A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
Aula 04 - conteudo on-line

Pré-visualização | Página 2 de 2

de cada momento. Neste tipo de organização, manuais, normas escritas, descrições de cargo, organogramas e outros papéis tão valorizados no sistema burocrático perdem totalmente o sentido”.
Ainda segundo o professor Agamêmnom, um bom exemplo de empresa adhocrática são as empresas de consultoria, cuja estrutura e funcionamento sejam adaptáveis às necessidades de cada momento.
Ao fechar um determinado contrato com um cliente, a empresa monta uma estrutura, com consultores autônomos associados, trabalhadores temporários, equipamentos e instalações alugados ou cedidos pelo cliente. Quando o projeto chega ao fim, a estrutura é desmontada, podendo as pessoas envolvidas no projeto serem realocadas a outros serviços ou simplesmente ficar aguardando outra oportunidade, enquanto desenvolvem trabalhos em outras organizações.
Características da adhocracia.
Segundo Chiavenato (2006, p. 227), as principais características da adhocracia são:
Equipes e grupos cooperativos - Resolvem problemas e desempenham atividades mutáveis de acordo com a situação. Os órgãos tradicionais (departamento, divisões ou seções) são substituídos por equipes, geralmente multifuncionais.
Tarefas efêmeras - As posições e as tarefas não são permanentes nem especializadas, para que todos possam aprender continuamente com novas e diferentes atividades.
Formas organizacionais e livres - A hierarquia é substituída pela forte descentralização, as regras e os regulamentos são genéricos ou são reduzidos. A integração é fortemente impulsionada com comunicações informais e intensivas entre os participantes.
Ênfase na missão a cumprir - Missões e problemas são o foco da adhocracia. A adhocracia existe para cumprir objetivos e resolver problemas.
Comunidade de interesse - A adhocracia representa a junção de comunidades informais – ou mesmo formais – que se aglutinam em função de interesses comuns.
Verifica-se que nesse tipo de estrutura, a colaboração dos participantes é fundamental: 
• requer pessoas com alto nível de qualificação e de responsabilidade por resultados conjuntos;
• não é adequado que empresas carentes de pessoas capacitadas trabalhem em equipes.
Estrutura em redes.
Conceitos.
A estrutura em rede, ou organização em rede (network) é um tipo de macroestrutura organizacional que funciona segundo uma lógica de organograma circular ou em forma de estrela, no centro da qual está a organização principal. Em torno dessa organização principal estão diversas outras entidades que prestam serviços à primeira.
Exemplo: Determinadas fases da produção, distribuição, sistemas de informação etc.
Geralmente, o funcionamento desse tipo de organização assente em modernos sistemas informáticos e de telecomunicações que permitem a centralização da gestão e do controle de todos os processos.
Para Chiavenato (2006, p. 227/228), a estrutura em rede pode ser utilizada para unidades organizacionais ou para equipes integradas:
Rede de unidades - A rede é composta e diversas áreas de negócios relacionados com a empresa-mãe, que funciona como o núcleo principal, rodeado por empresas ou unidades de negócios, cada qual funcionando como um centro de lucro separado dos demais.
Rede de equipes - A rede é formada por várias equipes permanentes ou transitórias, dependendo das circunstâncias. No centro, o coordenador geral das equipes rodeado por equipes:
Interfuncionais: constituídas de especialistas que completam determinada função ou atividade, mas dependem de outras equipes nas suas específicas funções;
Multifuncionais: são compostas de vários especialistas que oferecem múltiplas competências dentro de equipes, de tal maneira que a equipe se torne uma célula completa e totalmente integrada para cumprir integralmente determinada atividade ou missão.
Características da estrutura em redes:
	ELEVADA FLEXIBILIDADE
	MOBILIDADE
	HORIZONTALIDADE
	CONECTIVIDADE
	COORDENAÇÃO PRÓPRIA
	AUTONOMIA
	AUTOSSUFICIÊNCIA DE RECURSOS E COMPETÊNCIAS
	Maleável e adaptável a empresas que atuam em ambientes turbulentos e com tecnologia de ponta.
	Alta mobilidade. Pode atuar a qualquer momento, hora ou lugar.
	Focaliza a dinâmica de processos e não a hierarquia.
	Rede virtual, TI e internet.
	Funciona como um subsistema perfeitamente integrado.  
	Deve dispor de total autonomia na busca de resultados.
	Cada equipe é um centro de custos e um centro de resultados.
Vantagens da estrutura em redes:
Permite a virtualização do negócio - Empresas que não necessitam de tempo e espaço para funcionar.
Permite a proliferação de unidades de negócio - Permite a integração de um infinidade de diferentes unidades de negócio.
Baixíssimo custo operacional - Custos baixos de integração e operação, pois focaliza exclusivamente o trabalho a ser feito.
Organização virtual.
Robbins (2001, p. 189/190) afirma que a essência da organização virtual (também chamada de organização em rede ou modular) está na pergunta: “Por que ser dono quando se pode alugar?”. É uma organização pequena, de núcleo, que terceiriza as funções empresariais maiores. A organização virtual é altamente centralizada, com pouca ou nenhuma departamentalização.
O autor cita como exemplo de estrutura virtual, o formato atual da indústria cinematográfica de Hollywood. Na era de ouro de Hollywood, os estúdios com MGM, Warner Brothers entre outros, possuíam enormes áreas de filmagem e empregavam milhares de especialistas em horário integral. Atualmente, a maioria dos filmes é feita por um grupo de indivíduos e pequenas companhias que se reúnem e fazem os filmes, projeto a projeto.
EXERCÍCIOS.
.
Segundo Chiavenato (2006, p. 226), nos últimos anos foram desenvolvidas soluções do tipo ad hoc (aqui e agora) para administrar a incerteza e a mudança.
Identifique a característica que NÃO pertence ao ideal Adhocrático:
Principio del formulario
1) equipe tarefa temporária. 
2) responsabilidades do cargo definidas. 
3) autoridade descentralizada. 
4) poucas regras. 
RESPOSTA: 01
A adhocracia é um modelo bem mais adequado às características e necessidades das organizações contemporâneas. Neste caso é possível afirmar:
I – Sua aplicabilidade é menor nas empresas que atuam no ramo de prestação de serviços.
II – Ela revela-se bem mais adequada à instabilidade e constante mutação observado no ambiente externo das empresas.
Com base nas afirmações acima, podemos concluir:
Principio del formulario
1) somente a afirmativa I é correta. 
2) somente a afirmativa II é correta. 
3) ambas as afirmações estão corretas. 
4) nenhuma das afirmações estão corretas. 
RESPOSTA: 02
Segundo Vasconcellos e Hensley (2002), a forma matricial aparece como uma solução devido à inadequação da estrutura funcional para as atividades integradas, isto é, aquelas que para serem realizadas exigem a integração entre as áreas funcionais.
As características desse tipo de estrutura são:
I – É indicado para organização que opera em ambiente de incerteza e grande diferenciação e tecnologia simples.
II – Combina o potencial de ação dos especialistas com ação para resultados.
III – Rompe o conceito de unidade de comando.
Com base nas afirmações acima, podemos concluir:
Principio del formulario
1) somente as afirmações I e II são verdadeiras 
2) somente as afirmações I e III são verdadeiras 
3) somente as afirmações II e III são verdadeiras 
4) todas as afirmativas são verdadeiras. 
RESPOSTA: 03
Final del formulario
Final del formulario
Final del formulario