A maior rede de estudos do Brasil

Cite duas diferenças importantes entre os diagramas de transformação por resfriamento contínuo para aços carbono e aços-liga.


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

A presença de elementos de liga afeta as posições das linhas de transformações por resfriamento contínuo. Elementos de liga tais como o Ni, Cr, W e Si deslocam o “joelho” A-P (austenita - perlita) para a direita (tempos mais longos). Assim, torna-se mais fácil obter martensita com taxas de resfriamento mais lentas. Outra diferença pode ocorrer com relação à formação ou não de bainita. O aço carbono eutetóide não apresenta transformação bainítica durante o resfriamento contínuo. Porém, no diagrama TRC de aços-liga, em alguns casos torna-se possível a formação de bainita. Elementos com forte afinidade com o carbono, tais como Cr, Mo, Nb, Ti e V retardam a transformação ferrítico-perlítico e provocam a formação de bainita a temperaturas mais baixas.
A presença de elementos de liga afeta as posições das linhas de transformações por resfriamento contínuo. Elementos de liga tais como o Ni, Cr, W e Si deslocam o “joelho” A-P (austenita - perlita) para a direita (tempos mais longos). Assim, torna-se mais fácil obter martensita com taxas de resfriamento mais lentas. Outra diferença pode ocorrer com relação à formação ou não de bainita. O aço carbono eutetóide não apresenta transformação bainítica durante o resfriamento contínuo. Porém, no diagrama TRC de aços-liga, em alguns casos torna-se possível a formação de bainita. Elementos com forte afinidade com o carbono, tais como Cr, Mo, Nb, Ti e V retardam a transformação ferrítico-perlítico e provocam a formação de bainita a temperaturas mais baixas.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas