389158

389158


DisciplinaPsicologia do Pensamento e da Linguagem589 materiais5.615 seguidores
Pré-visualização2 páginas
*
Pensamento e 
Linguagem
Cristiane Guimarães
*
*
Linguagem
Definições: Linguagem, Língua, fala
Propriedades da Língua
Aquisição da Língua
Compreensão e produção de fala e escrita
Alterações da linguagem
*
*
Pensamento
Conceitos
Resolução de Problemas \u2013 explicação behaviorista x gestaltista, insight, fixidez funcional
Tomada de decisão e formação de julgamentos
Alteração do pensamentos
*
*
Linguagem
Para esclarecer...
Linguagem é todo e qualquer veículo que comunique algo a alguém (símbolos, ícones, sinais, signos);
*
*
Linguagem
	Língua é todo código verbal estruturado, com regras específicas de funcionamento (língua portuguesa, língua inglesa etc.);
	Fala é a expressão da língua;
*
*
Linguagem
	O veículo primordial do nosso pensamento é a língua, sem ela o que podemos comunicar é infinitamente menos expressivo do que o que podemos fazer com as palavras;
	A comunicação é UMA das funções da língua, mas existem outras: generalização, associação, abstração, inferência, dedução etc.;
*
*
Linguagem
	
Hoje já se sabe que o ser humano nasce com a capacidade para desenvolver uma língua, mas esta só se dará na INTERAÇÃO com os seus pares.
*
*
Estrutura da Língua
Fonemas \u2013 sons básicos
Pessoas que crescem aprendendo um conjunto de fonemas em geral têm dificuldade de pronunciar os fonemas de outra língua.		
Morfema \u2013 a menor unidade da língua que contém um significado
Gramática \u2013 sistema de regras (semântica e sintaxe) que nos permite a comunicação com os outros e a compreensão do que eles dizem.
*
*
Linguagem
Semântica - é o conjunto de regras que usamos para extrair um significado de morfemas, palavras e até frases.
Sintaxe \u2013 regras que usamos para ordenar palavras em frases.
*
*
Língua
A maioria dos pais teria dificuldade para enunciar as regras da sintaxe, mas aos 2 anos as crianças já formam suas próprias frases, originais e gramaticamente apropriadas.
Crianças bem pequenas fazem supergeneralização , aplicação inadequada de regras. Ex: cabeu, dizeu
*
*
Língua
Aquisição da língua
Estágio do balbucio \u2013 por volta dos 4 meses
O bebê está começando a usar a voz para transmitir seus desejos
Estágio de uma só palavra \u2013 por volta de 12 meses
Estágio de duas palavras \u2013 antes do 2º ano \u2013 característica é a fala telegráfica \uf063contém principalmente substantivos e verbos
*
*
Língua
A fala telegráfica é usada para numerosas finalidades:
Identificar e nomear objetos(Sopa mamãe)
Pedir para repetir (mais suco)
Afirmar que algo não existe (não sapato)
Expressar posse (casaco papai)
Indicar causas de uma ação (mamãe embora)
Expressar localização (blusa cadeira)
Indicar determinada qualidade (carro vermelho)
*
*
Aquisição da língua
 Resumo de desenvolvimento da língua
Meses Estágio
4 Balbucia muitos sons da fala
10 Balbucio revela a língua familiar
12 Estágio de uma só palavra
24 Duas palavras, fala telegráfica
+24 Desenvolvimento rápido para 					frases completas 
 
*
*
Teorias sobre a aquisição da língua
Teoria do condicionamento
As pessoas aprendem a língua exatamente da mesma forma que aprendem comportamentos simples: pelo condicionamento mecânico
A língua generaliza-se como qualquer outro comportamento \u2013 quando um ato é repetidamente reforçado, o ato em si torna-se reforçador e sua probabilidade de ocorrência aumenta.
*
*
Teorias sobre a aquisição da língua
Skinner \uf045 princípios de aprendizagem familiar
Associação
Imitação
Reforço
Comportamento verbal \uf045 \u201c ...passou a existir quando, através de um passo crítico na evolução da espécie humana, a musculatura vocal tornou-se suscetível ao condicionamento operacional.\u201d
*
*
Teorias sobre a aquisição da língua
Noam Chomsky - Lingüista \uf045 o ritmo que a cças aprendem gramática e palavras sem serem ensinadas é extraordinário demais para ser explicado apenas pelos princípios do aprendizagem
Teoria do dispositivo de aquisição de linguagem (LDA)
*
*
Teorias sobre a aquisição da língua - Noam Chomsky
As pessoas nascem com um equipamento mental (LDA) que lhes possibilita descobrir as regras para aglutinar sentenças aceitáveis.
A língua simplesmente \u201cacontece\u201d à cça
Os 5000 idiomas humanos são dialetos da \u201cgramática universal\u201d para o qual nosso cérebro foi preparado
*
*
Ainda sobre a LDA
Há muitas observações corroborativas:
As fases na aquisição da língua sugere um mecanismo universal;
A sensibilidade extremamente precoce do bebê para a língua indica que nascemos com capacidades especiais;
Surgimento de capacidades lingüísticas básicas em bebês deficientes;
*
*
Ainda sobre a LDA
Os esforços ativos da cça para dominar a língua. As cças são entusiásticas da língua e exercitam-na sem qualquer incitação.
*
*
Noam Chomsky
A gramática constitui um sistema de regras que interagem continuamente para gerar um número indefinido de estruturas lingüísticas. 
Toda gramática é formada por três componentes básicos: o sintático, o fonológico e o semântico.
Toda sentença gramatical tem uma estrutura superficial e uma estrutura profunda. 
*
*
Noam Chomsky
A estrutura profunda é o fator essencial na determinação do significado, sendo portanto a responsável pela interpretação semântica da sentença (forma abstrata subjacente que determina o significado da frase ).
*
*
Noam Chomsky
A estrutura superficial está diretamente vinculada ao componente fonológico da gramática, determinando a interpretação fonética das sentenças \u2013 regras pelas quais a pronúncia da sentença, incluindo acentuação e entonação é determinada (depende das frases precisas que expressam os pensamentos).
É uma representação do símbolo físico que produzimos ou ouvimos 
*
*
Noam Chomsky
O componente sintático é aquele que especifica se as sentenças são ou não gramaticalmente aceitáveis. É ele o responsável por gerar a estrutura superficial e a profunda das sentenças, interrelacionando-as. 
O modelo é chamado de gramática transformacional: as estruturas profundas são transformadas a partir do emprego de certas regras em estruturas superficiais.
*
*
Teorias sobre a aquisição da língua
Teoria da solução de problemas
Jerome Bruner foi um dos primeiros a propor que as cças aprendem a se comunicar no contexto da solução de problemas enquanto interagem com os pais
Os pais se comunicam em linguagem infantil \u2013 \u201caula de linguagem\u201d 
A regularidade, as simplificações e o foco no aqui e agora são apropriados à capacidade cognitiva limitada da cça.
*
*
Teorias sobre a aquisição de língua \u2013 teoria da solução de problemas
A linguagem consistente e fácil possibilita à cça começar a extrair a estrutura da língua e formular princípios gerais.
As cças usam um método de teste de hipóteses para deslindar as leis da linguagem \uf045 cão para todos inicialmente, depois suas hipóteses passam a coincidir com o uso adulto
*
*
Piaget e a Língua
O aparecimento da linguagem seria decorrência de algumas das aquisições do período sensório-motor. 
Ao longo desse período a criança adquire a capacidade de substituir ou representar eventos que não se encontram presentes. 
Assim ela pode atuar sobre o seu ambiente dispensando a presença da realidade imediatamente perceptível. 
Objeto e eventos são, agora, substituídos por símbolos mentais.
A formação desses símbolos se dá a partir da imitação. A imitação é a grande responsável pela aquisição da linguagem.
				
*
*
Piaget e a Língua
Inicialmente a criança imita determinados comportamentos em função de simples exercitação. 
Essa primeiras ações imitativas são imprecisas e mesmo rudimentares, aos poucos a criança vai aperfeiçoando seus movimentos, até ser capaz de reproduzir internamente tais ações. Os símbolos mentais são as ações internalizadas.
*
*
Piaget e a Língua
Cabe a imitação o papel de intermediária entre as ações concretas, explícita e exteriores e as ações figuradas, implícitas e interiores que constituem a essência da linguagem e, consequentemente do