele, tenho consultado algumas doutrinas e tenho visto que para alguns, o novo emprego configuraria o justo motivo previsto no caput do art. 487 da CLT.

Art. 487 - Não havendo prazo estipulado, a parte que, sem justo motivo, quiser rescindir o contrato deverá avisar a outra da sua resolução com a antecedência mínima de:

Ao meu ver trata-se de uma lacuna que depende da interpretação do magistrado.

 

User badge image

Caroline Albiere Porto

Há mais de um mês

Oi Marcel, 

dá uma lida nesse artigo aqui (https://www.sinait.org.br/arquivos/artigos/artigo1f7d51cd63496a0d8a87c470ad7a9d61.pdf). Segundo o autor, o pedido de demissão em virtude de novo emprego é considerado como justo motivo, o qual desobriga o empregado de cumprir o aviso prévio. Espero que te ajude!

 

 

 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes