A maior rede de estudos do Brasil

Se o débito cardíaco for constante mas a Resistencia periférica aumentar pq o débito cardíaco não muda não seria o o retorno venoso maior???


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Acerca de pressão arterial, ele depende de dois elementos, sendo eles o débito cardíaco e a resistência periférica. O débito cardíaco mostra a quantidade de sangue que é lançada na circulação a cada minuto e se expressa por litros em sangue por minuto. A resistência periférica é pressão que é exercida nos vasos sobre o fluxo do sangue. Apresenta a falta ou quantidade que os vasos possuem de elasticidade.

O cálculo da pressão arterial pode ser obtida através do produto do débito cardíaco pela resistência periférica. Sendo assim:

PA = DC x RP

Mediante a expressão acima, o débito cardíaco não muda devido a não ser nem inversamente e nem diretamente proporcional a resistência periférica, pois é um produto entre ambos e, desse modo o mesmo não muda.

Acerca de pressão arterial, ele depende de dois elementos, sendo eles o débito cardíaco e a resistência periférica. O débito cardíaco mostra a quantidade de sangue que é lançada na circulação a cada minuto e se expressa por litros em sangue por minuto. A resistência periférica é pressão que é exercida nos vasos sobre o fluxo do sangue. Apresenta a falta ou quantidade que os vasos possuem de elasticidade.

O cálculo da pressão arterial pode ser obtida através do produto do débito cardíaco pela resistência periférica. Sendo assim:

PA = DC x RP

Mediante a expressão acima, o débito cardíaco não muda devido a não ser nem inversamente e nem diretamente proporcional a resistência periférica, pois é um produto entre ambos e, desse modo o mesmo não muda.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas