A maior rede de estudos do Brasil

Por que a acantose é indicativo para esteatose hepática?


5 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

O fígado gordo, também chamado de esteatose hepática, é um termo que descreve o acúmulo de gordura no fígado, onde, apenas de ser normal ter pequenas quantidades de gordura no fígado, uma grande quantidade pode traduzir-se em problemas de saúde. O fígado é o segundo maior órgão do corpo. É responsável por uma ampla variedade de funções, incluindo o processamento de tudo o que comemos e bebemos e filtramos as substâncias nocivas do sangue. O fígado geralmente se repara reconstruindo novas células do fígado quando as antigas estão danificadas e, nos casos em que há dano repetido ao fígado, ocorre cicatrização permanente - esta condição é chamada cirrose.

Por sua vez, a acantose é um distúrbio caracterizado pela ocorrência de manchas escuras na pele resultantes de uma hiperceratose e hiperpigmentação, que na maioria das vezes, acontece como consequência de disfunções no tubo digestivo ou fígado.

O fígado gordo, também chamado de esteatose hepática, é um termo que descreve o acúmulo de gordura no fígado, onde, apenas de ser normal ter pequenas quantidades de gordura no fígado, uma grande quantidade pode traduzir-se em problemas de saúde. O fígado é o segundo maior órgão do corpo. É responsável por uma ampla variedade de funções, incluindo o processamento de tudo o que comemos e bebemos e filtramos as substâncias nocivas do sangue. O fígado geralmente se repara reconstruindo novas células do fígado quando as antigas estão danificadas e, nos casos em que há dano repetido ao fígado, ocorre cicatrização permanente - esta condição é chamada cirrose.

Por sua vez, a acantose é um distúrbio caracterizado pela ocorrência de manchas escuras na pele resultantes de uma hiperceratose e hiperpigmentação, que na maioria das vezes, acontece como consequência de disfunções no tubo digestivo ou fígado.

User badge image

Nathalia e Junior

Há mais de um mês

A Doença Hepática Gordurosa Não Alcoólica (DHGNA) é uma desordem que compromete um variado espectro de gravidade de dano hepático, fortemente associada a diabetes tipo 2, obesidade e hiperlipidemia. A resistência insulínica (pré-diabetes), que representa a base etiopatogenica da síndrome metabólica e ocorre em associação com muitas anormalidades vasculares e metabólicas.Logo a acantose é indicativo dessa resistência á insulina sendo uma síndrome metabólica que que dentre outras existentes apresenta elevada associação com a progressão para formas mais graves com consequente cirrose. 

 

 

User badge image

Leo Furtado

Há mais de um mês

Não sei se há uma explicação direta de acantose-esteatose. Mas essas marcas são indicativos de uma provável resistência à insulina. Como RI pode resultar na síndrome metabólica, isso explica a indicação, também, de esteatose hepática (que é uma consequencia da SM).

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas