Buscar

QUESTÃO 03 - AMC UNICEUB 2019 - DIREITO INTERNACIONAL PUBLICO (DIP)

A fonte primária do Direito é a lei, sendo o costume, a secundária. Em nosso sistema jurídico, quando a lei não disciplina o fato, supre-a o costume, na falta deste, os princípios gerais do direito. Isto ocorre tanto no direito interno como no externo. São fontes externas, conforme já frisamos, o costume internacional e os tratados. O tratado é a fonte por excelência externa do Direito Internacional Privado. Desde que aprovado pelas partes signatárias e promulgado, tem força obrigatória. É de dupla natureza jurídica, ou seja, é um compromisso internacional e, ao mesmo tempo, norma interna. O tratado, para se revestir de obrigatoriedade, precisa ajustar-se aos preceitos constitucionais.

A partir das informações oferecidas pelo texto acima, julgue os itens a seguir.

 

I. No Brasil, só a aprovação do tratado por parte do Legislativo não o torna em condições de entrar em vigor. É preciso que o presidente do Senado promulgue o referendum parlamentar. A seguir, o Presidente da República, após a troca de cartas de ratificação, promulgará o ato internacional. E só depois disso é que a concretização de tais medidas entrará em vigor.

II. Sob o ponto de vista formal, os tratados podem ser unilaterais, bilaterais e multilaterais.

III. Nenhum tratado pode ferir a Carta da ONU, sob pena de ser tachado de nulo pela sociedade internacional.

IV. Os tratados se firmam por meio de forma escrita ou verbal, como no caso dos costumes.

 

Considerando os itens acima, é correto apenas o que se afirma em

Alternativas

A) - III e IV.

 

B) - I e II.

 

C) - II e IV.

 

D) - II e III.

 

E) - I e III.

💡 2 Respostas

User badge image

Pedro Mercadante

Resposta Correta: Letra E

I. No Brasil, só a aprovação do tratado por parte do Legislativo não o torna em condições de entrar em vigor. É preciso que o presidente do Senado promulgue o referendum parlamentar. A seguir, o Presidente da República, após a troca de cartas de ratificação, promulgará o ato internacional. E só depois disso é que a concretização de tais medidas entrará em vigor.

Segundo o inciso IV, do artigo 84 da Carta Magna de 1988, o presidente deverá promulgar decreto presidencial para que o tratado internacional, após decreto legislativo, tenha eficácia.

II. Sob o ponto de vista formal, os tratados podem ser unilaterais, bilaterais e multilaterais.

Os tratados são a manifestação de vontade de dois ou mais países, desta forma, não existe tratado unilateral.

III. Nenhum tratado pode ferir a Carta da ONU, sob pena de ser tachado de nulo pela sociedade internacional.

Conforme o artigo 52 da Convenção de Viena, será nulo o tratado que violar princípios incorporados na Carta da ONU.

Art. 52 - É nulo um tratado cuja conclusão foi obtida pela ameaça ou o emprego da força em violação dos princípios de Direito Internacional incorporados na Carta das Nações Unidas.

 

IV. Os tratados se firmam por meio de forma escrita ou verbal, como no caso dos costumes.

Conforme alínea “a”, do inciso I, do artigo 2º, do Decreto 7.030/2009, os tratado deverão ser escritos.

1. Para os fins da presente Convenção:

a)“tratado” significa um acordo internacional concluído por escrito entre Estados e regido pelo Direito Internacional, quer conste de um instrumento único, quer de dois ou mais instrumentos conexos, qualquer que seja sua denominação específica;

2
Dislike0
User badge image

Cristina Oliveira

B) - I e II

0
Dislike0

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis


✏️ Responder

SetasNegritoItálicoSublinhadoTachadoCitaçãoCódigoLista numeradaLista com marcadoresSubscritoSobrescritoDiminuir recuoAumentar recuoCor da fonteCor de fundoAlinhamentoLimparInserir linkImagemFórmula

Para escrever sua resposta aqui, entre ou crie uma conta.

User badge image

Outros materiais