Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
RESUMÃO PERIODONTITES

Pré-visualização | Página 1 de 1

GIOVANNA MORELLI – DIREITOS AUTORAIS 
 
As periodontites são doenças 
consideradas inflamatórias crônicas, 
associada ao biofilme disbiótico. É 
caracterizada pela destruição 
progressiva do aparato de inserção 
dental. A doença periodontal é 
subclassificada por: 
 
• Doenças periodontais necrosantes 
• Periodontite sistêmica 
• Periodontites 
 
SUBCLASSIFICAÇÃO 
 
 PERIODONTITE NECROSANTE = é 
um processo inflamatório agudo do 
periodonto, caracterizado pela 
presença de necrose e ulcerações 
das papilas interdentais. Além disso, 
existem sintomas como 
sangramento e sintomatologia 
dolorosa que também estão 
presentes. → existem outros sinais 
que também podem estar 
presentes: pseudomembranas, 
linfadenopatia regional e febre. 
 
OBS: em pacientes que possuem 
comprometimento crônicos ou 
graves, a doença periodontal 
necrosante pode se manifestar da 
seguinte maneira: 
 
- Adultos: gengivite necrosante e 
periodontite necrosante. 
 
- Crianças: estomatite necrosante. 
 
OBS 2: alguns fatores sistêmicos e 
odontológicos podem estar 
relacionados ao surgimento desse 
tipo de periodontite, como é o caso 
de: 
 
 Resposta imune alterada 
 Má higiene oral 
 Gengivite pré-existente 
 Tabagismo 
 Bactérias 
 Estresse 
________________________________________________ 
 
 PERIODONTITES = é a perda 
de inserção detectada em dois 
ou mais sítios interproximais não 
adjacentes. Essa classificação 
possui estágios. 
 
 
 
GIOVANNA MORELLI – DIREITOS AUTORAIS 
 
ESTÁGIOS = estão relacionados com a 
severidade da doença periodontal. Eles 
devem ser definidos de modo inicial, 
através da perda de inserção clínica 
(característica determinante). Quando 
não há esse fator, utiliza-se a perda 
óssea radiográfica. 
 
▪ EI → perda de inserção clínica 
em torno de 1 a 2mm com 
menos de 15% de perda óssea 
radiográfica. 
 
▪ EII → perda de inserção 
clínica em torno de 3 a 4mm, 
com 15 a 33% de perda óssea 
radiográfica. 
 
▪ EIII → perda de inserção 
clínica com mais de 5mm e 
perda óssea radiográfica além 
do terço médio. Pode ter menos 
de 4 dentes perdidos. 
 
▪ EIV → perda de inserção 
clínica com mais de 5mm e 
perda óssea radiográfica além 
do terço médio, podendo ter 
mais de 5 dentes perdidos. 
 
 
 
OBS: além de estágios, as 
periodontites possuem graus. O grau 
reflete a evidência ou riscos de 
progressão da doença e seus feitos na 
saúde sistêmica. 
 
▪ GRAU A → não houve nenhuma 
perda de inserção ou óssea (RX) 
nos últimos 5 anos. 
 
▪ GRAU B → houve perda menor 
que 2mm em 5 anos, com base na 
radiografia e na inserção clínica. 
 
▪ GRAU C → houve perda maior que 
2mm em 5 anos, com base na 
radiografia (perda óssea) e na 
inserção clínica. 
 
_____________________________________________ 
 
 PERIODONTITE SISTÊMICA = 
existem algumas desordens do 
organismo que podem se 
manifestar na boca, através de 
uma periodontite. 
 
- Desordens genéticas 
- Doenças inflamatórias 
- Estresse emocional 
- Medicamentos 
- Osteoporose 
- Depressão 
- Tabagismo 
- Artrite 
GIOVANNA MORELLI – DIREITOS AUTORAIS 
 
- HIV / AIDS 
- Síndrome de Down 
- Neutropenia severa 
- Síndrome de Cohen 
- Epidermólise bolhosa 
- Doença de Gaucher 
- Doenças Intestinais 
- Doenças endócrinas 
- Diabetes mellitus 
- Raquitismo