A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
16 pág.
Agentes patogênicos e biossegurança

Pré-visualização | Página 1 de 4

Agentes patogênicos eAgentes patogênicos eAgentes patogênicos e 
BiossegurançaBiossegurançaBiossegurança
BACTÉRIASBACTÉRIAS
Mecanismos de Agressão e DefesaMecanismos de Agressão e Defesa
bactérias
fungos (leveduras e bolores),
protozoários (um tipo de parasita)
algas microscópicas. 
Também inclui os vírus, entidades
acelulares, muitas vezes consideradas como
o limite entre o vivo e o não vivo.
microrganismos marinhos e de água doce
constituem a base da cadeia alimentar em
oceanos, lagos e rios. 
microrganismos do solo auxiliam na
degradação de resíduos e na incorporação
do gás nitrogênio do ar em compostos
orgânicos, reciclando, elementos químicos
do solo, água, organismos vivos e ar. 
Os micróbios, também chamados de
microrganismos, são seres vivos minúsculos e em
geral, é necessário um microscópio para
visualizá-los.
O grupo inclui:
A maioria dos microrganismos, auxilia na
manutenção do equilíbrio da vida no nosso meio
ambiente:
O que são microrganismos?O que são microrganismos?
COCOS: Possuem formato arredondado e
podem ser encontradas em formas isoladas
ou em grupos, denominados de colônias
(recebem os nomes de acordo com o
formato final)
Diplococos: se encontram aos pares
Estafilococos: apresentam-se em
formato de cachos
Estreptococos: quando estão
enfileiradas.
Sarcina: forma menos frequente, em
que as bactérias formam um cubo de 8
cocos.
Estão entre os microrganismos mais conhecidos. 
Podem causar doenças graves, mas também,
podem ser benéficas, participando da microbiota
normal do nosso corpo, protegendo superfícies
corporais e até mesmo servindo para o uso em
processos industriais.
São pertencentes ao Reino Monera.
São considerados unicelulares e procariontes,
por não possuírem um envoltório nuclear
protegendo seu material genético.
Classificação de acordo com o seu formato:
Agentes patogênicos eAgentes patogênicos eAgentes patogênicos e 
BiossegurançaBiossegurançaBiossegurança
Gram-Positiva:
parede celular simples
composta por uma única
macromolécula
grande quantidade de peptidoglicano
(70-75%)
quando coradas, pela coloração de
Gram, apresentam cor roxa
Mecanismos de Agressão e DefesaMecanismos de Agressão e Defesa
BACILOS: Possuem um formato de bastão. Alguns
bacilos podem ter uma aparência muito similar a
um coco. 
São chamadas de cocobacilos
VIBRIÕES: Lembram o formato de uma vírgula.
ESPIRILOS: Têm aparência espiralada.
BACTÉRIASBACTÉRIAS
Gram-Negativa:
parede celular complexa
formada por 1 ou poucas camadas de
peptidoglicano (<5%)
quando coradas pela coloração de
Gram, apresentam cor rosa
Também podem ser classificadas pelo tipo de coloração (desenvolvida pelo médico Hans Gram)
Estrutura de uma célula bacteriana:
polímero, composto de cadeias polissacarídicas e
peptídicas.
responsável pelo fenômeno da colaração de Gram
Agentes patogênicos eAgentes patogênicos eAgentes patogênicos e 
BiossegurançaBiossegurançaBiossegurança
Mecanismos de Agressão e DefesaMecanismos de Agressão e Defesa
NUCLEOIDE: não possui membrana nuclear. é
formado por uma única molécula de DNA
dupla-hélice: cromossomo bacteriano
PLASMÍDEO: são moléculas de DNA circulares,
independentes do cromossomo bacteriano.
Geralmente possuem poucos genes; Nem
todas as bactérias possuem plasmídeos. 
RIBOSSOMOS: responsáveis pela síntese de
proteínas
GRÂNULOS: responsáveis por compor outras
estruturas celulares e servem de substância
de reserva.
As bactérias possuem material genético em seu
interior.
Pode ser encontrado e organizado de duas formas
distintas:
CITOPLASMA BACTERIANO:
O citoplasma bacteriano é limitado pela
membrana plasmática e não possui organelas.
É constituído de uma solução aquosa, onde
partículas insolúveis necessárias ao metabolismo
celular, estão dissolvidas, como por exemplo:
BACTÉRIASBACTÉRIAS
Cromossomos: possuem o DNA que carrega a
informação genética nos genes. O
cromossomo bacteriano é um DNA dupla fita
circular, altamente empacotado, disperso no
citoplasma (nucleoide). 
Plasmídeos: moléculas de DNA dupla fita
circulares, menores que os cromossomos,
que carregam informação genética não
essencial à célula, mas conferem uma
vantagem seletiva, sob diversas condições.
Forma espontânea: geralmente ocasionadas
por um erro durante a replicação do DNA
Induzida: provocadas por um agente
mutagênico físico ou químico.
Transdução: quando o material genético é
transferido por um bacteriófago de uma
bactéria para outra.
Conjugação: quando o material genético é
transferido por meio do contato entre 2
células bacterianas.
Transformação: quando o DNA livre é
incorporado após uma lise celular.
O genoma bacteriano é constituído de
cromossomos e plasmídeos. 
As mutações e as recombinações genéticas
fornecem a variabilidade genética nas bactérias.
As mutações podem ser geradas de 2 formas:
Já a recombinação pode ocorrer de 3 formas:
Agentes patogênicos eAgentes patogênicos eAgentes patogênicos e 
BiossegurançaBiossegurançaBiossegurança
Mecanismos de Agressão e DefesaMecanismos de Agressão e Defesa
Fissão binária: processo de divisão assexuado,
ocorre com a geração de duas células filhas
com o genoma completo, e é comumente
encontrada na maioria das bactérias. 
Essas 2 células se dividem, originam 4
células e assim ocorre sucessivamente.
Reprodução das células
Brotamento
Fase de Lag: pode ou não ocorrer.
Considerada uma fase de adaptação das
bactérias ao meio. Não há divisão celular
Fase logarítmica ou exponencial: divisão
celular ocorre regulamente com velocidade
máxima e constante
CRESCIMENTO BACTERIANO:
Chamamos de crescimento bacteriano, o aumento
no número de bactérias.
Esse aumento se dá por meio dos processos de:
O tempo que uma célula leva, para dividir-se em 2,
chama-se tempo de geração.
Esse tempo é variável, podendo ser de 1-24horas.
Etapas do crescimento bacteriano:
1.
2.
BACTÉRIASBACTÉRIAS
falta de espaço físico
diminuição da quantidade de nutrientes
excesso de substâncias tóxicas ao meio
Etapas do crescimento bacteriano:
 3.Fase estacionária: Após uma fase de intensa 
 divisão celular, entram na fase estacionária.
 Isso pode ser causado por falta de nutriente
 e/ou acúmulo de substâncias.
 Divisão celular é interrompida.
 4.Fase de declínio: Momento em que ocorre
 um decréscimo na população de bactérias.
 Pode ocorrer por vários motivos: 
Para determinar o crescimento de uma bactéria
experimentalmente, ela deve ser semeada em
meio de cultura em estado líquido e acompanhada
em condições controladas. 
Agentes patogênicos eAgentes patogênicos eAgentes patogênicos e 
BiossegurançaBiossegurançaBiossegurança
Mecanismos de Agressão e DefesaMecanismos de Agressão e Defesa
São responsáveis por várias doenças infecciosas
humanas e podem provocar desde um resfriado
até o imunocomprometimento, como o causado
pelo vírus do HIV.
São considerados parasitas celulares
obrigatórios, pois não conseguem realizar suas
atividades metabólicas se não estiverem no
interior de uma célula hospedeira. 
Possuem o seu material genético (DNA ou RNA)
envolto por um capsídeo proteíco, que pode ser
recoberto por um envelope composto por
proteínas, carboidratos e lipídeos. 
Eles podem, ainda, infectar uma variedade de
organismos, desde os vertebrados, as plantas,
fungos e até mesmo outros vírus.
A partícula viral infecciosa, chamada de vírion,
possui o seu material genético (DNA ou RNA)
protegido por uma camada de proteínas que
além de proteger, atua como veículo de
transmissão de uma célula hospedeira para
outra.
Os vírus podem ter seu material genético sob
forma de fita simples ou fita dupla. 
VÍRUSVÍRUS CAPSÍDEO VIRAL:
Composto por proteínas, protege o material
genético, formado por capsômeros, que são
subunidades proteicas e podem ser de um único
tipo ou ter uma variedade de tipos. 
Em alguns vírus, encontramos um envelope que
recobre o capsídeo

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.