A maior rede de estudos do Brasil

Avaliação final - alfabetização e letramento _ historia e avanços

Leia o trecho a seguir.

"Decorridos mais de cem anos desde a implantação, em nosso país, do modelo republicano de escola, podemos observar que, desde essa época, o que hoje denominamos 'fracasso escolar na alfabetização' se vem impondo como problema estratégico a demandar soluções urgentes e vem mobilizando administradores públicos, legisladores do ensino, intelectuais de diferentes áreas de conhecimento, educadores e professores".

MORTATTI, Maria do Rosário Longo. Um balanço crítico da "Década da Alfabetização" no Brasil. Caderno CEDES, Campinas, v. 33, n. 89, p. 15-34, abr. 2013. 

O ponto de partida do gestor para ter condições de elaborar estratégias com vistas a acabar com o fracasso escolar da alfabetização na sua escola está associado a:

Opções de pergunta 1:


a) 

elaboração de métodos de alfabetização contextualizados.


b) 

fazer reuniões com a comunidade escolar a fim de conhecer suas dificuldades.


c) 

fazer uma pesquisa da realidade escolar e verificar os índices de aprovação e de evasão.


d) 

organizar projetos de capacitação para professores, voltados à alfabetização.


e) 

refazer o projeto político-pedagógico da instituição, conforme as necessidades da comunidade.

Pergunta 2 (0.917 pontos)

 Leia com atenção o trecho a seguir.

"Na pedagogia freireana, o diálogo viabiliza metodologicamente o movimento da práxis: partir do vivido e do sabido (se quisermos, partir do senso comum), discuti-lo, criticá-lo, ampliá-lo (na direção do bom senso), para daí não só mudar sua visão de mundo, mas transformar o mundo. Vale lembrar uma frase várias vezes repetida por Paulo Freire, para a alfabetização: não apenas ler a palavra, mas ler o mundo através da palavra, para transformá-lo".

FÁVERO, O. Paulo Freire: importância e atualidade de sua obra. Revista Científica E-curriculum, São Paulo, v. 7, n. 3, dez. 2011. Edição especial de aniversário de Paulo Freire. Disponível em: <http://revistas.pucsp.br/index.php/curriculum/article/download/7589/5560>. Acesso em: 2 maio 2016.

A proposta freireana era centrada no diálogo, como maneira de desenvolver uma consciência crítica de sua realidade social. Dessa forma acreditava-se que:

Opções de pergunta 2:


a) 

a transformação social por meio da educação seria um desafio fácil de ser realizado.


b) 

nem sempre era possível planejar o trabalho pedagógico respeitando os aspectos sociais.


c) 

era o método mais fácil desenvolver uma consciência crítica e social.


d) 

quando o sujeito desenvolve a habilidade de lei­tura e de escrita, dá início à sua inclusão social.


e) 

o saber escolar nem sempre era sistematizado, o que gerava conflitos e indisciplina.

Pergunta 3 (0.917 pontos)

 Leia com atenção o trecho a seguir.

"Sabe-se que a criança pensa sobre a escrita antes mesmo da alfabetização formal, isto é, a aquisição da representação escrita se dá por um processo de assimilação e acomodação de novas aprendizagens, levantamento de hipóteses e resolução de problemas. Ou seja, tal aquisição ocorre muito antes das crianças ingressarem na primeira série do ensino fundamental".

CRUZ, Michelle Brugnera; COSTA, Adriana Corrêa. Crianças que escrevem, mas não leem: dificuldades iniciais na alfabetização. Revista Psicopedagogia, São Paulo, v. 25, n. 77, p. 120-131, 2008. Disponível em: <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84862008000200004&lng=pt&nrm=isoa>. Acesso em: 5 maio 2016.

Jogos e brincadeiras em sala de aula auxiliam no processo de al­fabetização. Dessa forma, como o professor pode criar estratégias diversificadas para facilitar a aprendizagem? Analise as afirmativas a seguir, identificando as verdadeiras (V) e as falsas (F).

I. ( ) Confeccionar jogos com os alunos.

II. ( ) Usar brincadeiras antigas, adaptadas à alfabetização.

III. ( ) Ensinar a tabuada de forma lúdica.

IV. ( ) Adaptar jogos de tabuleiro.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.

Opções de pergunta 3:


a) 

F, V, V, V.


b) 

F, V, V, F.


c) 

V, F, F, F.


d) 

V, V, F, V.


e) 

V, F, F, V.

Pergunta 4 (0.917 pontos)

 Leia com atenção o trecho a seguir.

"Aprender a ler, escrever, alfabetizar-se, é antes de tudo aprender a ler o mundo, compreender o seu contexto, não numa manipulação mecânica de palavras, mas numa relação dinâmica que vincula linguagem e realidade. A leitura do mundo precede a leitura da palavra, daí que a posterior leitura desta não possa prescindir da continuidade da leitura daquele. Linguagem e realidade se prendem dinamicamente".

SOTELO, Daniel. A importância do ato de ler – Paulo Freire. Revista Científica FacMais, v. 2, n. 1, p.159-1672, 1º sem. 2012.

Nessa nova perspectiva de ensino e de aprendizagem que alfabetiza letrando, além de se capacitar, o professor precisa de alguns conhecimentos específicos. Analise as afirmativas a seguir, que contemplam tais conhecimentos ou atitudes.

I. Compreender como ocorre o ensino da leitura e da escrita.

II. Participar do processo de construção da leitura e da escrita do aluno.

III. Ter uma práxis relacionada com a mediação da aprendizagem.

IV. Incentivar o aluno a refletir e a levantar hipóteses sobre a leitura.

V. Ter uma postura totalmente pragmática, favorecer a reflexão.

São corretas as afirmativas:

Opções de pergunta 4:


a) 

I, II, III e IV apenas.


b) 

I, II, IV e V apenas.


c) 

II, III, IV e V apenas.


d) 

I, II e V apenas.


e) 

III, IV e V apenas.

Pergunta 5 (0.917 pontos)

 Leia com atenção o excerto a seguir.

"Apesar da tendência dominante em empregar um modelo estreito de capacitação na formação de professores a fim de prepará-los para executar com eficiência os ditames de cima, nos últimos vinte anos, houve uma verdadeira explosão na literatura relacionada com a preparação de educadores como agentes reflexivos, com um papel importante na determinação do que se passa nas salas de aula e nas escolas e na assunção da responsabilidade por seu próprio desenvolvimento profissional".

ZEICHNER, M. Formando professores reflexivos para a educação centrada no aluno: possibilidades e contradições. In: BARBOSA, M. Formação de educadores: desafios e perspectivas. São Paulo: Editora UNESP, 2003. p. 34-40.

Apesar das políticas de formação, o professor precisa estar atento às suas dificuldades e buscar soluções. Nesse sentido um atributo indispensável está associado a:

Opções de pergunta 5:


a) 

realização de atividades lúdicas.


b) 

uma práxis dinâmica.


c) 

ter uma postura tradicional de professor.


d) 

realizar capacitação inicial.


e) 

ser um pesquisador na sua área de atuação.

Pergunta 6 (0.917 pontos)

"O Ensino Fundamental de nove anos é uma política pública afirmativa de equidade social implementada pelo Governo Federal. A implantação exigiu mudanças na proposta pedagógica, no material didático, na formação de professor, bem como nas concepções de espaço-tempo escolar, currículo, avaliação, infância, aluno, professor, metodologias... A ampliação em mais um ano de estudo no Ensino Fundamental pode produzir um salto na qualidade da educação: inclusão de todas as crianças de seis anos, menor vulnerabilidade a situações de risco, permanência na escola, sucesso no aprendizado e aumento da escolaridade dos alunos".

Em relação à qualidade do ensino ofertado nas escolas públicas após a implantação do ensino de nove anos, analise as afirmativas a seguir:

I. A escola deve ser mais dinâmica e atrativa.

II. A implantação é satisfatória, apesar da falta de recursos.

III. As necessidades culturais e sociais das crianças precisam ser consideradas.

IV. A inclusão foi favorecida, mas não a equidade social.

São corretas as afirmativas:

Opções de pergunta 6:


a) 

I, II e III apenas.


b) 

I e III apenas.


c) 

I, II e IV apenas.


d) 

I e II apenas.


e) 

I e IV apenas.



Ainda não temos resposta. Você sabe responder?