A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Aula 07 - conteudo on-line

Pré-visualização | Página 2 de 2

Força-tarefa.
Uma variante do agrupamento por projeto é a equipe-tarefa ou força-tarefa. Trata-se de um agrupamento de dimensões bem mais reduzidas e de duração mais limitada do que o projeto em si.
A força tarefa é constituída por uma equipe heterogênea de especialistas em diferentes áreas, os quais são deslocados de suas funções habituais para, em conjunto, se dedicarem a uma tarefa específica e complexa, que exija abordagens e enfoques diferentes. Em geral, é uma técnica adotada para resolver problemas gerados pela alta taxa de mudanças ambientais ou tecnológicas.
A força-tarefa surgiu na érea militar em operações críticas de guerra, quando houve necessidade de reunir diferentes especialidades em explosivos, armas, artilharia, engenharia, lutas marciais, conhecimentos de eletrônica etc. para missões especificas, como ataques de prisioneiros cativos, entre outras. 
A conjunção de diferentes competências torna-se fundamental para a obtenção do sucesso nas missões específicas e complexas. Ao fim da missão, os integrantes voltam aos seus postos anteriores ou são indicados para outras missões.
Departamentalização mista.
Você sabe o que é?
 É o tipo de departamentalização mais encontrado nas organizações, pois cada parte da empresa deve ter a estrutura que mais se adapte à sua realidade. 
 Na departamentalização mista aplicam-se vários tipos de departamentalização, com a finalidade de obter máximo rendimento da empresa. 
Vantagens:
É o agrupamento de todas as vantagens de cada tipo de departamentalização.
 
• Permite a mais eficiente estruturação das atividades da empresa. 
• Identifica as tarefas unitárias necessárias à consecução dos objetivos. 
• Minimiza o custo total das atividades desempenhadas.
Desvantagens:
É o agrupamento de todas as desvantagens de cada tipo de departamentalização.
 
• Agrupamento de atividades em funções individuais em unidades administrativas.
• Dificuldade na coordenação dos diferentes departamentos, pois se podem empregar dois ou mais critérios para agrupar atividades do mesmo nível.
A Departamentalização não é um fim, mas um meio de organizar a empresa para a consecução de seus objetivos. Entretanto, a separação, qualquer que seja o tipo adotado, cria problemas de coordenação de difícil solução.
Quatro são os princípios utilizados que tendem a minorar esse problema:
Princípio de Maior Uso: o departamento que mais uso fizer de uma atividade deve tê-la sob sua jurisdição.
Princípio de Maior Interesse: o departamento que mais interesse tenha por uma atividade deve supervisioná-la, porque se torna proficiente nela.
Princípio de Separação do Controle: as atividades de controle devem ser autônomas, independentes e separadas das atividades que estão sendo controladas.
Princípio da Supressão da Concorrência: deve-se eliminar a concorrência entre departamentos, agrupando atividades diversas em um só departamento, para evitar a rivalidade interdepartamental.
Representação Gráfica da Estrutura de Departamentalização Mista.
PRESIDENTE
DIRETOR DIRETOR DIRETOR
 MARKETING ADMINISTRATIVO TECNICO
COMERCIO INDUSTRIA RH FINANCEIRA PRODUTO A PRODUTO B
VER QUADRO DE CARACTERISTICAS.
Chiavenato estabelece as seguintes características na departamentalização por projetos:
Principio del formulario
1) adequação da flexibilidade; simpatia; temporalidade. 
2) adequação de cordialidade; temporalidade; descentralização. 
3) adequação da centralização, descentralização e mista. 
4) adequação de temporalidade; conjunção de necessidades. 
5) adequação dos projetos; flexibilidade; cordialidade; temporalidade; conjunção de competências. 
Resposta: 05
A departamentalização não é um fim, mas um meio de organizar a empresa para a consecução de seus objetivos. Entretanto, a separação, qualquer que seja o tipo adotado, cria problemas de coordenação de difícil solução. 
Principio del formulario
1) Principio de Maior Uso, Princípio de Maior Interesse; Princípio de Separação do Controle; Princípio da Supressão da Concorrência. 
2) Principio de Maior Uso; Princípio do Desinteresse; Princípio do Controle; Princípio da Supressão da Concorrência. 
3) Principio do Menor Uso, Princípio de Maior Interesse; Princípio de Separação do Controle; Princípio da Supressão da Concorrência. 
4) Principio do Menor Uso, Princípio de Maior Interesse; Princípio de Descentralização; Princípio da Concorrência. 
5) Princípio do Desinteresse; Princípio do Controle; Princípio da Supressão da Concorrência
Resposta: 01
Final del formulario
Final del formulario