Buscar

LINGUÍSTICA - UNIDADE 4 - ATIVIDADE 4

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 12 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 6, do total de 12 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 9, do total de 12 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

Levando em consideração que a língua não se resume a uma gramática (embora a gramática seja importante), para que o aluno desenvolva as habilidades necessárias para ler, interpretar e produzir textos com eficiência é necessário o estudo da língua além da gramática pura e simples. Dessa forma, é perceptível a tendência cada vez maior de crescimento da abordagem funcional e pragmática da linguagem nas salas de aula. A gramática não deixa de ser estudada, mas passa a ser vista de forma contextualizada. Fonte: AMORIM, Adriana. Linguística. Unidade Nº 4 - Como abordar a linguagem em uso? EAD.BR. Disponível na Biblioteca Virtual Laureate (adaptado).
 Considerando o texto apresentado, verifique se as afirmações apontam outras dimensões que podem e devem ser estudadas para além da gramática.
 I. Compreender como novas atividades humanas geram formas específicas de comunicação, próprias de suas necessidades, a exemplo a internet.
II. Observar como o léxico de uma língua transmite o percurso histórico de um povo, revelando sua constituição cultural e seu imaginário.
III. Estudar as comunicações de grupo e suas gírias, entendendo como a língua constrói e diferencia identidades.
 
É correto o que se afirma apenas em:
a.
I e III.
b.
I, II e III.
Resposta correta. Estudar os gêneros e as maneiras em que a interação humana acontece a partir de seus contextos de produção é muito importante, nos permitindo entender os porquês da língua se desenvolver da maneira como se desenvolve. Detalhar o léxico de uma língua, buscando etimologias a partir dos acontecidos históricos que se revelam é mais uma das camadas que podemos acessar no entendimento de uma língua. É fato que a língua constrói identidades. Entender como a seleção lexical e as gírias empregadas transmitem e consolidam a maneira como o indivíduo se identifica é também mais uma das dimensões de compreensão das línguas humanas que a linguística pode abrir para estudo.
c.
I e II.
d.
III.
e.
II.
Feedback
A resposta correta é: I, II e III.
O pioneiro nos estudos da conversação é o americano Paul Grice que, na década de 1950 elaborou o princípio da cooperação, segundo o qual os interlocutores contribuem para o êxito da conversação, falando o que é solicitado, no momento devido, com propósitos comuns. A partir desse princípio, Grice (1975) apontou implicaturas conversacionais.
 
Fonte: AMORIM, Adriana. Linguística. Unidade Nº 4 - Como abordar a linguagem em uso? EAD.BR. Disponível na Biblioteca Virtual Laureate (adaptado).
 
Considerando o texto apresentado, verifique quais das afirmações a seguir apresentam implicaturas conversacionais.
 
I. Máxima da quantidade.
II. Falar de modo claro, breve e organizado, evitando ambiguidades.
III. Falar somente o que é relevante para o interlocutor no contexto da conversação.
IV. Máxima da qualidade
 
É correto o que se afirma apenas em:
a.
I e IV.
b.
II e III.
c.
II, III e IV.
d.
I.
e.
I, II, III e IV.
Resposta correta. A máxima da quantidade é realmente uma implicatura conversacional, importante para o êxito de uma interação verbal. É um princípio de objetividade e economia de informações. A clareza e objetividade referem-se à máxima de modo, também uma implicatura. Considerar que informações são relevantes para um interlocutor em específico também é uma implicatura, tratando-se da máxima da relação. A máxima da qualidade refere-se ao valor e importância das informações para a conversação em questão, ficando privilegiadas aquelas com maior grau de verdade e comprobabilidade.
Feedback
A resposta correta é: I, II, III e IV.
Questão 3
Correto
Atingiu 1,00 de 1,00
Marcar questão
Texto da questão
No entanto, há situações em que os indivíduos já não se esforçam por manter a face diante do outro, geralmente em casos de reclamações insistentes em que não há um retorno. Nesses casos, expressões de hostilidade, gafes, insultos e ofensas constituem-se como estratégias de impolidez.
Leech (1983) concebe a polidez como a adequação às normas sociais de determinada comunidade. Ele leva em consideração, portanto, a cultura local na definição das normas de comportamento aceitas na interação. Com base nessas normas, Leech estabelece as máximas de polidez.
 
Fonte: AMORIM, Adriana. Linguística. Unidade Nº 4 - Como abordar a linguagem em uso? EAD.BR. Disponível na Biblioteca Virtual Laureate (adaptado).
 
Considerando o texto apresentado, verifique nas afirmações a seguir quais delas se constituem enquanto máximas da polidez.
 
I. Máxima de modo.
II. Máxima da modéstia.
III. Máxima da ética.
IV. Máxima do tato.
 
É correto o que se afirma apenas em:
a.
II.
Resposta correta. Quando queremos minimizar os custos que uma determinada intervenção pode gerar numa conversa estamos seguindo o preceito do tato, regulando uma fala a partir da sensibilidade de sua audiência. Quando evitamos construir relações de hierarquia ou diferenciar a valorização que damos ao que falamos em relação ao que fala nosso interlocutor, estamos seguindo a máxima da modéstia. Estes dois preceitos constituem-se como máximas de polidez.
b.
III.
c.
I, II e IV.
d.
II e IV.
e.
I e III.
Feedback
A resposta correta é: II.
A relevância da linguística aplicada reside no fato de que os complexos estudos e teorias sobre a linguagem e a língua de nada valeriam se não servissem para compreender e solucionar questões práticas. E, conforme estamos verificando ao longo dos nossos estudos sobre linguística, os cientistas da linguagem passaram de uma visão mais teórica para uma visão mais prática do fenômeno linguístico. Além disso, a grande preocupação da sociedade com a educação também motivou muitos linguistas a se
debruçarem sobre esse assunto buscando soluções para a melhoria do ensino.
 
Fonte: AMORIM, Adriana. Linguística. Unidade Nº 4 - Como abordar a linguagem em uso? EAD.BR. Disponível na Biblioteca Virtual Laureate (adaptado).
Considerando o texto apresentado, avalie se as afirmações a seguir se constituem como pesquisas com abordagem da linguística aplicada.
 
I. Verificar a realidade linguística a respeito da norma culta urbana comparando-a com a imagem dela construída pelas gramáticas tradicionais.
II. Investigar em que medida e ritmo as variações populares se infiltram na alta literatura revelando a situação cultural retratada pelos escritores.
III. Averiguar como a ideologia impregnada em certos discursos e signos verbais circulam na sociedade e qual apreciação é feita deles pelo senso comum.
 
É correto o que se afirma apenas em:
a.
I, II e III.
b.
III.
Resposta incorreta. Conforme vemos, as três afirmações direcionam proposta de investigação da realidade prática da língua, seu movimento, estudando e buscando fundamentos científicos para os fenômenos observados. Nas três verificamos a interdisciplinaridade mencionada no texto, centralmente com as ciências humanas e sociais.
c.
II.
d.
I e III.
e.
I e II.
Feedback
A resposta correta é: I, II e III.
É interessante observar que professores de língua divergem em sua forma de ensinar, não somente pela metodologia, mas principalmente pela concepção de língua (e, consequentemente, de gramática) que adotam em sua prática profissional. Da mesma forma, se você analisar um livro didático, em especial o manual do professor, verá que o autor aponta a concepção de língua que assume na elaboração do material. Essa concepção que o autor e o professor possuem sobre língua e gramática determina todo o processo de ensino da língua que se faz nas escolas e nos cursos independentes.
 Fonte: AMORIM, Adriana. Linguística. Unidade Nº 4 - Como abordar a linguagem em uso? EAD.BR. Disponível na Biblioteca Virtual Laureate (adaptado).
 
A partir do texto apresentado, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas.
 
I. Percebe-se, portanto, que não um rigor na educação linguística quanto a qual abordagem deve seguir o docente, ficando ao seu encargo eleger aquele mais compatível com sua realidade de ensino.
 PORQUE
 II. Ainda não há consenso quanto aos resultados frente ao desenvolvimento linguísticoproporcionado por cada concepção, necessitando ainda maiores pesquisas em realidade prática de educação.
 
A respeito dessas asserções, assinale a opção correta.
a.
A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.
b.
As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa da I.
c.
A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira
d.
As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa correta da I.
e.
As asserções I e II são proposições falsas.
Resposta correta. Com o surgimento da linguística como uma ciência em separado da filologia, constroem-se metodologias de investigação científica da realidade linguística, aquisição de linguagem e desenvolvimento da comunicação. Em verdade, já é consensual, mesmo nos documentos governamentais curriculares, a necessidade concreta de se estudar língua da maneira mais ampla possível, captando o todo de suas variações em termos de geografia, sociedades, culturas e raízes históricas. Apenas a gramática normativa e prescritiva é incapaz de permitir uma autonomia do indivíduo em conhecer a realidade linguística completa de sua comunidade e povo, construindo um conhecimento padronizado e virtual da comunicação humana. Não há uma obrigatoriedade do professor em incorporar determinada concepção, mas é importante que este docente reconheça os avanços realizados no campo da educação e abra espaço para a pluralidade de conhecimentos existentes no campo linguístico.
Feedback
A resposta correta é: As asserções I e II são proposições 
Os interlocutores expressam muito mais do que o que é dito. Há muitas informações implícitas, mas
recuperáveis por meio de informações explícitas no enunciado. Esse processo de interpretação é chamado de inferência.
Fonte: AMORIM, Adriana. Linguística. Unidade Nº 4 - Como abordar a linguagem em uso? EAD.BR. Disponível na Biblioteca Virtual Laureate (adaptado).
 
Considerando o trecho apresentado, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas.
 
I. O enunciado “não foi dessa vez” pode ser dito tanto por uma pessoa que recorrentemente venceu quanto por uma que recorrentemente perdeu e terá o mesmo subentendido.
 
PORQUE
 
II. Será o contexto de enunciação que nos informará daquilo que é subjacente ao que é expresso na superfície, condicionando nossa interpretação do significado.
A respeito dessas asserções, assinale a opção correta.
a.
A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira
Resposta correta. Realmente, as circunstâncias de uma situação de comunicação nos informarão de significados que não necessariamente aparecem no corpo superficial do discurso. Alguém que sempre vence e disser esta frase está preocupado em vir a perder, mas aliviado deste momento ainda não ter chegado. Enquanto quem perde sempre, estará se consolando de mais uma derrota, mas informando que ainda não desistiu. Vemos, portanto, que o subentendido muda e as circunstâncias nos possibilitam extrair informações para além das superfícies.
b.
As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa correta da I.
c.
As asserções I e II são proposições falsas.
d.
As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa da I.
e.
A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.
Feedback
A resposta correta é: A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira
Nessa perspectiva, no Brasil, como em países mais desenvolvidos, a partir dos resultados de discussões e investigações em linguística aplicada, o paradigma do ensino de língua materna – antes pautado na aquisição de estruturas da língua pelos alunos por meio da memorização – vem passando por uma profunda e intensa mudança, a partir da qual o aluno é levado a refletir sobre a estrutura da língua em função do contexto situacional, considerando todas as variantes linguísticas e não somente a norma culta.
 
Fonte: AMORIM, Adriana. Linguística. Unidade Nº 4 - Como abordar a linguagem em uso? EAD.BR. Disponível na Biblioteca Virtual Laureate (adaptado).
 
Considerando o texto apresentado, avalie se as afirmações a seguir se constituem como redirecionamentos implicados pela linguística à educação básica.
 
I. O estudo das variações linguística em contraposição ao ensino de um único registro correto para a língua.
II. O entendimento e proposição de produções textuais considerando os gêneros do discurso e seu contexto de circulação na sociedade.
III. Diversificação das fontes de leitura e aprendizagem na educação linguística compreendendo que o domínio do emprego de uma língua se deriva de conhecer amplamente sua realidade.
 
É correto o que se afirma apenas em:
a.
II.
b.
III.
c.
I e III.
d.
I e II.
e.
I, II e III.
Resposta correta. Podemos observar que as três afirmações apresentadas se embatem contra estruturas enrijecidas da educação linguística, cristalizadas pela prevalência das bases únicas no referencial pedagógico da gramática tradicional. Contrapõe-se a ideia de que só a norma padrão / culta deve ser estudada e elogiada; a ideia de que escrever deriva-se apenas do conhecimento das regras prescritas da gramática; a ideia de que se deve privilegiar a leitura somente dos clássicos literários e textos canônicos, pois deles deriva o conhecimento verdadeiro da língua.
Feedback
A resposta correta é: I, II e III.
Verificamos que a linguística, ao solidificar-se em bases científicas para o estudo da língua e linguagem, opera uma desmistificação em relação ao papel e significado da gramática para a educação linguística. Divide-a, portanto, em: Gramática Normativa; Gramática Descritiva; e Gramática Internalizada.
 
A respeito dos tipos de gramática, julgue as afirmações apresentadas a seguir.
 
I. A gramática normativa é a variante linguística de maior prestígio social dentro da língua que prescreve o que é certo e o que é errado no uso da língua.
II. A gramática descritiva é a que descreve as regras de estruturação e uso de uma língua, “de modo a separar o que é gramatical do que não é gramatical”.
III. Para a gramática internalizada, saber uma língua é ter internalizada a gramática dessa língua, sem necessariamente tê-la estudado formalmente, conhecimento surgido a partir das vivências do falante.
 
É correto o que se afirma apenas em:
a.
II.
b.
I, II e III.
Resposta correta. As três definições apresentadas para as tipologias estipuladas para a gramática pela linguística estão corretas. A normativa, como o nome sugere, visa normatizar as experiências de linguagem, prescrevendo o modo prestigiado de falar e escrever, baseando-se na literatura canônica. Já a descritiva tem uma função de sistematizar a realidade linguística, verificando os usos existentes de uma língua, situando no polo do gramatical os fenômenos e enunciados que efetivamente aparecem no cotidiano de uso. A internalizada deriva da experiência real do falante, de sua trajetória em interação com a comunidade humana a que aprendeu sua língua e como se comunicar.
c.
I e II.
d.
I e III.
e.
III.
Feedback
A resposta correta é: I, II e III.
A respeito das práticas conversacionais, percebemos que há estruturas e necessidades imprescindíveis para que estas ocorram de maneira lógica e eficiente. Caso algum dos interlocutores não esteja comprometido com estes preceitos a conversação ficará comprometida.
 
A partir do texto apresentado, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas.
 
I. A troca de turnos em uma conversação é um mecanismo imprescindível, para garantir o funcionamento dialógico da interação.
 
PORQUE
 
II. Uma conversa não pode acontecer sem uma organização estipulada, por isso a existência também dos tópicos conversacionais, que delimitam e hierarquizam os objetos de apreciação em uma conversa.
 
A respeito dessas asserções, assinale a opção correta.
a.
As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa da I.
Resposta correta. Realmente, a troca de turnos éimprescindível para a ocorrência de uma interação, permitindo que um interlocutor expresse um enunciado, enquanto outro o aprecia e constrói sobre ele uma resposta. No entanto, não são os tópicos conversacionais que justificam esta necessidade, ainda sejam de fato uma maneira de construir uma coesão de objetos de apreciação em uma conversa, constituindo uma linearidade na conversa.
b.
As asserções I e II são proposições falsas.
c.
As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa correta da I.
d.
A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira
e.
A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.
Feedback
A resposta correta é: As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa da I.
Questão 10
Incorreto
Atingiu 0,00 de 1,00
Marcar questão
Texto da questão
Torna-se verificável que até mesmo a elaboração de material didático a ser utilizado nas escolas em relação ao ensino de línguas está mudando, se adequando à nova realidade e aos novos contextos de produção linguística, embora ainda haja muitos manuais didáticos que se propõem a ser inovadores, mas não vinculam os conteúdos e as atividades de análise linguística a situações reais de comunicação.
 
Fonte: AMORIM, Adriana. Linguística. Unidade Nº 4 - Como abordar a linguagem em uso? EAD.BR. Disponível na Biblioteca Virtual Laureate (adaptado).
 
Considerando o texto apresentado, verifique se as afirmações a seguir contemplam propostas que estão plenamente adaptadas a nova realidade de ensino, vinculadas a situações reais de comunicação.
 
I. Propor aos alunos que observem como se constrói a linguagem jornalística em contextos de polêmica ideológica, analisando até que ponto vai a neutralidade daqueles discursos.
II. Entregar aos alunos algumas frases típicas do linguajar jurídico pedindo que verifiquem o rigor gramatical de suas construções.
III. Propor um projeto de construção de sequências de postagens no ambiente virtual, solicitando aos alunos que questionem os internautas da qualidade do diálogo que se constitui naquele ambiente.
 
É correto o que se afirma apenas em:
a.
I, II e III.
b.
II.
c.
III.
d.
I e II.
Resposta incorreta. Ainda possamos ver um traço de conexão com a realidade linguística, isto é, uma comunicação num contexto específico, selecionar frases hipotéticas e/ou típicas ainda está dentro de uma concepção que não considera a aprendizagem no interior de situações reais de comunicação.
e.
I e III.
Feedback
A resposta correta é: I e III.

Continue navegando

Outros materiais