A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Como Realizar o Primeiro Atendimento Clínico

Pré-visualização | Página 1 de 1

A primeira sessão é mais de escuta.•
A primeira sessão é uma entrevista.
O paciente pode perguntar sobre você, mas só compartilhe aquilo que você acha que é bom ele saber, considerando 
o processo terapêutico.
○
•
O paciente precisa se abrir para que seja escutado.•
O paciente pode chegar por livre e espontânea vontade, pode chegar à força. Em geral, chegam machucados e em 
sofrimento.
•
Como se tornar clínico?
Para se tornar clínico é preciso clinicar, estudar, adquirir autoconfiança, aceitar a vulnerabilidade.•
É preciso ter:
Pontualidade,○
Ambiente acolhedor,○
Ambiente silencioso,○
Interação,○
Contrato com o paciente,○
Responsabilidade consigo mesmo,○
Estar disponível a escutar e em agenda clínica também.○
•
Tudo isso para proporcionar segurança ao paciente.•
Estrutura do atendimento
Muitas vezes, o primeiro contato é por telefone, é por encaminhamento, por diversos caminhos. Seja qual for o caminho, é 
preciso saber de onde esse paciente veio.
•
Já fez ou não terapia?•
Acolher, levantar o máximo de informações, escutar, verificar nossas próprias expectativas frente aquele paciente que está 
chegando.
•
Estrutura:
Primeiro contato,1
Acolher o paciente,2
Ambiente.3
•
Como acolher?
Observar como ele se comporta, sua fala está carregada de quais sentimentos?•
Se é um paciente que está desleixado, se está com pressa, observar tudo.
Algumas pessoas em processo depressivos podem se apresentar de forma desleixada.○
•
Não julgue o que o paciente fala, apenas escute.
Quando julgamos, tendemos a julgar pela nossa vivência.○
•
Às vezes, o paciente costuma falar muito. Outros falam algo e não conseguem continuar.•
Cabe ao psicólogo realizar perguntas.•
Busque entender o que está por trás do sofrimento do paciente.•
Verificar quais as expectativas do paciente.•
Se mostrar presente.•
Relação Terapêutica
É possível chegar um paciente com uma demanda que nós não estamos aptos a lidar porque a demanda do paciente pode 
estar relacionada com a nossa. O paciente pode não gostar de você, do mesmo jeito que você pode não gostar dele.
Nesses casos, o ideal é encaminhar o paciente.○
•
O vínculo é uma vida de mão dupla, é uma relação construída ao longo do tempo que depende de cada caso.•
É preciso explicar como funciona o processo terapêutico, como funciona o sigilo, como funciona o contrato terapêutico.•
Também é possível comunicar quando você percebe uma demanda do paciente que ele não trouxe dito de forma clara.•
É preciso informar como funciona o pagamento - isso está incluído na clareza do contrato.•
É preciso deixar claro o tempo da sessão, a importância de avisar antecipadamente quando houver imprevistos.•
O psicólogo também deve informar quando não puder atender.•
Em casos de pessoas incapazes de responder por si, é possível fazer o contrato formal com o contratante e fazer o contrato 
de sigilo com o paciente.
Deixar claro que não vai falar tudo que o paciente diz para o contratante, isso é muito comum em casos de 
adolescentes em que os pais querem que o psicólogo fale o que o filho trouxe.
○
Deixar claro que irá tratar a demanda do paciente, não a demanda do contratante.○
•
Pode informar o valor da sessão por telefone, mas a demanda deve ser trabalhada em sessão.
Embora, pacientes com muita ansiedade já falam logo por telefone. Tente sempre trazer o paciente para a sessão.○
A primeira sessão deve ser cobrada.○
Não entre muito em demanda no contato inicial porque, em geral, os pacientes não vão para a primeira sessão 
quando a demanda é exposta na "pré-sessão".
○
•
Como Realizar o Primeiro Atendimento Clínico?
 Página 1 de Como fazer o primeiro atendimento 
quando a demanda é exposta na "pré-sessão".
É preciso trabalhar a ética da profissão.
O Código de Ética irá reger nossa atuação.○
É permitido cumprimentar o paciente, caso o encontre na rua se ele demonstrar que permite isso, por exemplo: não 
esconde que faz terapia.
○
Porém, é preciso ser capaz de mostrar até onde essa interação pode ir pois não somos amigos do paciente, somos 
psicólogos.
Se você vira amigo do paciente, você perde o vínculo terapêutico.▪
○
Outra situação comum é a confusão de sentimentos.
O paciente começa a se apaixonar porque você o escuta e ele não é escutado por alguém fora do setting 
clínico.
▪
Em alguns casos, é preciso encaminhar esse paciente.▪
○
•
É importante estar em supervisão.
Porém, nem todo mundo tem dinheiro no início da carreira estar em supervisão. Então, é possível fazer trocas com 
outros profissionais sem identificar o paciente.
○
É preciso entender também que você não é obrigado a atender pacientes com demandas que você está 
despreparado ou que lhe causam um sofrimento muito grande.
Nesses casos, você pode encaminhar o paciente para outros profissionais de confiança.▪
○
•
 Página 2 de Como fazer o primeiro atendimento

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.