A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
ACTINOMICOSE E ACTINOBACILOSE

Pré-visualização | Página 1 de 1

Betina Pinno 
 
 SAUDE ÚNICA G 
Actinomicose 
Características 
- Bactéria: Actinomyces bovis. 
- Gram + 
- Osteomielite - (maxila e mandíbula). 
“Maxilar encaroçado” 
- Crônica e infecciosa. 
- Não contagiosa. 
- Comensal de cav. Oral e TGI. 
- Ocorrência esporádica e comum em época de 
resteva. (talos duros, feno de má qualidade). 
- Bovinos de diferentes idades. 
- Sensível: desinfetantes comuns e calor. 
- Bactéria inoculada no alvéolo dentário. 
Reservatório 
- Mucosa oral, superfície dos dentes e todo TGI. 
TRANSMISSÃO 
- Endógena: soluções de 
continuidade(lesões). 
PATOGENIA 
1. Bactéria + lesões. 
2. Alvéolos dentários. 
3. Destruição óssea com granuloma no interior 
(exsudato). 
4. Fístula. 
5. Contamina. 
Sintomas 
1. Anorexia. 
2. Tumefação (dura) - (altura dos pré molares 
e molares). 
3. Ulceração, fstulação. 
4. Dor localizada e perda dos dentes. 
Patologia 
- Osteomielite proliferativa (presença de focos 
purulentos). 
Diagnóstico 
- Sinais clínicos bem característicos. 
- Laboratorial*: esfregaço direto do pus 
(histopatológico), ou coloração de gram e 
cultivo. 
- Rx: Muito raro fazer. 
- Diferencial: tumores, actinobacilose, fratura 
e abcesso dentário. 
Tratamento 
- Cirurgia (depende do tamanho da lesão). 
- Antibioticoterapia: penicilina. 
Isoniazida* Não se utiliza em bovinos carência 
de 7 a 8 dias no leite e carne. 
- Iodeto de potássio ou sódio 
Profilaxia 
- Separar animais afetados e controle dos 
fatores de lesão. 
 
 
 
 
 
 
 
 
Betina Pinno 
 
 SAUDE ÚNICA G 
Actinobacilose 
Características 
- Bactéria: Actinobacillus lignieresii 
- Gram -. 
- Aeróbica. 
- Tec. Moles – piogranulomas (língua 
principalmente e anexos). 
“Lingua de pau/ madeira”. 
- Animais jovens. 
- Comensal do Trato digestivo. 
- Crônica, com uma fase aguda também. 
- Infecciosa e não contagiosa. 
- Ocorrência esporádica e comum em época de 
resteva. (talos duros, feno de má qualidade). 
- Produção de 3 citolisinas. 
- Lesões língua, linfonodos, cabeça e pescoço. 
Reservatório 
- Rúmen e mucosa oral. 
TRANSMISSÃO 
- Endógena: soluções de continuidade, 
inoculação, ferimentos e lesões. 
PATOGENIA 
1. Lesão devido a inoculação. 
2. Ulceração. 
3. Granuloma 
4. Podendo migrar para o linf. Pulmonar. 
Sintomas: 
1. Aguda: anorexia. 
2. Salivação intensa. 
3. Hipertrofia da língua (glossite difusa). 
4. Lesão lábios, palato, fossas nasais e face. 
5. Linf.podem ser atingidos: Retrofaríngeos, 
parotídeos e submandibulares; 
6. Linf. Duros e atrofiados. Indolores. 
7. Dificuldade respiratória e secreção 
purulenta. 
 
Patologia 
- Glossite difusa. 
- Ulcerações: no dorso da língua. 
- Forma disseminada: nódulos. 
- Linfadenite e linfangite (nódulos com 
exsudato pululento). 
Diagnóstico 
- Sinais clínicos caract. 
- Laboratorial*: Isolamento e coloração de 
gram. 
- Diferencial: Actinomicose, corpo estranho, 
tuberculose. 
Tratamento 
- Antibioticoterapia: penicilina 
- Iodeto de potássio/sódio 
- Antissépticos orais. 
 Profilaxia 
- Separar animais afetados e controle dos 
fatores de lesão. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Betina Pinno 
 
 SAUDE ÚNICA G

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.