A maior rede de estudos do Brasil

todo o conteúdo de simples nacional e auditoria fiscal.

A partir da leitura atenta do dispositivo legal que instituiu o Simples Nacional (SN) e diante da LC 155/16, é notório que a opção pelo regime tem, dentre outras, algumas peculiaridades, a saber:

  1. ser obrigatório e irretratável para todo o ano-calendário;
  2. abrange os seguintes tributos: IRPJ, CSLL, PIS/Pasep, Cofins, IPI, ICMS, ISS e a Contribuição para a Seguridade Social destinada à Previdência Social a cargo da pessoa jurídica (CPP);
  3. o recolhimento dos tributos abrangidos ocorrerá mediante documento único de arrecadação – DAS;
  4. será calculado em sistema eletrônico de cálculo do valor trimestral;
  5. ocorrerá apresentação de declaração única e simplificada de informações socioeconômicas e fiscais.

Ainda não temos resposta. Você sabe responder?