A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
Aldedos e Cetonas

Pré-visualização | Página 1 de 1

Chapter 16
*
Chapter 16
*
Nomenclatura de aldeídos e cetonas
Os aldeídos são nomeados com a terminação al. O grupo funcional aldeído é considerado sempre o carbono 1 e não precisa ser enumerado.
Alguns exemplos de aldeídos
O grupo funcional aldeído ligado a um anel é usado com o sufixo carbaldeído
Chapter 16
*
Chapter 16
Chapter 16
*
 As cetonas são nomeadas com a terminação ona. 
A cadeia principal é enumerada para dar ao grupo cetônico o menor número possível.
Nomes comuns de cetonas que têm também nomes da IUPAC são mostradas abaixo
Chapter 16
*
Chapter 16
Chapter 16
*
O grupo metanoila ou formila (-CHO) e o grupo etanoíla ou acetila (-COCH3) são muito comuns:
Propriedades Físicas
Moléculas de aldeídos e cetonas não possuem ligações hidrogênios intermoleculares.
Há apenas interações intermoleculares tipo dipolo-dipolo, o que resulta em baixos pontos de ebulição ao serem comparados com os álcoois correspondentes.
Chapter 16
*
Chapter 16
Chapter 16
*
Aldeídos e cetonas podem formar ligações hidrogênios com água e portanto, os que apresentam massas molares pequenas são solúveis neste solvente.
Chapter 16
*
Chapter 16
Chapter 16
*
Obtenção de aldeídos e Cetonas
Sínteses of Aldeídos
 Oxidação de álcoois primários
Chapter 16
*
Chapter 16
Chapter 16
*
Sínteses de Cetonas 
1. Ozonólise de Alquenos
2. Acilação de Friedel-Crafts para obtenção de cetonas aromáticas.
3. Oxidação de álcoois secundários.
Chapter 16
*
Chapter 16
Chapter 16
*
4. Hidratação de alquinos contendo triplas ligações substituídos
O equilíbrio ceto-enólico favorece a forma cetônica:
Chapter 16
*
Chapter 16
Chapter 16
*
Hidratação de alquinos terminais formam aldeídos.
Chapter 16
*
Chapter 16
Chapter 16
*
Reações de aldeídos e cetonas: Adição nucleofílica 
1. Adição de nucleófilos fortes
Chapter 16
*
Chapter 16
Chapter 16
*
2. Adição de nucleófilos fracos favorecida pela catálise ácida que aumenta a eletrofilicidade do carbono
Chapter 16
*
Chapter 16
Chapter 16
*
Relativa reatividade: Aldeídos versus Cetonas
Aldeídos são geralmente mais reativos que cetonas
Chapter 16
*
Chapter 16
Chapter 16
*
Adição de álcoois: Hemiacetais and Acetais
Hemiacetais
Chapter 16
*
Chapter 16
Chapter 16
*
A formação de hemiacetal é catalisada por ácido ou base.
Chapter 16
*
Chapter 16
Chapter 16
*
Acetais
Um aldeído (ou cetona) em presença de excesso de álcool e um ácido forma um acetal
Chapter 16
*
Chapter 16
Chapter 16
*
Acetais são estáveis quando isolados e purificados
Acetal hidrolisa ao correspondente aldeído ou cetona em excesso de água com um catalisador ácido presente.
Chapter 16
*
Chapter 16
Chapter 16
*
Formação de cetonas com anéis de cinco e seis membros é favorecida
Chapter 16
*
Chapter 16
Chapter 16
*
Adição de aminas primárias e secundárias
Aldeídos e cetonas reagem com aminas primárias (amônia) para formar iminas.
Eles reagem com aminas secundárias para formar enaminas.
Chapter 16
*
Chapter 16
Chapter 16
*
Iminas
As reações com aminas 1as ocorrem mais rápidamente a pH 4-5
Chapter 16
*
Chapter 16
Chapter 16
*
Enaminas
Reações com aminas 2as
Chapter 16
*
Chapter 16
Chapter 16
*
Adição de ácido cianídrico (HCN) para formar cianohidrina
O grupo ciano pode ser hidrolisado a hidroxi- ácido carboxílico ou à hidróxi-aminas (amino-álcool)
Chapter 16
*
Chapter 16
Chapter 16
*
A acidez de a- Hidrogênios de compostos carbonílicos
Chapter 16
*
Chapter 16
Chapter 16
*
Análise química de aldeídos e cetonas
Teste de Tollens Test (teste do espelho de prata)para aldeídos
a-Hidróxi-cetona também dá teste de Tollens positivo
Chapter 16
*
Chapter 16
Chapter 16
*
Chapter 16
*
Chapter 16
Chapter 16
*
Chapter 16
*
Chapter 16
Chapter 16
*
Chapter 16
*
Chapter 16
Chapter 16
*
Chapter 16
*
Chapter 16
Chapter 16
*
Chapter 16
*
Chapter 16
Chapter 16
*
Chapter 16
*
Chapter 16
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*