A maior rede de estudos do Brasil

Como funciona o ciclo de krebs para oxidação de gordura?


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

As gorduras (ou triglicerídeos) no corpo são ingeridas como alimento ou sintetizadas por adipócitos ou hepatócitos a partir de precursores de carboidratos.

O metabolismo lipídico envolve a oxidação de ácidos graxos para gerar energia ou sintetizar novos lipídios a partir de moléculas constituintes menores. O metabolismo lipídico está associado ao metabolismo de carboidratos, pois os produtos de glicose podem ser convertidos em lipídios.

Para obter energia a partir da gordura, os triglicerídeos devem primeiro ser decompostos por hidrólise em seus dois componentes principais, ácidos graxos e glicerol. Esse processo, chamado lipólise, ocorre no citoplasma. Os ácidos graxos resultantes são oxidados por β-oxidação em acetil CoA, que é usado pelo ciclo de Krebs. O glicerol que é liberado dos triglicerídeos após a lipólise entra diretamente na via da glicólise como DHAP.

Como uma molécula de triglicerídeo produz três moléculas de ácido graxo com até 16 ou mais carbonos em cada uma, as moléculas de gordura produzem mais energia que os carboidratos e são uma importante fonte de energia para o corpo humano. Os triglicerídeos produzem mais que o dobro da energia por unidade de massa quando comparados aos carboidratos e proteínas.

Portanto, quando os níveis de glicose são baixos, os triglicerídeos podem ser convertidos em moléculas de acetil-CoA e usados para gerar ATP através da respiração aeróbica.

As gorduras (ou triglicerídeos) no corpo são ingeridas como alimento ou sintetizadas por adipócitos ou hepatócitos a partir de precursores de carboidratos.

O metabolismo lipídico envolve a oxidação de ácidos graxos para gerar energia ou sintetizar novos lipídios a partir de moléculas constituintes menores. O metabolismo lipídico está associado ao metabolismo de carboidratos, pois os produtos de glicose podem ser convertidos em lipídios.

Para obter energia a partir da gordura, os triglicerídeos devem primeiro ser decompostos por hidrólise em seus dois componentes principais, ácidos graxos e glicerol. Esse processo, chamado lipólise, ocorre no citoplasma. Os ácidos graxos resultantes são oxidados por β-oxidação em acetil CoA, que é usado pelo ciclo de Krebs. O glicerol que é liberado dos triglicerídeos após a lipólise entra diretamente na via da glicólise como DHAP.

Como uma molécula de triglicerídeo produz três moléculas de ácido graxo com até 16 ou mais carbonos em cada uma, as moléculas de gordura produzem mais energia que os carboidratos e são uma importante fonte de energia para o corpo humano. Os triglicerídeos produzem mais que o dobro da energia por unidade de massa quando comparados aos carboidratos e proteínas.

Portanto, quando os níveis de glicose são baixos, os triglicerídeos podem ser convertidos em moléculas de acetil-CoA e usados para gerar ATP através da respiração aeróbica.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas